Socialista Morena
Politik

Nem o mais tolo coxinha é capaz de dizer que o Brasil melhorou

Lá se vão 30 dias que o juiz Sergio Moro trancafiou o ex-presidente em suas masmorras em Curitiba, mas o Brasil continua célere ladeira abaixo

Pôster da Jô Hallack
Cynara Menezes
07 de maio de 2018, 20h34

Neste momento, Lula está preso. Há um mês, o presidente mais amado do Brasil desde a redemocratização está trancado numa cela na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Mesmo que não ofereça risco algum à sociedade, Lula está impedido de conviver com seus filhos e netos, de sair à rua, de ver o povo. Está preso. Preso.

Desde o último dia 7 de abril, muita gente, como eu, não consegue conciliar o sono direito e acorda no meio da noite pensando que, enquanto estamos no sossego de nossos lares, dormindo o sono dos justos, Luiz Inácio Lula da Silva, aquele homem que tudo que fez nos últimos 40 anos foi lutar por um Brasil melhor, está sozinho numa cela. Pensar que existe alguém sendo alvo de uma injustiça é de acabar com o sono de qualquer um. E que este alguém seja Lula, então… Como pode?

Disseram ao povo que o Brasil ia melhorar se tirassem Dilma da presidência, e muita gente acreditou. Dilma saiu há dois anos já, e o Brasil só piorou. Disseram ao povo que o Brasil ia melhorar se o juiz Sergio Moro prendesse Lula, e muita gente acreditou. Lula está preso há um mês, e o Brasil continua célere ladeira abaixo. Nem o mais tolo dos coxinhas seria capaz de afirmar que nosso país melhorou com a prisão do petista –ou não continuariam destilando animosidade nas redes sociais.

Não diminuiu o desemprego, a bolsa não subiu, o dólar não caiu, a corrupção não acabou, a impunidade continuou, e o ódio, em vez de arrefecer, se intensificou

Não diminuiu o desemprego, a bolsa não subiu, o dólar não caiu, a corrupção não acabou, a impunidade continuou, e o ódio, em vez de arrefecer, se intensificou. As instituições ficaram ainda mais fragilizadas: não confiamos mais na Justiça, na Polícia Federal, nas Forças Armadas, nos políticos. O golpe disfarçado de impeachment criou um ambiente de negação da política, situação propícia para o fascismo vicejar.

Entramos numa bad trip que parece não ter fim com o golpe; a prisão de Lula trouxe ainda mais baixo astral e deprê. Por onde a gente olha, a coisa está ruim, nada se salva. Nem a Copa do Mundo nos anima. É como se nosso país, o dito país “alegre” da lenda, estivesse com uma nuvem carregada sobre si, uma nuvem pesada e estéril, incapaz de gerar a chuva redentora. É inegável que, com Lula no poder, o ambiente era outro, o clima era outro, as estatísticas eram outras. Vivíamos num país melhor para todos, não só para os pobres, mas também para os ricos. Fato.

Tudo que o Lula ensinou quando foi presidente, o resgate do nosso orgulho enquanto nação, o valor do brasileiro, se foi, e bem antes de sua prisão. Já andávamos de cabeça baixa desde que Temer e seu bando tomaram o poder, entregando nossas empresas a preço de banana, acabando com os direitos dos trabalhadores, reprimindo os sem-terra, destruindo a saúde e a educação públicas, ameaçando os índios. A prisão de Lula representou o encarceramento da última fagulha de orgulho que ainda havia em nós. Era essa mesma a intenção, trancafiar nossas esperanças, acorrentar nossos sonhos, algemar nossa vontade de lutar.

É inegável que, com Lula no poder, o ambiente era outro, o clima era outro, as estatísticas eram outras. Vivíamos num país melhor para todos,  não só para os pobres, mas também para os ricos. Fato

Isso não conseguiram. Prender Lula, ao contrário, está tendo o efeito de fazer a esquerda se unir como não víamos há tempos, e de reacender uma chama que estava fraquinha, sem brilho. Queriam apagar nossa estrela e o que fizeram foi tacar fogo nela; queriam esmagar a esquerda e lhe deram fôlego novo. Este é o tamanho do sacrifício de Lula ao aceitar ser preso injustamente.

Mas o Brasil, coitado, este nada ganhou com a prisão de Lula. Estamos só mais tristes e desacorçoados, com um futuro incerto pela frente. Imaginem que, se os derrotados não tivessem contestado o resultado da eleição em 2014, estaríamos apenas em mais um ano eleitoral. Agora nem sabemos se vai ter eleição.

Era bem capaz, inclusive, de o PT perder nas urnas, de maneira limpa, sem ser no tapetão. E o país não estaria em frangalhos como se encontra desde que o tucano Aécio Neves se recusou a aceitar as regras do jogo democrático e desafiou o resultado das urnas. Uma ironia e tanto, já que seu avô, Tancredo, a quem o playboy mineiro deve a carreira política, foi o grande nome da transição pactada da ditadura militar para a democracia. Mais de de 30 anos depois, Aécio foi um dos maiores responsáveis por fazer o Brasil empreender rumo oposto e perpetrar um novo golpe contra uma presidenta eleita.

Enquanto isso, Lula continua preso em Curitiba. Lula. Preso. Como pode?

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(7) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Sergio em 08/05/2018 - 17h11 comentou:

Continuará preso! Sem mobilização popular, continuará preso e sem poder se candidatar às eleições. O país continua ladeira abaixo mesmo! E se o povo não for às ruas, continuará assim mesmo!

Responder

EUGÊNIO em 08/05/2018 - 19h23 comentou:

Pois é, prezada,

é de chorar, choremos todos e por todos, inclusive pelos tolos que nos chamam de tolos,
xiitas, religiosos e etc.

Não há mesmo madrugada sem lembrar do Sapo Barbudo.

De fato, ” se os derrotados não tivessem contestado o resultado da eleição em 2014, estaríamos apenas em mais um ano eleitoral”.

Porém, repetir que “agora nem sabemos se vai ter eleição”, tal qual escuto e leio em todo canto, dos mais afoitos ao Mino Carta, penso eu que é a suprema aceitação de estamos de joelhos e aceitaremos –ou já aceitamos — qualquer coisa que vier, TUDO.

Essa hipótese deveria ser incogitável…

Responder

Sergio em 09/05/2018 - 14h02 comentou:

Aliás… Flávio Dino abandonou o Lula, hein? Muy amigo!

Lula está inabilitado e “o PT não tem nome capaz de unir nesse momento”

Já Flávio Dino?

Responder

Sergio em 09/05/2018 - 18h42 comentou:

Sim! E o movimento lá em Curitiba vai definhando, viram? Pouquíssimos militantes nessa vigília! E em todo Brasil, zero movimento. :/

P.S. A segunda turma do STF está julgando um recurso da defesa do Lula. Já está três a zero! Então o Lula continuará preso. E mais! Não há a menor perspectiva de se julgar a prisão em segunda instância no STF, nem nesse ano! E daqui que venha ser julgado pelo STF, já sairá, provavelmente a segunda condenação de Lula! Pancada em cima de pancada!

Responder

franciel bayron em 10/05/2018 - 19h10 comentou:

Bom, espero que seja entendido a todos que eu sou de direita, respeito todas as opiniões políticas, entendo que o julgamento de lula não foi correto fui contra, mas a sua prisão é algo incontestável mas acredito que alguém que tenha 3 mil evidencias, indícios suficientes para alguém ser preso, mas não foi a prisão de Lula (Não tenho nada contra A pessoa Lula, muito pelo contrário, tenho o bom senso ao falar que ele fez muito pelo pobre, pode não ter criado programas mas seu governo ajudou a chegar ao povo pobrgoe.) sou lado a lado com o Direito e entendo que a prisão de lula havia de acontecer, mas sua prisão não irá mudar a situação política que vivemos, o Brasileiro precisa ter aula de constituição nas escolas, precisa conhecer sua constituição para podermos mudarmos a situação nacional.

Responder

Gilson Omar Fochesato em 10/05/2018 - 20h03 comentou:

Foi um gigantesco passo para trás. Retornamos para a Idade Média. O abalo em nossas consciências é real. É difícil. Mas temos que resistir. Cynara, dorme com os anjos. Você merece o céu.

Responder

Ângela Valério Horta de Siqueira em 13/05/2018 - 00h30 comentou:

Não sei quantos do povo brasileiro, indignados com o Brasil que nos está cabendo viver, em vigília pelas noites, buscando nos sites da esquerda um alento para em algum momento poder ir dormir e despertar no dia seguinte acreditando que podemos mudar este aterrador estado de coisas. DERROTAR O GOLPE!!! FORA GOLPISTAS TRAIDORES DO BRASIL!!! VOLTA DILMA!!! LULA LIVRE!!!

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

STF manda soltar José Dirceu. Agora é Lula?


Como fica a situação de Lula, preso em Curitiba após condenação em segunda instância? Se Dirceu foi solto, por que não soltar o ex-presidente? 

Direitos Humanos

Poxa, dra.! Assim o mundo vai perceber que a prisão de Lula é política


Como uma carcereira com superpoderes, juíza de Curitiba está controlando quem pode e quem não pode visitar o ex-presidente do Brasil