Socialista Morena
Politik

Vocês trouxeram os gorilas de volta pelo voto e minha decepção é imensa

Terei que ser eu a falsa a partir de agora e esconder de vocês meu desprezo por quem é capaz de votar num defensor de tortura?

Manifestação no Rio em 1968. Foto: Correio da Manhã/Arquivo Nacional
Cynara Menezes
30 de outubro de 2018, 17h33

Alguns livros têm o poder de não sair de nossa memória. E eu, filha da redemocratização, nunca esqueci 1984, a distopia totalitária de George Orwell. Li quando tinha uns 25 anos, faz tempo já… E um trecho em especial me marcou para sempre: o momento em que o casal protagonista descobre que aquele simpático antiquário que acobertava o amor deles das lentes do Grande Irmão pertencia à Polícia do Pensamento, espiões que o Estado mantinha entre a população para dedurar vizinhos, amigos, colegas. Tipo o famigerado SNI (Serviço Nacional de Informações), que o novo presidente Jair Bolsonaro deve ressuscitar tão logo tome posse.

Acho que foi a maior decepção que alguém me causou na vida. Eu sabia que era apenas uma ficção. Ao mesmo tempo, meu coração doía pela deslealdade. Winston e Julia confiaram seus destinos àquele velhinho, como ele pôde traí-los assim? Situações em que as pessoas demonstram ter duas caras, em que revelam falsidade, tiram a máscara, mexem comigo, doem fundo, porque ofendem meu senso de ética pessoal. E é assim que me sinto neste momento em relação aos brasileiros que votaram em Bolsonaro: uma imensa decepção por trazerem de volta os militares para o comando da nação, os “gorilas”, como dizia Elis Regina, e desta vez pelas urnas.

Felizmente não conheço muitos fãs de Bolsonaro no mundo real, mas conheço alguns. Todos pessoas conscientes, bem formadas, bem nascidas. Funcionários públicos, psicólogos, advogados, urbanistas, médicos, dentistas, jornalistas. Nenhum deles poderá alegar ter votado no ex-capitão porque foi enganado por fake news, como os ingênuos evangélicos bombardeados com mentiras através do whatsapp ou de pastores inescrupulosos –até porque alguns deles ajudaram a espalhar as fake news. Nenhum poderá negar que votou em Bolsonaro pelo que ele representa: um admirador de torturadores e da ditadura que não esconde pretender perseguir a imprensa e a oposição e oprimir LGBTs, sem-teto, sem-terra, indígenas e os pobres, em sua maioria negros, das periferias das grandes cidades. Não há outro projeto em Bolsonaro a não ser este.

Nenhum deles poderá alegar ter votado no ex-capitão porque foi enganado por fake news, como os ingênuos evangélicos bombardeados pelo whatsapp ou pastores inescrupulosos. Até porque alguns deles ajudaram a espalhar fake news

Sim, sempre poderão alegar que votaram neste crápula por conta do ódio ao PT que lhes foi insuflado por nossa mídia comercial ao longo dos anos, mas ainda assim será uma mentira. Estou me referindo a gente informada o suficiente para desconfiar da mídia. Mas vamos admitir que tenham votado por ódio: que espécie de governo pode começar bem quando é o ódio seu principal impulsionador? Eu enxergo o governante ideal em um homem (ou mulher) bom, sábio e justo. Nem o mais lunático dos bolsonaristas poderia afirmar que algum destes três adjetivos cabe em seu “mito”.

Meu desapontamento com vocês que votaram em Bolsonaro é imenso sobretudo pela traição que fazem à história do Brasil e à Justiça. Vocês sabem perfeitamente que a ditadura torturou e matou e não apenas “terroristas”, mas estudantes, intelectuais, políticos, cidadãos inocentes. E não se envergonham de, em nome do ódio, votar em um homem que confessa admiração por um torturador, o último degrau da baixeza humana. Eu admito que alguém, numa situação de conflito, possa matar outro alguém. Mas torturar seres humanos é sadismo. Só sádicos aprovam tortura. Por acaso vocês são sádicos? Como reconhecer um sádico para que eu não tenha que cruzar com ele por corredores de escolas, bares, restaurantes, na minha vida?

Quando houve as manifestações contra Dilma, pequenos grupos compareceram com faixas escrito “intervenção militar já”, e eu constato agora, para meu espanto, que posso ter muitos destes aloprados no meu círculo de convivência. Porque quem vota em Bolsonaro vota a favor da ditadura que ele defende. Não neguem. Não sejam duas-caras. Pelo menos admitam que vocês assinaram embaixo das palavras dele sobre o regime militar. São cúmplices, desde já, do que acontecer daqui para a frente com todos que se colocarem no caminho do novo presidente. Só alguém muito autoritário é capaz de sentir empatia por regimes autoritários. O mais curioso é que, pelo que falavam da Venezuela, pensei que estivesse cercada de amantes da democracia.

Não neguem. Não sejam duas-caras. Pelo menos admitam que vocês assinaram embaixo das palavras de Bolsonaro. São cúmplices, desde já, do que acontecer daqui para a frente com todos que se colocarem no caminho do novo presidente

Me decepciona descobrir que conheço gente afável, divertida, bacana, capaz de compartilhar com Bolsonaro seus pensamentos machistas, racistas, classistas, sua truculência contra os homossexuais e as feministas. Puxa, desprezo pessoas assim. Então terei que ser eu a falsa a partir de agora e esconder de vocês meu desapontamento ao saber que concordam com frases como “quilombola não serve nem para procriar” ou “se tivesse um filho homossexual, preferia que morresse num acidente de carro”? Nunca seria capaz de deixar de cumprimentar educadamente pessoas do meu convívio por divergências políticas, mas dentro de mim estarão lá a desilusão e a desconfiança, porque tinha enxergado em vocês pessoas melhores do que são.

Me decepciona ainda seu egoísmo em não abrir mão de privilégios em nome do bem comum e ainda por cima querer acabar com as políticas de ação afirmativa, as cotas, nas universidades. Como é que alguém pode ser contra as cotas em um país desigual como o Brasil? Mesmo sabendo que as cotas propiciaram uma inclusão sem precedentes do negro no ensino superior, aqueles mesmos negros apontados como “marginais” apenas porque são pobres? Como é que alguém pode ser a favor de a polícia ter licença para matar, mesmo sabendo que as maiores vítimas delas são os jovens negros das periferias, aqueles que vocês querem impedir de ir à universidade acabando com as cotas?

É decepcionante. E a decepção é ainda maior por observar em alguns de vocês, pessoas inteligentes, a crença genuína de que fazem isso para “o bem” do Brasil, quando Bolsonaro não trará nada ao país a não ser ignorância, violência, repressão, terror e censura, exatamente como fizeram os gorilas do passado.

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(18) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Ricardo em 30/10/2018 - 22h35 comentou:

Me sinto desiludido e magoado também com pessoas próximas que se assumiram fãs do racismo, da tortura, do machismo r da violência. Pior que eles também sofrerão n9 governo ultra liberal do coiso. De qualquer forma parabéns pela resistência e pelos ótimos textos .
Abraços

Responder

    Cynara Menezes em 31/10/2018 - 00h07 comentou:

    estamos juntos, obrigada

Rosely Franco em 31/10/2018 - 00h15 comentou:

Nossa ainda não havia me encontrado tanto, me achei neste texto! Mulher que tem alma, e algo além da essência feminina. Sou observadora, solidária, solitaria, é, talvez eu seja bem discreta. Uma maneira que fui conquistando para conviver com os demais. Eles os eleitores do coiso, e o próprio, são uns hipócritas, usam até a fé das pessoas, estão camufladas na suas caras de fascistas, e usurpadores… Também me sinto desolada, insegura, estupraram nossa Democracia, então fomos mesmo aviltadas, e não tem ninguém que possamos recorrer. Todos, o sistema foi corrompido. Pensar que vivemos em um mundo globalizado, e isso nos causaria retorno as trevas, previria assintoso futuro, o regresso de lutas vencidas!, talvez tenhamos que ainda lutar, e morrer, e assim os ânimos capitalistas nos deixaria em PaZ! Esse demagogo nunca irá representar a esperança de um povo, desigual como somos. O Brasil voltará para o Estado dele, que é um país justo, e soberano. E não nos deixará recair a esta barbárie. Sofremos todos, o Brasil encerrará sua gana almejada, contentarse-a por ser só o brasio.

Responder

João em 31/10/2018 - 09h11 comentou:

O lulopetismo virou um caudilhismo corrupto e corruptor”

Brasil 31.10.18
06:33

Ciro Gomes sempre insinuou que tiraria Lula da cadeia.

Só agora, depois de voltar de Paris, ele entendeu que fez o cálculo errado.
Ele disse para a Folha de S. Paulo:

“O lulopetismo virou um caudilhismo corrupto e corruptor que criou uma força antagônica que é a maior força política no Brasil hoje. E o Bolsonaro estava no lugar certo, na hora certa. Só o petismo fanático vai chamar os 60% do povo brasileiro de fascista. Eu não, de forma nenhuma.”

Responder

Isis Simões menezes em 31/10/2018 - 10h01 comentou:

Nosso povo( uma grande parte dele) parece estar entorpecido. É um horror é uma tristeza imensa. Lutamos tanto para ter democracia e agora ELEGEMOS um pré ditador que já está militarizando tudo.
Que horror!

Responder

Ronau Gomes de Mello em 31/10/2018 - 10h17 comentou:

Hoje se vota o projeto “Escola sem Partido”. Começou nossa derrocada.

Responder

Eduardo Henrique em 31/10/2018 - 10h47 comentou:

O ódio realmente nunca foi e jamais será uma boa ferramenta para tomada de decisões. Não absolvo ninguém que votou no Bolsonaro, porém temos que distinguir os bolsonaristas convictos (fieis a ele) e aqueles que “apenas” votaram nele por revolta ou qualquer outro motivo. Estes últimos, provavelmente, se arrependerão de ter votado nele logo nos primeiros meses, já os bolsonaristas ficarão com Bolsonaro até o fim, pois se tratam de pessoas intolerantes, autoritárias e preconceituosas.

Mas apesar de tudo, tem um ponto positivo na eleição desse sujeito. Agora a maior parte das pessoas conhecerão de fato quem é Jair Bolsonaro. A única maneira de desconstruir um mito é com um choque de realidade. Antes ele era apenas o cara que acusava e denunciava os outros. Agora ele será o governante da nação e terá que responder por seus atos. Não vai mais poder jogar a culpa nos outros, agora é ele quem está no poder e terá responsabilidades (junto com seus aliados) a partir de janeiro. Só espero que a democracia e a constituição consigam sobreviver…

Um Grande Abraço!

Responder

Claurivete em 31/10/2018 - 11h22 comentou:

Excelente texto! Síntese lúcida, clara e objetiva do que estamos sentindo há algum tempo.

Responder

José Carlos de Abreu em 31/10/2018 - 11h28 comentou:

Belíssimo e apaixonante desabafo Cynara. Ao mesmo tempo morro de inveja e admiração. É um texto para ser divulgado -tomei a liberdade de enviar a amigos, alguns nem tanto- arquivado, relido.
Texto como esse é que devem guiar agora aos que não votaram no tosco.
Vamos fazer uma oposição inteligente, com bom senso, deixando o ódio para aqueles que o usaram a vontade , descaradamente.
O Bem vencerá !!!

Responder

ADEMIR MARIA RICHOTTI em 31/10/2018 - 13h26 comentou:

Esse texto lavou minha alma, também fiquei extremamente decepcionado/espantado ao ver pessoas do meu convívio se alinharem ao pensamento desse acéfalo.

Responder

Henry Paul em 31/10/2018 - 14h03 comentou:

Também estou decepcionado com algumas pessoas, mas essas eu já sabia de antemão qual a sua postura ideológica, pra não dizer que tudo e desgraça consegui convencer um amigo que ele estava equivocado em votar em uma aberração ele se deu conta e confessou que estava indo na onda e depois de refletir mudou o seu voto. Alguns poucos da minha familia votaram no coiso mas a ampla maioria da família não. O futuro e obscuro mas temos que seguir em frente, agora sabemos que o ” inimigo”, muitas vezes esta do nosso lado, uma pena….!!!

Responder

Flavio de Oliveira Lima em 31/10/2018 - 19h06 comentou:

Cynara, hoje em conversa meio exaltada com colega medico patologista (como eu), em certo momento ele confessou que votaria até em Hitler contra o PT.
Vamos repetir. Ele falou em voz alta:
Votaria até em Hitler contra o PT.
Votaria até em Hitler contra o PT.
Votaria até em Hitler contra o PT.
Depois saí do plantão e o deixei lá, junto com quatro funcionárias atônitas.
Votaria até em Hitler contra o PT.

Responder

Cicero em 31/10/2018 - 19h54 comentou:

Faço dessas palavras as minhas!

Responder

LUCIO FLAVIO DE SOUSA MOREIRA em 31/10/2018 - 20h41 comentou:

Parabéns pelo texto.

Maravilhoso. Magistral.

Responder

Rossi em 01/11/2018 - 10h35 comentou:

George Santayana:”Povos que esquecem a sua história estão condenados a repeti-la”.Ofensa grave a judeus,ciganos e outras minorias brutalizadas pelo nazismo,considerado fora da lei pelo mundo civilizado.Oxalá tenha tempo de se arrepender.

Responder

Diogo em 01/11/2018 - 15h33 comentou:

O que mais me doeu lendo esse texto é me identificar com os seus pensamentos. Estou decepcionado com as pessoas que negam a realidade, acreditam e perpetuam mentiras. Estou magoado por estar rodeado por pessoas que simplesmente não se importam.

Responder

Alan em 04/11/2018 - 21h42 comentou:

Me senti mais decepcionado pela falta de radicalidade da esquerda, que ousa se chamar de comunista, do que pelo povo ter colocado um fascista no poder porque, vamos ser sinceros, não o fizeram sem ajuda dessa “””esquerda”””. Anos aceitando a conciliação de classes idiota do PT, que todos sabemos que é alisar raposa que tá perto do galinheiro, e a esquerda, no momento que deveria se radicalizar e largar essas imbecilidades sociais-democratas, começou a pedir por o mantimento de uma democracia que nunca, de fato, foi alcançada e pelo visto jamais será. Espero que essa nossa proto-democracia não esteja respirando por aparelhos em 2022 e que a esquerda tenha um plano mais decente do que levar livros às urnas e comece a levá-los às favelas, aos campesinos, aos escravos assalariados e vá, assim, conscientizando a maioria, não querendo like nem lacre em rede-social.

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Direitos Humanos, Politik

Bolsonaro afirma que Jean Wyllys fará “visita íntima” a Lula na prisão. E é…


Há alguns dias, veio à tona um trecho da série protagonizada pela atriz Ellen Page, Gaycation, no Rio de Janeiro. No episódio, a atriz tem um encontro para lá de “vergonha alheia” com Jair Bolsonaro,…

Politik

Relator do mensalão, Joaquim Barbosa declara voto em Fernando Haddad


Ex-ministro do Supremo que condenou quatro petistas à prisão em 2012 alegou sentir "medo" de Jair Bolsonaro