Socialista Morena
Politik

Esquerda, volver

Dizer-se de esquerda é ser de esquerda? Candidato favorito à prefeitura de Palmas (TO), o colombiano naturalizado brasileiro Carlos Amastha, do PP, se define como “um empresário de esquerda”. A prova? “Lia Marx em casa no café, almoço e no jantar”, gaba-se Amastha, o quarto candidato mais rico do País, com patrimônio de 18 milhões […]

(foto: divulgação)
Cynara Menezes
25 de setembro de 2012, 18h58

(foto: divulgação)

Dizer-se de esquerda é ser de esquerda? Candidato favorito à prefeitura de Palmas (TO), o colombiano naturalizado brasileiro Carlos Amastha, do PP, se define como “um empresário de esquerda”. A prova? “Lia Marx em casa no café, almoço e no jantar”, gaba-se Amastha, o quarto candidato mais rico do País, com patrimônio de 18 milhões de reais.”Tenho culpa de ter acumulado um patrimônio?”

Qual o problema de ser rico e ser de esquerda? Para mim nenhum, desde que o dinheiro não seja a coisa mais importante da vida para a pessoa. Não acredito em quem se diz de esquerda e enriquece de uma hora para outra não se sabe como –fazendo “consultorias”, por exemplo. Não estou dizendo que este é o caso do prefeiturável do PP, mas é bom lembrar que este é o partido de Paulo Maluf, não exatamente um “socialista”. Uai, Lula não se aliou com Maluf? Bem, Lula disse uma vez que nunca foi de esquerda, né? Mas se fazer aliança com Maluf já é ruim, imagina pertencer ao mesmo partido que ele…

Além de ser do PP, o braço direito do “esquerdista” de Tocantins é um ex-senador do DEM. Não sei quanto ao povo de Palmas, mas eu duvidaria de alguém que se diz de esquerda, mas anda de braços dados com um partido que já se chamou Arena e apoiou a ditadura militar no Brasil.

Leia a matéria completa sobre Carlos Amastha que saiu na Folha de S.Paulo.


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(6) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Dani Braga em 25/09/2012 - 20h05 comentou:

Achei o Blog super bacana Cynara! Acompanho faz algum tempo seu trabalho na Carta Capital e gostei de poder ter um espaço como esse para ter mais contato com seus textos/idéias. Parabéns 🙂

Responder

Toni em 25/09/2012 - 21h04 comentou:

Seu blog está supimpa! Quanto ao "ser de esquerda" você conhece o texto do Ariano Suassuna discutindo essa questão? Compensa o passar de olhos com atenção.

Responder

nandosaoluiz em 27/09/2012 - 19h00 comentou:

Morena Socialista, um esquerdista no PP é tão estranho quanto um gato de botas caminhando sobre uma corda bamba entre as duas torres do planalto…

Responder

mineiro em 13/01/2013 - 13h13 comentou:

nada ja é direita infelizmente a muito tempo. ela nos traiu , traiu sua historia , traiu os movimentos sociais , o povo , para unir a midia golpista. espero que ela volte atras e tome as redeas que esta nas maos da elite burguesa golpista , o pig maldito , do pmdb e do lado tucano do pt. sao todos traidores , so de nao lutar contra esses meios de incomunicaçao , pra min ja é covarde e traidor. tomara que ela mude , mas no momento ela é de direita . mas tambem ser dessa esquerda ultrapassada tambem , é pior do que ser de direita. ela tem tomar as redeas do governo e fim de papo.

Responder

Natana em 13/05/2013 - 19h54 comentou:

Senhores e senhoras jornalistas, "DE Tocantins" NÃO. "DO Tocantins" SIM.

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

História: o “centrão” que apoia Alckmin nunca foi centrão e sim “direitão”


Ao contrário do que diz a mídia, seja como "centrão" na época da Constituinte ou "como blocão" na era Dilma, grupo sempre foi de direita

Politik

O maior resultado da campanha anti-PT: nasce a república teocrática do Rio de Janeiro


Já há algum tempo venho alertando que, enquanto reclamam do Fla-Flu entre PT e PSDB, a direita mais retrógrada corre por fora e cresce como força política. Nesta eleição para prefeito, os fundamentalistas religiosos conquistaram…