Socialista Morena
Cultura

ACM Neto não será um bom prefeito

Três letras em política me causam calafrios: ACM e DEM, por exemplo. Jamais votaria no neto de ACM para nada, mas ele foi eleito prefeito de Salvador, a capital da minha terra natal. Desejo sinceramente que faça um bom trabalho, não por ele, mas pelos que vivem lá. Infelizmente, não acredito que fará. Mais uma […]

Cynara Menezes
07 de novembro de 2012, 12h51

Três letras em política me causam calafrios: ACM e DEM, por exemplo. Jamais votaria no neto de ACM para nada, mas ele foi eleito prefeito de Salvador, a capital da minha terra natal. Desejo sinceramente que faça um bom trabalho, não por ele, mas pelos que vivem lá. Infelizmente, não acredito que fará.

Mais uma vez, Salvador tem um prefeito eleito com um voto não de esperança num futuro melhor, mas contra o prefeito atual. Foi assim inúmeras vezes desde que, em 1988, ano do centenário da abolição da escravatura, políticos profissionais ditos “progressistas” não permitiram que Gilberto Gil se lançasse à prefeitura. Gil teria sido o primeiro negro eleito prefeito de Salvador, que até hoje não houve. Um marco, tenho certeza, sobretudo para a auto-estima dos negros soteropolitanos. A cidade só deu errado a partir dali.

Depois do não-Gil, veio o radialista Fernando José (já falecido), que se tornaria rapidamente o prefeito pior avaliado do Brasil. Lídice da Mata foi eleita em seguida contra Fernando José e, com o velho ACM fazendo-lhe oposição junto ao governo federal de então, não teve melhor destino. Antonio Imbassahi, aliado de ACM, foi eleito contra Lídice. E João Henrique ganhou contra Imbassaí. Agora, ACM Neto se elegeu contra João Henrique e o PT.

Há quanto tempo os soteropolitanos não votam porque acreditam de fato em alguém? Não sei. Estive em Salvador no final de semana da eleição. Enfurecidos com o tratamento dado pelo governo estadual (petista) aos professores e policiais grevistas, até na minha família pela primeira vez teve gente que votou no neto de ACM. Incrível como o governador Jaques Wagner, sendo um ex-sindicalista, pôde ser tão inábil: a greve dos professores durou 115 dias!

Não encontrei ninguém que dissesse: “Estou votando em fulano porque é o melhor para o Salvador”. E sim: “Voto em Neto porque não suporto Pellegrino” (o candidato do PT). Ou: “Voto em Pellegrino porque não suporto Neto”. É compreensível, mas triste, entregar o destino de uma cidade a alguém motivado pela rejeição a um ou outro candidato.

Mas ACM Neto não vai ser um bom prefeito para os soteropolitanos porque, como todos os demais, não vai mexer no que realmente importa. Sim, fará uma cidade empesteada pelo lixo, sujeira e descaso parecer “bonita” para os turistas. O Pelourinho, a reforma fake que seu avô fez no Centro Histórico, vai voltar a ficar “limpinho” e policiado, que é o que interessa a quem apenas passa pela capital baiana. Quem vive lá, porém, não vai sentir diferença alguma.

ACM Neto vai melhorar a vida dos habitantes dos bairros da periferia, onde os turistas não vão? Massaranduba, Narandiba, Sussuarana, Mussurunga, já ouviu falar? O lixo vai sair de lá também? Vai melhorar as escolas municipais? Vai colocar centros de cultura e lazer nestes bairros? Vai melhorar o transporte público nestas áreas? E os viciados em crack do centro histórico, o que vai fazer com eles? Vai tentar resolver ou agir à maneira do DEM, simplesmente “limpando” a área? Vai acabar com os “cordeiros”, jovens negros e pobres, escravizados pela indústria dos blocos de carnaval? Duvido –e gostaria de estar errada.

Até mesmo para os turistas tenho dúvidas que ACM Neto irá governar bem. Existe uma pendenga judicial em torno dos quiosques da orla marítima de Salvador, que foram retirados há mais de dois anos para serem substituídos e, até agora, nada. Como não há estrutura alguma para atender os banhistas e é proibido usar fogões na areia, quem vai à praia é teletransportado à África mais sofrida: negros com alimentos na cabeça passam a todo momento apregoando seus produtos. ACM Neto vai conseguir resolver essa pendenga e, mais do que isso, ceder os quiosques a quem já está trabalhando na praia dessa maneira?

Isso se ele não largar a prefeitura para se candidatar a governador, daqui a dois anos. Já prometeu que não, mas quem duvida? Essa é uma aposta que gostaria de perder. Salvador, no entanto, me parece uma cidade complexa demais para as soluções simplistas de um político do DEM, identificado com a desigualdade social desde a origem –e até mesmo responsável por ela, no caso de um ACM. Desafortunadamente, ainda não apareceu o político ideal para governar a capital da Bahia, em quem as pessoas votassem a favor, não contra.

Em minha opinião, o problema é que não basta alegria para ser prefeito da Cidade da Bahia. Parodiando Vinicius, seria preciso um bocado de tristeza para governar Salvador. Governar Salvador não é piada, quem governa assim não é de nada, governar Salvador é uma forma de oração. Ou devia ser.

Os barquinhos do Porto da Barra, com Itaparica ao fundo

O vendedor de picolé; atrás, a senhora que ganha a vida lavando os pés (!) dos banhistas do Porto (foto Ciro Buarim)

Como não tem quiosques, quem leva os tabuleiros na cabeça?

A linda menina que vende acarajé na praia de Jaguaribe

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(25) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Leônidas C. Andrade em 07/11/2012 - 13h27 comentou:

O povo baiano é alegre e espirituoso, tem sempre uma piadinha ou um apelido sacana na ponta da língua, deve ser piada este negócio de eleger o "Malvadeza Neto", mas, ainda vão se dar conta de que o efeito desta piada de mau gosto não será a gargalhada, mas sim, um choro de 4 anos.

Responder

Toledo em 07/11/2012 - 13h50 comentou:

Pois é Cynara… Em mais um contraponto, (por favor, não é chatice, mas questão de bom jornalismo, o outro lado, lembra?) Haddad também não será um bom prefeito.
Duas letras que convivem obrigatoriamente com outras quatro me causam calafrios: PT e LULA. Jamais votaria em Haddad, afilhado de Lula para nada, mas ele foi eleito prefeito de São Paulo, a locomotiva do Brasil. Desejo sinceramente que faça um bom trabalho, não por ele, mas pelos que vivem aí. Infelizmente, não acredito que fará.
Um adendo, observado pelo sempre ótimo Guzzo: “É curioso como os políticos deste país ficam à vontade para falar em “povo brasileiro”. O PT ganhou esta última eleição em 10% dos municípios. E os eleitores dos outros 90%, com 80% do eleitorado, que povo seriam? Esquimós?”
Mais uma vez, São Paulo tem um prefeito eleito com um voto não de esperança num futuro melhor, mas contra o PSDB de FHC, a criptonita de Lula… Depois de Marta, Erundina e Pitta, São Paulo vai encarar o “novo”: Haddad. Pitta, alias, foi o negro eleito prefeito de São Paulo, que até hoje não houve igual. Um marco de Maluf, o novo companheiro, que tenho certeza, abalou a auto-estima dos negros paulistanos. Tudo deu errado para Maluf a partir dali, até a aliança com o PT com direito a foto oficial com Lula da silva abençoando a dupla.
Há quanto tempo os paulistanos não votam porque acreditam de fato em alguém? Ninguém sabe. Não estive em São Paulo no final de semana da eleição, mas sei que todos estavam enfurecidos com as opções apresentadas: Serra, Haddad, Russomano, Chalita e Soninha… Não sei de ninguém que dissesse: “Estou votando em fulano porque é o melhor para o São Paulo”. E sim: “Voto em Haddad porque não suporto Serra”. Ou: “Voto em Serra porque não suporto Russomano nem o PT”. É compreensível, mas triste, entregar o destino de uma cidade a alguém motivado pela rejeição a um ou outro candidato.
Mas Haddad não vai ser um bom prefeito para os paulistanos porque, como todos os demais, não vai mexer no que realmente importa. Sim, já começou a trapaça. As duas promessas durante a campanha foram a implementação do Bilhete Único Mensal e o fim da taxa de inspeção veicular imediatamente. Alegando dificuldades legais (MENTIRA), o prefeito eleito diz que são promessas que ele deve cumprir só em 2014. Se já começou enrolando e mentindo, é fácil perceber o que vem por aí para os paulistanos.
Haddad vai melhorar a vida dos habitantes dos bairros da periferia? E a os investimentos da Copa? O lixo vai sair de lá também ou só nos estádios da Copa? Vai melhorar as escolas municipais? Vai colocar centros de cultura e lazer nestes bairros? Vai melhorar o transporte público nestas áreas? Duvido – e sei que não estou errado. Todos nós sabemos a resposta, pois São Paulo me parece uma cidade complexa demais para as soluções simplistas de um político do PT que não conseguiu organizar um ENEM.
Em minha opinião, o problema é que não basta padrinho populista para ser prefeito de São Paulo. Governar São Paulo não é piada, e quem governa pensando assim não é de nada. Parodiando o que já escreveram por aí, a melhor maneira de enfrentar um petista é levá-lo a cumprir as próprias promessas, assim como a melhor maneira de vencê-los num debate é forçá-los a dizer o que realmente pensam.

Responder

    Paulo Simões em 08/11/2012 - 03h05 comentou:

    O ENEM deste último fim-de-semana correu bem, Estava organizado. Meu filho prestou. Foi muito diferente de 5 anos atrás quando minha filha prestou por duas vezes e foi muito desorganizado.

Breno P em 07/11/2012 - 14h37 comentou:

E na primeira votação importante, o então prefeito carlista (q nega ser carlista) vota contra a educação. Mesmo usando e abusando da mesma nas eleições para minar o adversário. Em janeiro tem aumento da tarifa de ônibus (que qnd indagado em debate sobre, ele ñ disse ser contra), começo da tarifação dos estacionamentos em shoppings (principais doadores de sua campanha), e o inicio das manifestações populares. Pobre Salvador, destratada e abandonada a tanto tempo, agora voltará a ser mal-tratada e violentada (menos na Pituba, Barra, Ondina e nos bairros abastados). Com o advento das Copas (Confederações e do Mundo) começará o processo de higienização, tão utilizado pelo avô, com o sumiço dos indigentes e pobres dos pontos de transito turístico. A promessa de por abaixo os velhos casarões (condenados, apenas os condenados) no Pelourinho, não me parece nada mais do que o atestado de prisão/morte dos indigentes e usuários de crack que ali residem.

Esse é o grande problema do governo do PT, ou qlq outro dito progressista no Brasil (quiçá no mundo em desenvolvimento), ao não investir em educação e conscientização das massas mais carentes. Sem a conscientização, elas se tornam nada mais que massa de manobra das elites.

Triste destino de Salvador e pior dos soteropolitanos pobres, principalmente dos pobres negros.

Responder

Flavia em 07/11/2012 - 14h48 comentou:

Olha, não acredito em vidente e no seu artigo, você tenta ser uma vidente, então, tudo o que voce escreveu para mim é "balela". Se ACM Neto será uma prefeito ruim ou bom, só saberemos daqui a quatro anos.

Responder

    Anderson em 13/11/2012 - 02h58 comentou:

    É um embasamento histórico e político. Ingenuidade achar que será diferente, sendo que essa é uma típica postura da família ACM e do DEM.

Breno P em 07/11/2012 - 17h39 comentou:

E na primeira votação importante, o então prefeito carlista (q nega ser carlista) vota contra a educação. Mesmo usando e abusando da mesma nas eleições para minar o adversário. Em janeiro tem aumento da tarifa de ônibus (que qnd indagado em debate sobre, ele ñ disse ser contra), começo da tarifação dos estacionamentos em shoppings (principais doadores de sua campanha), e o inicio das manifestações populares. Pobre Salvador, destratada e abandonada a tanto tempo, agora voltará a ser mal-tratada e violentada (menos na Pituba, Barra, Ondina e nos bairros abastados). Com o advento das Copas (Confederações e do Mundo) começará o processo de higienização, tão utilizado pelo avô, com o sumiço dos indigentes e pobres dos pontos de transito turístico. A promessa de por abaixo os velhos casarões (condenados, apenas os condenados) no Pelourinho, não me parece nada mais do que o atestado de prisão/morte dos indigentes e usuários de crack que ali residem.
Esse é o grande problema do governo do PT, ou qlq outro dito progressista no Brasil (quiçá no mundo em desenvolvimento), ao não investir em educação e conscientização das massas mais carentes. Sem a conscientização, elas se tornam nada mais que massa de manobra das elites.

Triste destino de Salvador e pior dos soteropolitanos pobres, principalmente dos pobres negros.

Responder

Carlos em 07/11/2012 - 18h23 comentou:

Entendi a lógica, mas João Henrique não ganhou contra Imbassaí. Este saiu bem avaliado. Nesta época, Salvador estava cansada do Carlismo, acredito. Cansada dos mesmos de sempre, na época, se não me engano, o de sempre era César Borges (vai e vem é aliado do PT e quase ganhou ministério). Nessa época, o PT também perdeu. Depois disso, PT venceu no Estado, duas vezes. A deteriorização da cidade tb foi atribuída ao Estado, com certa razão – diria. E aí veio o crescimento desenfreado da violência e a má condução de duas greves. Neste último caso, o PT perdeu muito do que era ser PT.

Sim, ACM Neto fará uma administração de "limpeza" e "maquiagem", embelezará algumas áreas nobres, será louvado por isso e eleito governador em seguida, governando para as classes altas e obtendo das demais a a anuência por ter dado alguma beleza aos pontos turísticos da cidade, no estilo: "quero minha cidade bonita, mesmo que a beleza não seja onde eu more e trabalhe".

Responder

maria em 07/11/2012 - 21h24 comentou:

lindo!

Responder

Messias Macedo em 07/11/2012 - 21h38 comentou:

ACM NETO NÃO SERÁ UM BOM PREFEITO
Por Cynara Menezes
Em http://www.socialistamorena.com.br/acm-neto-nao-s
Publicado em 7 de novembro de 2012
#######################################

LÁ VEM O PITACO DO MATUTO ‘BANANIENSE’!

Prezada jornalista Cynara Menezes, permito-me tecer algumas considerações:

1-[O GOVERNADOR JACQUES WAGNER ELEGEU ACMalvadeza NETO! ENTENDA] Os servidores públicos do Estado da Bahia e, por extensão, os seus familiares foram os responsáveis por entronar o governador [do PT e ex-sindicalista (sic)], na primeira eleição e na reeleição. Uma vez eleito – e reeleito(!) -, simplesmente, o governador do PT traiu estes mesmos funcionários públicos – "e que comeram poeira", fazendo campanha para * 'o Galego'. Algums exemplos de ações perversas, para não dizer 'Malvadas': logo no primeiro ano de governo, baixou um decreto proibindo que os [barnabés] servidores públicos estaduais requeressem o abono pecuniário relativo à venda de 1/3 das férias – impedimento que nem mesmo os carlistas aplicaram!; reajuste salarial para os servidores públicos de acordo com o índice inflacionário do ano anterior, vigorando a partir do mês de março, retroativo a janeiro; mesas de negociações infestadas de cupins(!); majorou a contribuição do PLANSERV – Plano de Saúde e Assistência dos Servidores Públicos do Estado da Bahia; como você discorreu, perplexa: demonstrou uma inabilidade terrível e estúpida ao tratar das greves dos policiais militares e dos professores dos ensinos fundamental e médio…
… Portanto, muitos servidores públicos do estado Bahia votaram com ódio: digitando ‘o 25’ ou abstendo-se ou votando em branco ou votando nulo! PANO RÁPIDO!…
*'Galego' é o cognome utilizado pelo presidente Lula em relação ao amigo Jaques Wagner!

2- segundo as pesquisas de opinião, 'o pior prefeito do Brasil', João Henrique, usou a máquina administrativa municipal no sentido de colaborar com a campanha do neto do 'Tonho Malvadeza'! O mesmo João Henrique reeleito por conta(!), obra e graças (sic) do ex-ministro ['neocoroné'] **Geddel Vieira Lima, utilizando-se de recursos do Ministério da Integração Nacional do governo do presidente Lula… Recursos para a prevenção de enchentes que "foram utilizados no semi- árido dos 'prefeitins' baianos do PMDB!"…
**'o neocoroné' Geddel apoiou o neto do ACMalvadeza, apesar de o ex-ministro do presidente Lula exercer, atualmente, o cargo de vice-presidente… Errou feio que pensou em vice-presidente da TV Bahia do clã Malvadeza e afiliada da Rede Globo! Atualmente, o opositor-mor do PT na Bahia exerce o cargo de vice-presidente da ***CEF! Sim, Caixa, Econômica, Federal! Caixa econômica Federal!… "Pode 'to be'?!"
***durma com um barulho deste e diga que sonhou ouvindo a voz maviosa de Leila Pinheiro [RISOS DO MATUTO!]

3- [Mais] Subsídios para a sua profecia [‘ACM Neto não será um bom prefeito’], relatada no texto acima:

ACM Neto diz que consultoria trabalhará 'de forma voluntária'
O prefeito eleito ACM Neto (DEM) afirmou que a consultoria norte-americana McKinsey trabalhará “de maneira voluntária” na elaboração da reforma administrativa que ele pretende, com o apoio do atual gestor, João Henrique, enviar à Câmara Municipal ainda este ano para votação. (…)
CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia
Quarta, 07 de Novembro de 2012 – 07:58

Responder

Faní em 07/11/2012 - 21h40 comentou:

Pois é, concordo com você, ACM NETO não tem como ser um bom prefeito, suas origens não permitirão… Ele já deu uma pista agora na votação dos royaltes do petróleo. Eu só sinto pela gente sofrida que é quem irá se lascar nessa história (como sempre).

Responder

Luís Filipe Sigrist em 07/11/2012 - 22h32 comentou:

Cynara… Sou de Americana, interior de São Paulo e moro em Salvador já fazem quatro anos. Não transferi meu título de eleitor, nem justifico. Acompanhei muito atento todo esse processo das eleições aqui na capital baiana. Na véspera das eleições, fiquei "comendo água" na Massaranduba com amigos e a rejeição que vi ao PT de Pelegrino e Wagner era incrível. Infelizmente o governador subestimou duas classes formadoras de opinião: policiais e professores. Vou torcer por Salvador melhor, mesmo que isso signifique a "glória" de ACM Neto. Dói no coração ver essa terra maravilhosa tão mal tratada. Dói ouvir de amigos em São Paulo que só se lê notícias ruins referentes a Salvador (como se São Paulo fosse um mar de rosas).

O bom nessas eleições Cynara, foi que Hilton Coelho foi o segundo vereador mais votado em Salvador. Vamos torcer.

Abração

Responder

Messias Macedo em 07/11/2012 - 22h41 comentou:

SEN-SA-CI:)-NAL! SENSACI:)NAL! O ‘CIRCO’ ESTÁ PEGANDO FOGO! A TOTAL DES-M-RA-LI-ZA-ÇÃO DO “supremoTF”! IM-PER-DÍ-VEL! IMPERDÍVEL – E LAPIDAR -, ‘O DOMÍNIO DO FATO’! ENTENDA O :)(!)
http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?&q=mensa

Que país é sete, sô?!…

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Paulo Simões em 08/11/2012 - 03h03 comentou:

Não entendi porque antecipar um mau governo. Não seria melhor dar ao novo prefeito o benefício da dúvida?
Sou de São Paulo, tenho parentes em Salvador mas faz tempo que não vou à cidade. Minha esposa esteve aí recentemente e achou a cidade com muita sujeirabem diferente de tempos atrás quando passeamos por um mês.

Responder

Fabio em 08/11/2012 - 12h58 comentou:

Avaliação de governo tem que ser feita no final do mandato se o lula teve quase 80% de aprovação não quer dizer que todos os petistas vão ser bons, o governo estadual do PT na Bahia deixou muito a desejar teve uma greve policial na vespera do Carnaval que ate hj não ficou esclarescida, nem sei que fim deu com o "mentor intelectual da greve" sei lá se o cara foi preso ou continua recebendo salário em casa , aqui em Sâo Paulo o Serra comprovou ser um pessimo administrador , conseguiu desmontar e quebrar tudo que o antecessor havia feito isto porque os dois eram do mesmo partido. E asim vai , quando se analisa numeros , atendimentos e melhorias fica mais fácil, se bem com o historico familiar do "playmobil" fica dificil.

Responder

    Bruno Matos em 09/11/2012 - 20h50 comentou:

    O mentor da greve, o Soldado Prisco, foi eleito pra vereador de Salvador, em 4º lugar.

mmagnesio em 08/11/2012 - 14h20 comentou:

ACM Neto não vai ser um bom Prefeito, isso é óbvio. Como o Avô sempre foi pésimo administrador, pros pobres. Sabe pq? Pq é racista, homofóbico e flerta com o fascismo quando é preciso conter a massa enfurecida. Quem deu a prefeitura de Salvador pra ACM foi Wagner. Assim comoo quem deu a prefeitura de SP pra o PT foi Serra e Kassab com uma péssima adminstração. É óbvio que Haddad vai fazer uma ótima gestão. Assim como Marta fez, e Erundina idem. Mas fazer a cidade funcionar pros menos favorecidos pode não ser uma bos gestão pra muita gente…

Lembrei de umas fotos que fiz no verão passado em Salvador, em Stella-maris.
http://instagram.com/p/KF0ZY1DWWo/
http://instagram.com/p/KFzjAQjWWa/

bjo, belo artigo!
Maneco

Responder

    Fernando Oliveira em 09/11/2012 - 03h57 comentou:

    Já tem vereador da atual legislatura ajudando Haddad. O candidato prometeu o fim da taxa de inspeção veicular. O prefeito eleito disse que a proposta ficaria para 2.014 porque a tramitação da lei na Câmara é demorada. Um vereador atual apresentou projeto eliminando a taxa só para colaborar com o futuro prefeito que nem agradeceu. Que falta de educação!!!

Adriano Rodrigues em 08/11/2012 - 14h20 comentou:

Perdoe-me a colunista responsável pela matéria… mas, daqui, de Salvador, você não entende mesmo de nada! Lembrar do passado assim tão preconceituosamente sem enxergar a real necessidade do povo Soteropolitano. O PT afundará em tristeza pelos tantos pecados cometidos contra a nação, em apenas 8 anos de gestão Federal a desgraça por tamanha corrupção. O PT ACABOU! Coitado do povo Paulistano. Esses sim irão sofrer! Ao retornar a Salvador procure conversar com o povo de norte a sul da cidade dai então entenderá que essa desavença contra ACM é histórica, desgovernos sempre existirão, mas, a de se louvar a quem realmente fez pela cidade e pelo Estado da Bahia, já os demais… haja irresponsabilidade!

Responder

Natalia em 08/11/2012 - 19h30 comentou:

Cynara, passei a mesma semana em Salvador, de férias, e me surpreendi com a clareza dos slogans dos candidatos: "para MUDAR Salvador" e "para DEFENDER Salvador". Apesar dos soteropolitanos ainda se orgulharem em votar na família do coronel, o mapa dos votos estava bem claro e delimitado: Pelegrino ganhava na periferia, Neto ganhava nos bairros ricos.

Pelo que percebi, o preparo da vida inteira de ACM Neto levou a melhor sobre a falta de carisma do candidato petista, em que ainda pesava as falhas de governo de Wagner, mesmo com apoio de Lula e Dilma. Para penetrar na capital do estado onde os Magalhães são tão adorados e motivo de tanto orgulho, só mesmo com muita conjuntura a favor.
Mas acho no mínimo estranho que a cidade tenha eleito Lula e Dilma (eles ganharam na capital) jamais tenha escolhido um candidato petista na história. Como explicar?

Responder

Paulo Simões em 09/11/2012 - 03h51 comentou:

Haddad eleito chegou a hora de pagar a fatura. Chalita deve ganhar um ministério por apoiar Haddad no segundo turno e o PSD ganha outro por Kassab apoiar Serra desde o primeiro turno. Campanha terminou devedora. Dizem os jornais " que o PT de São Paulo intensificou as negociações com empresários em busca de recursos para cobrir o rombo estimado em R$ 30 milhões da campanha de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo. Com a vitória nas urnas, a cúpula petista acena ao setor produtivo para reduzir a dívida eleitoral até o fim do mês". Como empresário paulista é bonzinho!!!

Responder

Fernando Oliveira em 09/11/2012 - 22h05 comentou:

Boa gestão de Erundina e Marta? Em que prefeitura? Em São Paulo, não foi. Erundina até que tentou, foi muito esforçada. Mas não teve apoio do seu partido, nem dos vereadores, brigou com seu vice. Era a primeira prefeita do PT na cidade, sofreu bastante e perdeu apoio popular. Talvez tenha sido a prefeita mais honesta que já passou em terras paulistanas, não fazia conchavos e acordos espúrios. Hoje mais madura, melhor administradora seria uma boa promessa para a cidade mas o PT a rejeita. Agora ela está no PSB. Quem sabe com o crescimento deste partido Erundina tenha uma nova chance para ser prefeita. SP, inexplicavelmente, teve poucos prefeitos nascidos no Nordeste, mesmo tendo grande parte da sua população vinda desta região. Tá na hora de corrigir esta falha. _Marta fez uma coisa boa: os CEUS e muita coisa ruim inclusive escola de lata. No final da sua gestão choveu muito em SP, parte da av. 9 de Julho afundou, vários pontos da cidade ficaram alagados e ela estava em férias, passeando na Europa. Temos depois, seu vice, Helio Bicudo, que assumira a Prefeitura deu uma entrevista em que afirma: "….. E, em dezembro de 2004, já no fim do governo, quando assumi interinamente a prefeitura e houve uma chuva muito forte, com graves prejuízos à população, pude verificar que os serviços públicos estavam totalmente omissos. Convoquei uma reunião do secretariado e apareceram dois ou três. Para mim foi uma experiência extremamente negativa."

Responder

Maria Luiza Vieira em 12/11/2012 - 21h07 comentou:

Cynara, a nossa Salvador tem sofrido demais. Creio que a vantagem que o AcmNeto ganhou foi em razão da antipatia que o povo desenvolveu por Wagner em razão da greve dos professores e rstro da greve dos policiais. Me pego sempre pensando: "os professores e os policiais deram essa vitória ao neto do grande feitor da Bahia", mas, acho que não foi só isso. Foi um conjunto de fatores. Entre eles a escolha do candidato do PT nada carismático. Outra: o julgamento do mensalão que repercute ainda. Domingo estava a conversar com um jovem na Farmácia São Paulo, na Av. Manoel Dias e perguntei-lhe em quem votou. Ele disse alegremente: AcmNeto. Retruquei com educação que era um retrocesso, que o pai avô dele fora um homem sem medidas, capitaneou a Bahia e ele respondeu: "mas ele não pode ser igual ao avô". Calei-me. Estava a ouvir a base de minha cidade. Ela votou no menos pior ( ou assim pensou). Com raiva das greves e do mensalão tão alardeado pela Globo para prejudicar o PT. Eu nunca votei no DEM ou PSDB, mas nunca vi um ano onde pessoas da minha família declarassem seus votos no neto do ditador baiano. Diziam-se enganadas. Mal sabem que abriram a caixa de pandora. Queria Deus que assim não seja e que eu esteja exagerando. Não creio em nenhum governo onde as medidas passam pelo loteamento da coisa pública. Gostei de sua reflexão Cynara. Pobre minha Salvador!

Responder

AXIOMA em 13/11/2012 - 00h35 comentou:

Amiga o camarada nem assumiu você já está afirmando como vai ser ou deixar de ser o governo do prefeito eleito

Continue assim daqui a pouco com as suas previsões você vai ficar mais famosa que Aritana de Oxóssi

Responder

Rodolfo em 05/04/2019 - 17h37 comentou:

Prefeito reeleito e admirado !

Quem escreveu não conhece nada sobre governar uma cidade.

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Beleza africana: as fotos de Holanda Cavalcanti + a música de NGola Ritmos


Nos últimos 18 anos, a fotógrafa Holanda Cavalcanti tem aproveitado as inúmeras idas e vindas ao continente africano a trabalho, como fotógrafa da revista da Odebrecht, para retratar a beleza de crianças e adultos nas ruas de…

Cultura

Mini-guia Socialista Morena de esquerdismo caviar: mercados


Dicas de mercados públicos no Brasil e no exterior para visitar