Socialista Morena
Politik

Procuram-se jornalistas (e leitores dispostos a patrociná-los)

Enquanto o novo site não fica pronto, o blog já está testando uma experiência inteiramente nova: o patrocínio direto de reportagens pelos leitores. Já pagamos, com sucesso, uma tradução, uma ilustração e agora está no ar a primeira reportagem dentro do sistema de “vaquinha posterior”, uma matéria sobre como a imprensa brasileira ajudou a prolongar […]

Cynara Menezes
07 de março de 2017, 20h13
jejum

(Rosalind Russell e Cary Grant em Jejum de Amor, 1940)

Enquanto o novo site não fica pronto, o blog já está testando uma experiência inteiramente nova: o patrocínio direto de reportagens pelos leitores. Já pagamos, com sucesso, uma tradução, uma ilustração e agora está no ar a primeira reportagem dentro do sistema de “vaquinha posterior”, uma matéria sobre como a imprensa brasileira ajudou a prolongar em 20 anos o tráfico de escravos no Brasil, de autoria do repórter Charles Nisz.

Por que a ideia da vaquinha posterior? Porque há, em minha opinião, um problema fundamental no crowdfunding, que é a arrecadação de recursos antes da reportagem ser feita: para que isso aconteça, é preciso revelar qual será o tema abordado. Isso é muito complicado em jornalismo, porque tira a surpresa e você corre o risco de alguém roubar sua pauta e fazer antes… Portanto, a vaquinha posterior, após a matéria ser publicada, me parece ideal. Não tira a surpresa e é como se a gente passasse o chapéu entre os leitores. Quem gostar, contribui.

Outro fator é que, desde que comecei o blog, sempre tive certo na minha cabeça que não iria querer colaboradores sem pagá-los, como acontece em vários veículos, inclusive da grande mídia. Tem site estrangeiro que cresceu e apareceu sem pagar autores! Não me parece correto nem justo, ainda mais se tratando de um site socialista como este. Bolei, então, este sistema de pagamento ao autor de cada reportagem pelos próprios leitores, algo que é total novidade no meio. Desconfio que o Socialista Morena vai lançar uma tendência… No novo site, estamos estudando um “botão” específico para pagamento dos autores, totalmente independente das assinaturas e das doações ao blog em si.

O site Socialista Morena, uma versão reformulada e ampliada do blog, deverá estar no ar até junho e precisará ampliar seu conteúdo, aumentar o fluxo de textos, que é hoje pequeno porque só há uma autora. O que tenho a oferecer aos jornalistas que quiserem embarcar nesta aventura é audiência. Tenho 90 mil seguidores no twitter e outros 420 mil no facebook. As reportagens terão visibilidade garantida, porque o blog repercute muito nas redes. Os leitores recebem conteúdo de qualidade e contribuem para pagar o colaborador. Me parece uma troca justa para todo mundo e o menos capitalista possível.

Este sistema também permite que o site continue a ser despoluído de publicidade de mau gosto, como infelizmente está acontecendo com todos os veículos digitais. Eu acredito ser possível um modelo inteiramente financiado pelos leitores, com o mínimo possível de propaganda, possibilitando uma página visualmente bonita, limpa. Isso é importante em jornalismo, o visual, e o Socialista Morena sempre prezará pela estética do site. Não ser dependente de anúncios também possibilita independência total em termos editoriais: podemos criticar qualquer empresa sem medo de perder anunciantes, ao contrário da velha mídia.

Por que eu acredito que este modelo pode funcionar? Porque jornalismo de verdade sempre foi bancado pelos leitores, prioritariamente. A receita dos anúncios era mínima no começo dos tempos, depois é que se inverteu ao ponto de os jornais se tornarem totalmente dependentes de, por exemplo, empreiteiras da Lava-Jato. Assinar uma revista ou jornal foi um hábito adquirido ao longo dos anos e que também deu certo. Tenho certeza que, com o tempo, as pessoas se habituarão a assinar suas mídias digitais favoritas. Com uma diferença essencial: quem não paga também lê. O conteúdo do Socialista Morena sempre será aberto a todos. Contribui quem pode e porque quer que o site continue existindo.

Aos jornalistas que se interessarem em escrever para o blog neste sistema, mandem suas pautas para [email protected]

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

O PT derrota a elite (e sua imprensa) pela quarta vez com a força…


O PT não é um partido perfeito, longe disso. O PT cometeu erros. Mas, se fosse derrotada hoje, Dilma Rousseff o seria pelos acertos do PT. Não pelos erros. A elite brasileira e a imprensa…

Mídia

Quais os limites do jornalismo?


Só podia ser na terra onde Rupert Murdoch fez fortuna no jornalismo. E onde, pelo visto, fez escola. Uma repórter da TV inglesa está sendo massacrada pela opinião pública por ter dado aos voluntários que…