Socialista Morena

Cultura


07 de fevereiro de 2017, 16h38

As letras que Woody Guthrie, ídolo de Bob Dylan, fez sobre o império racista dos Trump

Como o pai do presidente dos Estados Unidos construiu um império imobiliário discriminando negros. Nos anos 1970, o Departamento de Justiça do país chegou a investigar os Trump por "conduta racialmente discriminatória"

29 de janeiro de 2017, 12h58

Três docs para entender a diferença entre grafite e pichação (e respeitar ambos)

Vi muita gente expondo ignorância nas redes para defender o vandalismo do prefeito João Doria Jr. contra a arte de rua em São Paulo, ao transformar muros grafitados em cinza. Para poder opinar, estas pessoas pelo menos deveriam saber a diferença entre pichação e grafite, não? Pensando em ajudá-las a entender melhor o mundo que […]

27 de janeiro de 2017, 14h07

Mini-guia Socialista Morena de esquerdismo caviar: mercados

Tem gente que ama shopping, eu adoro mercados. Toda vez que chego a uma cidade, faço questão de conhecer o mercado municipal. Aquela profusão de frutas, verduras, peixes, carnes, ervas, artesanato, causa um estranho efeito calmante sobre mim. Me diverte e enriquece conversar com os donos das bancas, com a freguesia, e também comprar produtos […]

16 de dezembro de 2016, 19h02

Sendero Luminoso: uma guerra sem heróis

A trajetória do Sendero Luminoso no Peru é uma daquelas páginas da História que costumam causar embaraço às pessoas de esquerda: facínoras que usaram o nome do comunismo –no caso, o maoísmo– para promover carnificinas e oprimir o povo. Uma das características em comum a estes movimentos ou regimes supostamente comunistas (na verdade totalitários) é […]

12 de dezembro de 2016, 17h13

Glenn Greenwald: “Snowden é a pessoa mais feliz que eu conheço na vida”

Para um repórter brasileiro, o filme Snowden, de Oliver Stone, em cartaz nos cinemas, traz uma sensação a mais: uma pontinha de inveja causada pelo fato de que estamos, há décadas, praticando um jornalismo chinfrim por aqui. Ver na tela grande Glenn Greenwald, a documentarista Laura Poitras e o chefe do escritório em Washington do […]

06 de dezembro de 2016, 20h31

Dicas literárias para um Natal vermelho (quinta edição)

É batata: como todo ano tem Natal, todo ano também tem a lista de livros e HQs do Socialista Morena! Porque se é para gastar dinheiro nesta época do ano, que se gaste com livros. Confira aqui, aqui, aqui e aqui as listas dos anos anteriores. Você encontra outras dicas literárias do blog também na tag #literatura. […]

29 de novembro de 2016, 18h13

Manuela Carmena, prefeita de Madri: a política tem que ser ocasional, não uma carreira

Por Lucas Rohan, de Lisboa No início do ano, a prefeita da capital espanhola, da coligação de esquerda Ahora Madrid, causou o maior rebuliço ao revolucionar a tradicional Cavalgada de Reis, a grande data infantil do país. São os reis magos, e não o papai Noel, que entregam os presentes às crianças por lá. Pois […]

28 de novembro de 2016, 18h34

Los Barbudos e a partida de beisebol mais comunista da História

Reza a lenda que, se tivesse sido contratado pelos Washington Senators aos 15 anos, Fidel Castro teria se tornado um astro do beisebol e sua vida seria outra. Um “olheiro”, Joe Cambria, teria visto o adolescente Fidel jogar em Havana e, impressionado com a “bola de curva” (curveball) do arremessador, o convidara para jogar profissionalmente […]

27 de novembro de 2016, 18h49

Esquerdismo caviar: Água de Valencia

Gente, que bebida boa! Bonita, refrescante, saborosa… Ideal para o verão. É das mais perigosas possíveis: parece suquinho, você vai bebendo e… quando viu, já era. Vi em Os Amantes Passageiros, de Pedro Almodóvar, o filme mais deliciosamente gay que assisti recentemente (está no Netflix). No filme diz que é um coquetel que fazia muito […]

26 de novembro de 2016, 15h06

Morre Fidel, o penúltimo de uma geração que ensinou ao mundo que era possível se rebelar

Não sou fã incondicional de Fidel Castro. Consigo ver seus erros e admirá-lo pelos seus acertos. Fidel foi uma das figuras históricas mais importantes de todos os tempos. Com ele, se vai o penúltimo de uma geração que ensinou ao mundo que era possível se rebelar contra o sistema, que era possível não ficar calado, […]

14 de novembro de 2016, 15h40

Ode ao burguês: parece PSTU, mas é Mário de Andrade

Quando, na Semana de Arte Moderna de 1922, Mário de Andrade (1893-1945) declamou o poema Ode ao Burguês, os industriais e cafeicultores da época se sentiram insultados. O poeta chegou a ser vaiado pelos convidados, alguns dos quais tinham contribuído financeiramente para a realização da semana e não engoliram a crítica. Reparem que as palavras […]

06 de novembro de 2016, 12h50

Trotsky: a revolução começa na escola

Vocês acreditam em sincronicidade? Eu acredito muito. E eis que estava pesquisando no youtube uns filminhos para a seção Cine Morena do blog, quando me deparo com esta comédia canadense de 2009, cujo título parece incrivelmente profético no Brasil atual. É a hilária vida do garoto Leon Bronstein, de 17 anos, no último ano do […]

17 de outubro de 2016, 16h30

O que a esquerda, esquerda de verdade, faria contra a crise? Por José Carlos Peliano

Criticamos a PEC 241 e o modelo de austeridade adotado pelo governo ilegítimo de Michel Temer. Em nossa opinião, este modelo é ultrapassado, não funcionou na Europa e prejudica justamente as camadas mais pobres da população. Mas o que faríamos em vez disso, se um projeto de esquerda, esquerda mesmo, estivesse no poder, com apoio […]

14 de outubro de 2016, 18h23

Os pais dos desenhos animados são quase todos idiotas –mas os homens nem ligam

Se tem uma coisa que me intriga é como não incomoda os homens que praticamente todos os pais dos desenhos animados sejam completos imbecis. Imaginem se fizessem isso com as mulheres: se todas as mães dos desenhos que nossos filhos assistem fossem burras, preguiçosas, desastradas e inúteis. Ia ser uma gritaria danada das feministas, com […]

11 de outubro de 2016, 16h49

Viagem à Transnistria, o país que não existe –mas é a última “província soviética”

No livro O Púcaro Búlgaro, o romancista mineiro Campos de Carvalho (1916-1998) conta a história de uma cômica expedição à Bulgária –como tentativa de “provar” que o país, na verdade, não existe. A narrativa surreal, publicada pela primeira vez em 1964 e considerada um clássico da literatura brasileira, só errou de lugar. Existe um país que […]