Socialista Morena
Direitos Humanos

CONTAG: queimadas têm ligação direta com política ambiental do governo federal

Para a direção da entidade, os desmontes prejudicam a agricultura familiar, que depende da qualidade da água, do solo e do ar

Ato em defesa da Amazônia no centro de Manaus. Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real
Da Redação
28 de agosto de 2019, 16h18

A CONTAG (Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares) divulgou nota pública em que atribui às políticas ambientais do governo Bolsonaro o aumento das queimadas e do desmatamento no país.

“Para a CONTAG, suas Federações e sindicatos filiados, principalmente os da região Norte do país, e outros movimentos sociais e religiosos que também atuam em defesa dos povos do campo, da floresta e das águas, as queimadas têm ligação direta com a atual política ambiental do governo federal, que, para atender aos interesses do capital internacional: incentiva a atividade econômica predadora (agronegócio, mineradoras, hidroelétricas, entre outras); extingue programas e políticas públicas fundamentais para o desenvolvimento rural sustentável na região, a exemplo dos cortes para a manutenção da estrutura institucional fundiária na Amazônia; corta recursos para as pesquisas científicas no bioma; reduz o cumprimento das leis ambientais; promove a exploração econômica das reservas indígenas; e ainda libera um número recorde de agrotóxicos no país, totalizando 211 só neste ano”, diz o texto.

O número de focos de incêndios, para a maioria dos Estados da região, já é o maior dos últimos quatro anos. É um índice impressionante, pois a estiagem deste ano está mais branda do que aquelas observadas nos anos anteriores

A entidade cita uma nota técnica do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) que confirma o aumento de queimadas este ano. “A Amazônia está queimando mais em 2019, e o período seco, por si só, não explica este aumento. O número de focos de incêndios, para a maioria dos Estados da região, já é o maior dos últimos quatro anos. É um índice impressionante, pois a estiagem deste ano está mais branda do que aquelas observadas nos anos anteriores”, diz o IPAM.

Segundo o Instituto, até 14 de agosto eram 32.728 focos registrados, número cerca de 60% superior à média dos três anos anteriores para o mesmo período. “A ocorrência de incêndios em maior número, neste ano de estiagem mais suave, indica que o desmatamento possa ser um fator de impulsionamento às chamas, hipótese testada aqui com resultado positivo: a relação entre os focos de incêndios e o desmatamento registrado do início do ano até o mês de julho mostra-se especialmente forte”, afirma.

Na manhã desta quarta-feira, a CONTAG participou, na Câmara dos Deputados, da reunião que criou o Fórum Nacional Amplo em Defesa da Amazônia. A reunião foi convocada pelas Lideranças da Minoria e da Oposição e contou com a participação de diversas organizações sociais, ambientais, representantes de instituições científicas, de povos tradicionais, da luta estudantil e de direitos das mulheres. A CONTAG também passou a integrar a comissão executiva do Fórum.

Para a secretária geral da CONTAG, Thaisa Daiane, “a agricultura familiar está sendo extremamente prejudicada com os desmontes ambientais, pois depende da qualidade da água, do solo e do ar para produzir alimentos saudáveis para a sociedade brasileira”.

Com informações da assessoria da CONTAG


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Grandes ideias retrógradas de direita: na Espanha, privatizaram o sol


Há duas semanas, a escritora e ativista canadense Naomi Klein expôs, em entrevista ao programa de TV espanhol Salvados, seu espanto com um imposto criado pelo governo neoliberal do país, o chamado “imposto ao sol”.…

Politik

Direitista Macri também prometeu isenção de imposto de renda para os pobres –e não…


Bolsonaro faz a mesma promessa que seu ídolo não cumpriu, pelo contrário: mais trabalhadores argentinos pagam impostos do que antes