Socialista Morena
Cyberia

Nova enquete: é possível ser filhinho de papai e não ser reaça?

Por causa do post dos roqueiros reaças, muita gente me pergunta: –Mas, Cynara, não é preconceito de classe de sua parte? Só porque a pessoa é rica tem que ser reacionária? Vejam bem: toda regra tem exceção. Mas não é natural que os filhos de determinada classe defendam os privilégios de sua própria classe? Assim […]

Cynara Menezes
29 de maio de 2013, 19h21

(Veruca “Eu quero agora!” Salt, de A Fantástica Fábrica de Chocolate, 1971)

Por causa do post dos roqueiros reaças, muita gente me pergunta:

–Mas, Cynara, não é preconceito de classe de sua parte? Só porque a pessoa é rica tem que ser reacionária?

Vejam bem: toda regra tem exceção. Mas não é natural que os filhos de determinada classe defendam os privilégios de sua própria classe? Assim como as pessoas oriundas das classes mais baixas deveriam ser as que mais lutam por seus direitos, ou não é? Todos sabemos, porém, que nem sempre é assim. Nem sempre, mas quase sempre. Identificação de classe é algo inerente ao ser humano, ou pelo menos às sociedades capitalistas em que vivemos e que tantos defendem, menos na hora da… luta de classes. Não é engraçado?

Bem, respondam à enquete aí ao lado para eu ver como vocês pensam o assunto. Os comentários podem ser postados abaixo.

E aproveitem para rever a cena da insuportável Veruca:


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(29) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Rafael em 29/05/2013 - 19h30 comentou:

É possível ser de esquerda sem ser esquerdiota?

Responder

    nubiaolivv em 29/05/2013 - 19h46 comentou:

    Sim, é possível. Mas difícil mesmo é ser direita sem ser idiota. Nunca conheci um exemplar assim.

    Adriano Pereira em 29/05/2013 - 21h20 comentou:

    Ola Rafael, voce tem certeza que essa resposta e' o maximo que voce pode chegar pra defender a sua posicao de filhinho de papai fascista?

    Mike Neris em 29/05/2013 - 23h56 comentou:

    A esquerda (infelizmente) não tem nada de idiota… não dá pra chamar de idiota essas pessoas que arrastam boiadas pras suas ideias e as fazem acreditar piamente nessas bobagens (provadas uma soma de erros). Os idiotas compõem a patuleia, a bucha de canhão. Os "cabeças" da revolução? Estão muito bem, obrigado, e de idiotas, não tem nada…

Rafael em 29/05/2013 - 19h32 comentou:

É possível a um esquerdista ouvir uma opinião divergente sem rotular de "reaça"?

Responder

    Rafael em 29/05/2013 - 20h46 comentou:

    Sim, mas não é possível ser de direita e ver algo além de capitalismo x comunismo à la guerra fria. Não sei se é a moda vintage ou poucas aulas de história.

Leonardo em 29/05/2013 - 19h33 comentou:

Apesar de saber que socialismo não existe mais,suas ideias são bem consistentes.Abçs

Responder

Jorge em 29/05/2013 - 19h37 comentou:

Fui criado em família de classe média e sempre estudei em colégio particular
e pelo meu avô,ou seja,valores bem conservadores mas ao estudar Psicologia Sócio-Histórica na facul
comecei a estudar Marxismo
antes disso não tinha uma posição política definida(pra muitos isso me tornaria reaça mas era ignorancia política mesmo)
PS:tem muita gente que ainda me diz "como você é de esquerda se vem de familia boa de vida e não ta trabalhando?"

Responder

Daniela em 29/05/2013 - 19h42 comentou:

Eu acredito que é possível, tão possível quanto os pobres que são reacionários! HUSAUHSHUAHUSUH é de dar dó, mas existe né =/

Responder

    Hombre em 31/05/2013 - 03h45 comentou:

    Toda regra tem exceção, exceto esta.

Adriano Pereira em 29/05/2013 - 19h49 comentou:

Sim e' possivel que filhos de familias Ricas nao sejam reacionarios. Temos muitos exemplos de famosos como Chico Buarque, Nara Leao entre outros. Mas e' necessario que tenham educacao de qualidade e acesso a informacao que a grande maioria das familias ricas nem sequer sabem que existe. O oposto tambem acontece, pessoas de familia meio pobre, pobre e muito pobre serem reacas. O Leonardo e o Rafael logo acima, devem ser exemplos claros disso.

Responder

DgSrtrt em 29/05/2013 - 19h56 comentou:

Qual é a definição de "filhinho de papai" válida pra esta discussão? Já vi os critérios variarem horrores, para efeito de debate, dependendo dos participantes.

Responder

marcia mendes em 29/05/2013 - 20h06 comentou:

Os brasileiros – há exceções claro – são muito afeitos a pequenos, médios e grandes privilégios absurdos.
Pessoas demonstrando um genuíno senso de justiça são raríssimas , na tal ”elite“ brasileira, uma vergonha
nacional e campeã da hipocrisia

Responder

Adriano Oliveira em 29/05/2013 - 23h33 comentou:

Acredito que seja muito difícil (eu particularmente não conheço), quanto mais dinheiro, menos se importam com política e mais descem a lenha… criticar por criticar é muito fácil, difícil é ter ideias e defender um ponto de vista de uma maneira consistente e não cair em uma falácia pueril.

Responder

Daniel em 29/05/2013 - 23h45 comentou:

Grandes mentes da esquerda vieram de famílias ricas, inclusive Engels. Por isso, eu diria que a classe social é um condicionante, mas não é determinante na ideologia de uma pessoa

Responder

Exoman em 30/05/2013 - 00h10 comentou:

Eu e a professora Milena temos nojo dessa classe média segregacionista.

Responder

Garoto do Brazil em 30/05/2013 - 01h30 comentou:

“Assim como as pessoas oriundas das classes mais baixas deveriam ser as que mais lutam por seus direitos, ou não é? Todos sabemos, porém, que nem sempre é assim. Nem sempre, mas quase sempre. Identificação de classe é algo inerente ao ser humano, ou pelo menos às sociedades capitalistas em que vivemos e que tantos defendem, menos na hora da… luta de classes.”

Fosse isso Verdade Absoluta, partidos de direita, não-socialistas e/ou anti-marxistas jamais conseguiriam formar governos majoritários em países democráticos…

Responder

Júlio Canhada em 30/05/2013 - 13h50 comentou:

Acredito que a classe social não determina absolutamente a posição política de ninguém. Isso não significa que a origem de classe não coloque limitações para a politização de alguém que nasceu rico ou pobre.
Sinceramente, acho a enquete ruim, porque ela dá a entender que seria possível pensar que alguém nasce 'de direita' ou 'de esquerda'. Ser de esquerda não significa justamente saber transformar-se e transformar suas posições políticas sempre que a situação exigir?

Responder

matinta em 30/05/2013 - 16h49 comentou:

penso que e (vejo que) nessa coisa de ser reaça, tem o lance de indentidade: por exemplo, a classe média (creio que em qq parte do mundo) tem uma identidade de valores com a classe rica, com os patrões, e por aí vai. Existem tb as épocas, de maior agitação revolucionaria, os nossos jovens guerrileiros brasileiros, que morreram, ou comeram o pão que o diabo amassou mesmo sendo de classe média, ou ricos. Largam o conforto em troca do inferno da clandestinidade, por um ideal… Penso também que qd se debate questões coletivas (que creio seja o caso) usar exemplos de individuos (que claro, é o que vem primeiro na nossa cabeça) não dá muito certo… Acaba lenvando o debate pra uma sinuca de bico. Pra conversamos sobre o coletivo, vamos tentar entendender os fenomenos em massa, coletivos, sem abordar exemplos de individuos… O que não explicaria a parada… (copiei colei do face… que cara de pau!!)

Responder

Renato Nunes em 31/05/2013 - 14h36 comentou:

Claro que tem. Dá uma passada nas Unifederais, nos turnos matutino e vespertino (horário de quem não precisa trabalhar) que vc vai encontrar um monte de esquerdiotas, atrofiados cerebrais seguidores do pensamento único…. Coisa que essa "socialista morena" ignorante, burra e ególatra (como a maioria dos merdas do jornalista brasileiro) não percebe que é o que existe de mais reacionário no campo ideológico. Mas, enfim, a socialista morena pelo menos fatura com esse marketing….

Responder

    cipo de arueira em 01/06/2013 - 06h46 comentou:

    comentario re-aça 1…


    Lys Oliveira em 31/10/2013 - 17h13 comentou:

    Demonstrativo de grosseria, falta de educação e infelicidade. Aqui também tem espaço a quem deseja vomitar todos os seus venenos para se sentir aliviado.

Natália em 31/05/2013 - 18h10 comentou:

Sou filihnha de papai e de esquerda! Mas minha família sempre foi exceção nos lugares em que convive. É só olhar os mapas de pesquisa elitoral em véspera de eleição: no gráfico da boca de urna, as periferias se pintam de vermelho e, os centro, de azul.

Responder

Esquerda, VOLVER em 01/06/2013 - 01h17 comentou:

VEJAM BEM….Meus Deus, aonde essa menina se-formou-se?

Responder

cipo de aroeira em 01/06/2013 - 06h51 comentou:

E Engels? Era de uma classe abastada.
Nos tempos de orkut vi uma foto d um negro com uma suastica tatuada no peito, no google imagens tem.

Reacionario ta mais ligado a ignorancia do que grau de classe, assim como quem tem pouca grana pode ser educado e culto.

Ser de esquerda eh elevado grau (r)evolucionario!!! Ernesto jah dizia……

Responder

paulo em 07/10/2013 - 17h45 comentou:

O termo "Filinho de papai", significa que aquela pessoa é filha de pais de classe média alta ou alta.
Conheço muitos. pois a cabeça deles já pe feita desde pequeninos. São muito raros os não reaça
Abraços

Responder

Elizonete Moura em 30/10/2013 - 10h08 comentou:

Sim.Quem é Eduardo Suplicy? O que representa a família Matarazzo para São Paulo?

Responder

jau em 13/11/2013 - 01h50 comentou:

Leio teu blog pela primeira vez. Parabéns pelo debate de ideias que promove aqui – mesmo você sendo totalmente parcial pra um dos lados… enfim.

Acredito que existem muitas pessoas que se enquadram entre esquerda e direita, e é aí que a mudança de ponto de vista geralmente acontece. Eu, por exemplo. Família pobre; os primeiros contatos com a política foram nos últimos anos de univesidade (paga pelo ProUni) e de lá para cá trabalhei com ambos os "lados" (o PT está cada vez mais PSDB, e vice e versa). Era totalmente revolucionário mas, hoje, já tenho o pé atrás com algumas ideias esquerdistas. Sim, acredito ser possível.

Responder

Erzulie Medusa Byron em 13/11/2013 - 16h36 comentou:

"Mas não é natural que os filhos de determinada classe defendam os privilégios de sua própria classe? "

Não pq "classe" não é um fenômeno natural e sim um conceito inventado por uns autores ai do século XIX, 😛

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Freak show: as novas aberrações


Em 1932, o cineasta Tod Browning (1880-1962) causou escândalo em Hollywood ao lançar o filme Freaks, hoje um clássico. Para criticar um costume horrível da época, de exibir pessoas com deformidades em shows e circos,…

Politik

Casa Grande: senadora Ana Amélia defende chicote contra apoiadores de Lula


Criticada, a senadora disse em entrevista nesta segunda-feira que "levantar o rebenque não é um ato violento"