Para que serve a sociologia?

operariostarsila

(Operários, de Tarsila do Amaral, 1933)

*Uma parceria da FESPSP com o blog

Em setembro de 2015, foi noticiado que o governo do Japão teria mandado extinguir, gradativamente, os cursos de ciências humanas no país. Polêmica nas redes. De nada valeu o desmentido do ministro da educação japonês: de um lado, a esquerda lamentava, claro; do outro, a direita comemorava o fim das Humanidades como se elas fossem a razão dos problemas na Terra.

Como se não pensar nos problemas –grande tarefa das Ciências Humanas– fosse operar a mágica de fazê-los desaparecer. Esta é uma ilusão, aliás, generalizada atualmente. Quantas vezes a gente ouviu que, se as pessoas não denunciassem tanto o racismo, ele não existiria? A esquerda também é frequentemente acusada de “inventar” a luta de classes…

Virou moda, na internet, ironizar as pessoas de humanas, que são o alvo favorito de memes e piadas como se fossem aquele primo “exótico” e “perdedor” que vive no mundo da lua, quando é exatamente o contrário. As “pessoas de humanas” se preocupam o tempo inteiro com o mundo e para onde ele vai. Ainda mais nesta época em que vivemos. Tempos sombrios.

Falam como se só gente de exatas fosse necessária ao planeta. Mas sem gente de humanas seria o mesmo que ter um mundo onde só existissem automóveis, estradas, edifícios… Viraríamos robôs. As pessoas de humanas são a alma do mundo. Ou melhor: as pessoas de humanas explicam a alma do mundo. Decifram. E o que é mais importante: conscientizam as pessoas sobre o que está acontecendo ao nosso redor. Não vão ser as pessoas de exatas que irão fazer isso, né?

São as ciências humanas, em particular a sociologia, que ajudam a explicar, a nos dar olhos para enxergar a atualidade com clareza. Os sociólogos colocam a humanidade no divã. Repensam. Plantam dúvidas. Evitam que sigamos do nascimento à morte, como gado, sem questionar nada.

É por isso que atacam tanto as pessoas de humanas. Estão até querendo tirar filosofia e sociologia do currículo do ensino médio! Para quê? Para impedir que a sociedade seja conscientizada sobre as ameaças aos direitos humanos, dos trabalhadores, dos mais pobres. Para que aceite tudo sem questionar. Faz parte do projeto conservador de “escola sem partido”, na verdade “escola sem cérebro”.

Os pensadores são tão vitais à humanidade quanto os engenheiros, arquitetos, economistas… Sem eles, nos tornaríamos cada vez mais pobres, em todos os sentidos.

***

Se você pensa em estudar sociologia, tem uma faculdade em São Paulo muito bacana, a FESPSP, por onde passou gente que admiro e me inspira muito, grandes pensadores brasileiros: Sergio Buarque de Holanda, Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes…

As inscrições para o curso de sociologia e política estão abertas. O próximo vestibular da FESPSP acontece dia 22/01, mas você também pode agendar a sua prova. Inscreva-se aqui. Há descontos para os associados às instituições conveniadas e para seus dependentes. São mais de 100 instituições conveniadas. Mais informações aqui.

 

 

 

Leia também  A mais terrível de nossas heranças - Darcy Ribeiro

O Socialista Morena é um blog de jornalismo independente. Se você quiser contribuir financeiramente, doe ou assine. Quanto mais colaborações, mais reportagens exclusivas. Obrigada!!

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Ou, você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência 3310
Conta Corrente 23023-7

Publicado em 11 de janeiro de 2017