Socialista Morena

literatura


14 de julho de 2016, 11h17

Hector Babenco (1946-2016): “Sou mais o cinema brasileiro, com suas imperfeições, do que o argentino, com seu aburguesamento”

Em homenagem ao grande cineasta argentino naturalizado brasileiro Hector Babenco, falecido hoje aos 70 anos, republico a íntegra da entrevista que saiu menor, editada, na revista VIP em 2007, na época do lançamento de seu filme O Passado, com Gael García Bernal como protagonista. Eu tinha um trauma de haver falado com Babeco ao telefone […]

04 de julho de 2016, 17h03

Modelo esnobe da Flip não serve a um país que lê tão pouco como o Brasil

Conheci de perto a primeira edição da Flip (Festa Literária de Paraty), em 2003, que teve entre os convidados ninguém menos que Eric Hobsbawm. Eu havia sido repórter de Literatura da Folha até o ano anterior, mas não fui como repórter, e sim fazendo um frila na assessoria de imprensa da organização. Achei incrível estar […]

06 de junho de 2016, 18h31

Menos Olavo de Carvalho, mais Vargas Llosa: dicas de leitura para jovens de direita

Eu não tenho absolutamente nada contra as pessoas de direita, juro. Já falei aqui e repito que ser de direita ou de esquerda são apenas formas de ver o mundo e cada um tem a sua. Obviamente não tolero a extrema-direita, mas aí é outro papo. O que me incomoda mesmo no embate com os […]

08 de abril de 2016, 17h19

Nise, o gato e eu. Por José Carlos Peliano

O economista José Carlos Peliano conta com exclusividade para o blog sobre sua amizade com a psiquiatra alagoana Nise da Silveira (1905-1999), que passou à história por se rebelar contra as “terapias” agressivas que eram utilizadas para “tratar” pessoas com distúrbios mentais: eletrochoques, camisa de força, isolamento. “Isto é tortura”, denunciou Nise, que partiu para […]

28 de março de 2016, 21h37

Por que socialismo? Por Albert Einstein

Em maio de 1949, o físico alemão radicado nos EUA Albert Einstein resolveu escrever um artigo defendendo o socialismo. Quanta atualidade no que ele diz!

07 de março de 2016, 18h33

Nós achamos a Coreia do Norte bizarra. Mas e a Coreia do Norte, o que acha de nós?

O que os norte-coreanos acham dos ocidentais? Será que para eles não somos nós os bizarros? O cineasta neozelandês Slavko Martinov resolveu fazer um exercício de como seria a visão dos habitantes do país sobre nós

12 de fevereiro de 2016, 18h52

Samuel Wainer escancara as relações entre a “grande” imprensa no Brasil e as empreiteiras

O jornalista Samuel Wainer (1910-1980) foi, para quem não conhece a sua trajetória, um dos maiores jornalistas do país. Judeu do bairro do Bom Retiro, em São Paulo, de origem humilde, conseguiu construir seu próprio jornal, o Última Hora, um diário de perfil popular que logo conquistaria tiragens gigantescas, ameaçando o poderio da meia dúzia […]

17 de dezembro de 2015, 12h32

Dicas Literárias para um Natal Vermelho (quarta edição)

Pode faltar peru, pode faltar panetone, mas a tradicional lista de Natal do blog é infalível. A máxima aqui é: se é para gastar dinheiro no Natal, que seja com livros (confira aqui, aqui e aqui as listas dos anos anteriores. Você encontra outras dicas literárias do blog também na tag #literatura). Esta lista pode ser […]

21 de novembro de 2015, 11h00

Criminalização da maconha e racismo

Nos Estados Unidos, os negros têm quase quatro vezes mais chances de serem presos por causa de maconha do que os brancos, embora fumem tantos baseados quanto os primeiros. No Brasil, a maioria dos presos por pequenas quantidades de droga são jovens negros. O preconceito com o consumo de maconha embute, ao longo da história, […]

07 de novembro de 2015, 10h33

Feminismo e… faquirismo

Um dos livros que mais me surpreenderam e divertiram este ano: Cravo na Carne – Fama e Fome. É um recorrido pela história de 11 mulheres que se aventuraram a trabalhar como faquires, jejuando e convivendo com serpentes, fechadas em urnas de vidro, nas principais capitais do País, principalmente em São Paulo, entre os anos […]

02 de novembro de 2015, 21h11

A morte segundo os mexicanos, por Octavio Paz

  Todos os Santos, Dia dos Mortos Por Octavio Paz (1914-1998) (…) Para o habitante de Nova York, Paris ou Londres, a morte é a palavra que jamais se pronuncia porque queima os lábios. O mexicano, ao contrário, a frequenta, burla-se dela, a acaricia, dorme com ela, a festeja, é um de seus brinquedos favoritos […]

31 de outubro de 2015, 11h39

Retrato da artista enquanto Sontag

*** Clube do livro Socialista Morena Durante minha adolescência, sábado era um dia especial para ler jornal. Neste dia, saíam os suplementos literários. Eu amava sobretudo o caderno Idéias, do Jornal do Brasil… Com a crise no jornalismo impresso, os cadernos sobre livros foram as primeiras vítimas a serem cortadas. O último foi o Prosa&Verso, […]

17 de setembro de 2015, 10h50

O Pequeno Príncipe, “livro de miss”, e a história de um duplo preconceito

Reza a lenda que a fama de O Pequeno Príncipe como “livro favorito das candidatas a miss” começa no ano de 1966, após uma entrevista de Ronnie Von, então ídolo da juventude, ao programa de Hebe Camargo. Como é também aviador, o cantor, aos 22 anos, comentou com Hebe que admirava um escritor com quem […]

03 de setembro de 2015, 17h10

Metade dos 434 desaparecidos e mortos na ditadura jamais integrou a luta armada

História em Quadrinhos destaca a repressão aos indígenas durante a ditadura militar

15 de julho de 2015, 13h33

20 anos de O Povo Brasileiro, de Darcy Ribeiro, indispensável para entender o Brasil

“Nosso destino é nos unificarmos com todos os latino-americanos por nossa oposição comum ao mesmo antagonista, que é a América anglo-saxônica, para fundarmos, tal como ocorre na comunidade européia, a Nação Latino-Americana sonhada por Bolívar. Hoje, somos 500 milhões, amanhã seremos 1 bilhão. Vale dizer, um contingente humano com magnitude suficiente para encarnar a latinidade […]