Socialista Morena
Politik

Surreal: PMDB afasta Geddel a pedido e Kátia Abreu por CRITICAR Temer

O caso deixa bem claras as regras do partido: se você for corrupto, só sai se pedir. Mas se denunciar os malfeitos, corre o risco de ser expulso

Você compraria um carro usado dele? Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Cynara Menezes
14 de setembro de 2017, 10h47

Essa foi inédita. O PMDB decidiu afastar o ex-ministro Geddel Vieira Lima da Primeira Secretaria e das funções do partido por 60 dias, mas a pedido do próprio ex-ministro de Michel Temer. E espantosamente afastou pelo mesmo prazo a senadora Katia Abreu apenas por ter sido contra o golpe que arrancou a ex-presidenta Dilma do cargo e por fazer críticas à cúpula do partido.

Vejam bem: Geddel, que está preso desde a semana passada na Papuda porque a Polícia Federal encontrou suas digitais em um apartamento onde estavam malas com 51 milhões de reais, só foi afastado do PMDB porque pediu. Já Katia Abreu, contra quem não pesa nenhuma acusação de ser ladra, foi afastada, segundo Romero Jucá, porque o Conselho de Ética do partido -sim, o PMDB tem um- está analisando o processo de expulsão da senadora por ter criticado a legenda e o presidente ilegítimo, além de ter votado contra matérias que prejudicam o povo brasileiro, como a “reforma” trabalhista.

Já Geddel não enfrenta processo de expulsão alguma por ser corrupto. Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha, outros presidiários do partido, tampouco foram expulsos, assim como o “homem da mala” Rodrigo da Rocha Loures. Pode uma coisa dessas? No twitter, a senadora não deixou por menos e falou que é o PMDB quem tem que provar que não é “uma organização criminosa”, não ela.

O caso de Katia Abreu e Geddel deixa bem claras as regras do partido de Temer: se você for corrupto, só sai se pedir. Mas se denunciar os malfeitos, corre o risco de ser expulso.

 

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(2) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Sergio em 14/09/2017 - 14h18 comentou:

Esse é o PMDB!

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira em 17/09/2017 - 10h13 comentou:

Quadrilha tem “Conselho de Ética”?

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

O povo não consegue derrubar Temer, mas a Globo está conseguindo


O povo detesta Michel Temer, mas foi preciso a emissora dos Marinho entrar na jogada para que os pauzinhos se mexessem contra o presidente da República: o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), relator da denúncia por crime…

Maconha

Legalização da maconha nos EUA reduziu o crime na fronteira com o México


Queda de 13% no crime nos Estados fronteiriços e em outros países indica que a solução para a violência não está na guerra às drogas e sim na legalização