Socialista Morena

literatura


16 de agosto de 2017, 19h21

Mais poesia, por favor

De vez em quando, para alimentar a alma dxs leitorxs, o site trará poemas selecionados de algum/a autor/a brasileiro/a e estrangeiro/a. Porque nem só de pão vive o homem (e a mulher)

06 de junho de 2017, 15h43

Os dez livros que abalaram o mundo

Por Luiz Philippe Torelli* No hoje longínquo e lendário ano de 1968, Nelson Rockfeller, herdeiro de uma das mais ricas e predadoras famílias do mundo, veio ao Brasil em uma das clássicas visitas de “boa vizinhança” à ditadura militar. Os ventos da revolta já estavam assanhando corações e mentes. A guerra do Vietnã exibia a […]

04 de abril de 2017, 23h18

Luther King: de perseguido por ser “comunista” a garoto-propaganda de camiseta reaça

De 1963 até seu assassinato há 49 anos, em 4 de abril de 1968, Martin Luther King Jr. foi perseguido e investigado pelo FBI sob a acusação de ser “comunista” e de ter atividades “antiamericanas”. Ideologicamente situado à esquerda do Partido Democrata, o reverendo King passou a vida tendo que desmentir a todo momento ser […]

19 de fevereiro de 2017, 09h40

Miruna, filha de Genoino: “A grande mídia parecia sentir prazer em nos sufocar”

Entre 1981, o ano em que Miruna nasceu, e 2005, ano em que estourou o escândalo do mensalão, o cearense José Genoino Guimarães Neto foi um político de esquerda respeitado por todo mundo, até mesmo pelos adversários. A partir de 1982, quando foi eleito deputado federal pelo PT pela primeira vez, Genoino se tornaria um […]

06 de dezembro de 2016, 20h31

Dicas literárias para um Natal vermelho (quinta edição)

É batata: como todo ano tem Natal, todo ano também tem a lista de livros e HQs do Socialista Morena! Porque se é para gastar dinheiro nesta época do ano, que se gaste com livros. Confira aqui, aqui, aqui e aqui as listas dos anos anteriores. Você encontra outras dicas literárias do blog também na tag #literatura. […]

14 de novembro de 2016, 15h40

Ode ao burguês: parece PSTU, mas é Mário de Andrade

Quando, na Semana de Arte Moderna de 1922, Mário de Andrade (1893-1945) declamou o poema Ode ao Burguês, os industriais e cafeicultores da época se sentiram insultados. O poeta chegou a ser vaiado pelos convidados, alguns dos quais tinham contribuído financeiramente para a realização da semana e não engoliram a crítica. Reparem que as palavras […]

11 de outubro de 2016, 16h49

Viagem à Transnistria, o país que não existe –mas é a última “província soviética”

No livro O Púcaro Búlgaro, o romancista mineiro Campos de Carvalho (1916-1998) conta a história de uma cômica expedição à Bulgária –como tentativa de “provar” que o país, na verdade, não existe. A narrativa surreal, publicada pela primeira vez em 1964 e considerada um clássico da literatura brasileira, só errou de lugar. Existe um país que […]

14 de setembro de 2016, 11h27

Assistam Aquarius: boicotar obras de arte em função de ideologia é atestado de burrice

  O cantor Chico Buarque é de esquerda. O cantor Lobão defende a tortura. O dramaturgo Nelson Rodrigues apoiou a ditadura militar. O dramaturgo Plinio Marcos foi perseguido pela ditadura. O poeta Ezra Pound era fascista. O poeta e dramaturgo Bertolt Brecht era comunista. O romancista Gabriel García Márquez era socialista. O romancista Mario Vargas-Llosa […]

06 de setembro de 2016, 20h59

Decifrando MOROLAND: uma investigação sobre o “conservadorismo” de Curitiba

(Ilustra exclusiva: Cris Vector) Desde o começo da operação Lava-Jato que a capital do Paraná, Curitiba, está sendo cantada em prosa e verso como “a mais coxinha do país”, “paraíso reaça” e “tucanistão 2”. Para azar dos curitibanos de esquerda, até o apelido de um dos times da cidade, o Coritiba, é, por total coincidência e […]

10 de agosto de 2016, 11h44

Jorge Amado, as mulheres e as flores da Chapada Diamantina

Esta semana completaram-se 15 anos da partida de Jorge Amado, que faria 104 anos hoje. Ex-stalinista, sempre socialista, ateu que “simpatizava” com o candomblé, o baiano Jorge era um grande admirador das mulheres, em sua vida e em sua obra. Mulheres fortes, mestiças, bem brasileiras: Tieta, que vai embora puta e volta rica e poderosa; […]

16 de julho de 2016, 16h13

A escritora e o assassino

Cinco anos atrás, a escritora britânica Helen Bailey estava na praia em Barbados, de férias com o marido John Sinfield, quando ele foi pego pela correnteza e se afogou diante dos olhos dela. Milionária autora de livros infanto-juvenis no Reino Unido, ela se relacionava com Sinfield havia 22 anos, 15 deles casados, e ficou devastada. Para […]

14 de julho de 2016, 11h17

Hector Babenco (1946-2016): “Sou mais o cinema brasileiro, com suas imperfeições, do que o argentino, com seu aburguesamento”

Em homenagem ao grande cineasta argentino naturalizado brasileiro Hector Babenco, falecido hoje aos 70 anos, republico a íntegra da entrevista que saiu menor, editada, na revista VIP em 2007, na época do lançamento de seu filme O Passado, com Gael García Bernal como protagonista. Eu tinha um trauma de haver falado com Babeco ao telefone […]

04 de julho de 2016, 17h03

Modelo esnobe da Flip não serve a um país que lê tão pouco como o Brasil

Conheci de perto a primeira edição da Flip (Festa Literária de Paraty), em 2003, que teve entre os convidados ninguém menos que Eric Hobsbawm. Eu havia sido repórter de Literatura da Folha até o ano anterior, mas não fui como repórter, e sim fazendo um frila na assessoria de imprensa da organização. Achei incrível estar […]

06 de junho de 2016, 18h31

Menos Olavo de Carvalho, mais Vargas Llosa: dicas de leitura para jovens de direita

Eu não tenho absolutamente nada contra as pessoas de direita, juro. Já falei aqui e repito que ser de direita ou de esquerda são apenas formas de ver o mundo e cada um tem a sua. Obviamente não tolero a extrema-direita, mas aí é outro papo. O que me incomoda mesmo no embate com os […]

08 de abril de 2016, 17h19

Nise, o gato e eu. Por José Carlos Peliano

O economista José Carlos Peliano conta com exclusividade para o blog sobre sua amizade com a psiquiatra alagoana Nise da Silveira (1905-1999), que passou à história por se rebelar contra as “terapias” agressivas que eram utilizadas para “tratar” pessoas com distúrbios mentais: eletrochoques, camisa de força, isolamento. “Isto é tortura”, denunciou Nise, que partiu para […]