Socialista Morena
Direitos Humanos

O presidente, os 400 mil “CPFs cancelados” e o olhar da morte

O governo Bolsonaro lembra o Dr. Jairinho, que fez o que fez e caminha como se não tivesse feito nada

Detalhe da foto de Jairinho ao ser preso. Foto: SEAP/RJ
Willian Novaes
26 de abril de 2021, 10h37

Quando o olhar denuncia o vilão, a pessoa ruim, o sanguinário?

O poeta disse que o olhar é a janela da alma, mas quando essa alma é pesada, assassina e cruel, esse simples gesto de observar entrega o algoz.

No olhar do tal Dr. Jairinho você já conseguiu enxergar alguma dor? Algo de bom? Alguma verdade? Difícil, o jovem político carrega o peso dos seus feitos, sua crueldade e o total desprezo pela vida dos demais.

O cara com histórico de torturar crianças não olha ninguém nos olhos. Simplesmente ignora tudo o que acontece ao seu redor, parece que está indo para mais um dia trivial, monótono, fugaz, enquanto é carregado para a prisão

O cara que não emite opiniões e tem histórico de torturar crianças não olha ninguém nos olhos. Simplesmente ignora tudo o que acontece ao seu redor, parece que está indo para mais um dia trivial, monótono, fugaz, enquanto é carregado para a prisão.

Sem reações, ele parece que caminha para o nada. Ele não muda a expressão, não sente pela morte do enteado, fala para o pai da criança tocar a vida para a frente e fazer um outro filho no dia do óbito do pequeno Henry, de 4 aninhos.

Bolsonaro e os “CPFs cancelados”. Foto: Alan Santos/PR

Jairinho parece o governo brasileiro. Quase 400 mil brasileiros que eram amados por outras pessoas se foram, morreram e quem governa o país parece que não sente essas vidas perdidas. Quase 400 mil brasileiros mortos e o presidente do país posa com a placa “CPF cancelado” sem se importar a mínima com as vidas perdidas e a dor dos familiares.

O Brasil anda mais cínico, mais sem graça e o governo Bolsonaro lembra o Dr. Jairinho, que fez o que fez e caminha como se não tivesse feito nada.


(4) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Silvio Carlos Nobre em 26/04/2021 - 11h48 comentou:

Um país de povo doente e instituições falidas para um ato asqueroso desses passar impune e esse criminoso ainda manter o cargo.

Responder

Bernardo Santos Melo em 26/04/2021 - 21h43 comentou:

Hora de partir para jugular , estancar a verborrágica política genocida , propalada sem quaisquer predicados científicos e destinada ao negacionismo publicitário com viés neofascitoide .

Responder

William em 28/04/2021 - 22h46 comentou:

Quantos CPF’s cancelados na Argentina? Como está a pobreza para os hermanos? E a Venezuela como vai?

Responder

    Cynara Menezes em 30/04/2021 - 15h34 comentou:

    você mora na Argentina ou na Venezuela? olha pro seu próprio rabo antes de falar do país dos outros!

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Direitos Humanos

Os pezinhos do menino encontrado no barril e a banalização do mal


A história dessa criança é um reflexo da desconexão da vida, do respeito e de tudo de ruim que passou a ser normal neste país

Direitos Humanos

2021 começa com a pergunta: cadê os meninos desaparecidos em Belford Roxo?


Lucas, 8, Alexandre, 10, e Fernando, 11, saíram para jogar bola do lado de casa no final de 2020 e ainda não foram encontrados