Socialista Morena

poesia


04 de outubro de 2019, 16h26

O poema feminista que está fazendo a extrema direita querer cassar uma deputada

Sem entender poema, deputados de extrema direita incitam ódio contra deputada do PSOL nas redes sociais

02 de agosto de 2018, 19h35

Bukowski previu em um poema o isolamento que a internet traria ao ser humano

Morto em 1994, o escritor norte-americano viu apenas o comecinho da era da informação, mas enxergou longe seu lado obscuro

26 de outubro de 2017, 18h52

Eu odeio minha geração

Uma dose de poesia para alegrar o dia, aliviar a secura da alma e dos tempos

16 de agosto de 2017, 19h21

Mais poesia, por favor

De vez em quando, para alimentar a alma dxs leitorxs, o site trará poemas selecionados de algum/a autor/a brasileiro/a e estrangeiro/a. Porque nem só de pão vive o homem (e a mulher)

04 de agosto de 2017, 19h24

Adeus, Luiz Melodia, pérola negra da MPB <3

Agosto, o mês do desgosto, salvou Temer e levou Melodia. Para lembrar uma das vozes mais deliciosas, inconfundíveis e insubstituíveis da MPB, um obituário melódico

14 de novembro de 2016, 15h40

Ode ao burguês: parece PSTU, mas é Mário de Andrade

Quando, na Semana de Arte Moderna de 1922, Mário de Andrade (1893-1945) declamou o poema Ode ao Burguês, os industriais e cafeicultores da época se sentiram insultados. O poeta chegou a ser vaiado pelos convidados, alguns dos quais tinham contribuído financeiramente para a realização da semana e não engoliram a crítica. Reparem que as palavras […]

24 de março de 2015, 23h13

Herberto Helder (1930-2015): o poema não é um objeto

Considerado o maior poeta português da atualidade, o madeirense Herberto Helder, morto aos 84 anos em Cascais, poderia ser ainda mais conhecido no mundo não fosse por uma característica singular: não dava entrevistas nem se deixava fotografar. A foto que acompanha este post é uma das poucas imagens conhecidas de Helder, e uma das últimas, […]

13 de novembro de 2014, 15h10

Uma entrevista com o poeta Manoel de Barros (1916-2014)

Hoje morreu, em Campo Grande (MS), o poeta cuiabano Manoel de Barros, aos 97 anos. Há exatos 16 anos tive a enorme honra de entrevistá-lo, coisa rara, porque ele não gostava de dar entrevistas. O poeta exigiu que a conversa não fosse gravada e tive que anotar tudo num bloquinho da Folha de S.Paulo em […]

27 de março de 2014, 15h16

A tortura na poesia de Alex Polari: Inventário de Cicatrizes

Torturado na ditadura, poeta paraibano se dedica hoje ao Santo Daime

21 de dezembro de 2012, 11h13

Um poema para o fim do mundo, por Pablo Neruda

Canto Morri com todos os mortos por isso pude reviver empenhado em meu testemunho e em minha esperança irredutível. Um mais, entre os mortais, profetizo sem vacilar que apesar do fim do mundo sobrevive o homem infinito. Rompendo os astros recentes, golpeando metais furiosos entre as estrelas futuras, endurecidos de sofrer, cansados de ir e […]