Socialista Morena
Politik

Sob influência da mídia e das pesquisas, SP troca petralha moderno por coxinha antiquado

A “locomotiva do país” vai virar maria-fumaça. Sob influência das pesquisas eleitorais, que prejudicaram Fernando Haddad apontando-o como “sem chances” durante a maior parte da campanha, e da pancadaria incessante da mídia sobre o prefeito e seu partido, o PT, os paulistanos elegeram hoje um administrador cujas promessas refletem o que há de mais atrasado […]

Cynara Menezes
02 de outubro de 2016, 20h47

haddadbike

A “locomotiva do país” vai virar maria-fumaça. Sob influência das pesquisas eleitorais, que prejudicaram Fernando Haddad apontando-o como “sem chances” durante a maior parte da campanha, e da pancadaria incessante da mídia sobre o prefeito e seu partido, o PT, os paulistanos elegeram hoje um administrador cujas promessas refletem o que há de mais atrasado no mundo em termos de urbanismo: acabar com as ciclovias e aumentar a velocidade nas ruas da cidade, além de privatizar até mesmo parques públicos.

A maior cidade da América do Sul sentirá nos próximos anos o equívoco da escolha que fez neste domingo. João Doria Jr., o prefeito eleito, vai governar mirando a parcela mais truculenta da população de São Paulo, a que acredita que a prioridade deve ser para os automóveis, para o veículo individual, e não para o transporte coletivo e muito menos para as bicicletas. Já imagino a prefeitura com uma equipe de britadeiras quebrando todas as ciclovias feitas por Haddad nestes quatro anos de administração e que deram outro colorido à cinzenta São Paulo.

Também imagino Doria acabando com o lazer na avenida Paulista aos domingos, que atrai milhares de famílias sedentas por mais espaços de convívio para levar as crianças. E reabrindo aos carros, claro. Enquanto nas maiores capitais do mundo a velocidade dos automóveis foi reduzida, como mostrou esta semana uma reportagem do El Pais, o tucano vai colocar a capital paulista na rota das cidades mais atrasadas do planeta, aumentando a velocidade.

Nova York, por exemplo, reduziu a velocidade nas vias urbanas de 40 km/h para 32 km/h; Paris, Roma e Londres adotam a velocidade de 50 km/h, a mesma que Haddad definiu, uma medida recomendada pela ONU contra acidentes de tráfego e atropelamentos. Por adotar iniciativas como essa, o Wall Street Journal chamou o prefeito de “visionário urbano”. Do que chamará Doria? Qual o contrário de visionário mesmo?

Que mais ideias o “novo” prefeito de São Paulo terá? Proibirá que pedestres andem nas ruas para não atrapalhar os carros? Transformará as ciclovias em pistas exclusivas para Ferraris e Porsches? Cobrará pedágio para bicicletas no Ibirapuera? Tenho medo de imaginar. A população da periferia que porventura tenha se iludido com o baluarte do Cansei! terá ainda mais razões para se arrepender, tenho certeza.

É lamentável que a velha mídia, no afã de derrotar o PT e estimular o ódio à esquerda, esteja abraçando as teses mais reacionárias e antiquadas do mundo para nossas cidades. Não é à toa que voltaram a nosso país nos últimos anos pensamentos tão ultrapassados quanto o elogio à tortura de seres humanos e à ditadura militar, além da caça aos comunistas.

Espero que a eleição deste coxinha do século 19 sirva para abrir os olhos dos brasileiros aonde essa gente quer nos levar. Para o futuro é que não é.

 

##

Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

As boas notícias para a esquerda nesta eleição


1. Apesar dos erros do PT, da perseguição midiática, da ressurreição do macarthismo, da criminalização dos movimentos sociais, não morremos. Queriam nos matar, mas a esquerda não morreu. Estamos vivos, bem vivos. O PT elegeu…

Politik

A volta por baixo de Aécio: sem ter o que falar, tucano apela para…


Por Katia Guimarães* De volta ao Senado após 46 dias afastado, foi preciso um acordo para Aécio Neves (PSDB-MG) se defender da tribuna do plenário. O tucano recebeu o “toque” de assumir uma postura low…