Socialista Morena
Direitos Humanos

O presidente, os 400 mil “CPFs cancelados” e o olhar da morte

O governo Bolsonaro lembra o Dr. Jairinho, que fez o que fez e caminha como se não tivesse feito nada

Detalhe da foto de Jairinho ao ser preso. Foto: SEAP/RJ
Willian Novaes
26 de abril de 2021, 10h37

Quando o olhar denuncia o vilão, a pessoa ruim, o sanguinário?

O poeta disse que o olhar é a janela da alma, mas quando essa alma é pesada, assassina e cruel, esse simples gesto de observar entrega o algoz.

No olhar do tal Dr. Jairinho você já conseguiu enxergar alguma dor? Algo de bom? Alguma verdade? Difícil, o jovem político carrega o peso dos seus feitos, sua crueldade e o total desprezo pela vida dos demais.

O cara com histórico de torturar crianças não olha ninguém nos olhos. Simplesmente ignora tudo o que acontece ao seu redor, parece que está indo para mais um dia trivial, monótono, fugaz, enquanto é carregado para a prisão

O cara que não emite opiniões e tem histórico de torturar crianças não olha ninguém nos olhos. Simplesmente ignora tudo o que acontece ao seu redor, parece que está indo para mais um dia trivial, monótono, fugaz, enquanto é carregado para a prisão.

Sem reações, ele parece que caminha para o nada. Ele não muda a expressão, não sente pela morte do enteado, fala para o pai da criança tocar a vida para a frente e fazer um outro filho no dia do óbito do pequeno Henry, de 4 aninhos.

Bolsonaro e os “CPFs cancelados”. Foto: Alan Santos/PR

Jairinho parece o governo brasileiro. Quase 400 mil brasileiros que eram amados por outras pessoas se foram, morreram e quem governa o país parece que não sente essas vidas perdidas. Quase 400 mil brasileiros mortos e o presidente do país posa com a placa “CPF cancelado” sem se importar a mínima com as vidas perdidas e a dor dos familiares.

O Brasil anda mais cínico, mais sem graça e o governo Bolsonaro lembra o Dr. Jairinho, que fez o que fez e caminha como se não tivesse feito nada.


(4) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Silvio Carlos Nobre em 26/04/2021 - 11h48 comentou:

Um país de povo doente e instituições falidas para um ato asqueroso desses passar impune e esse criminoso ainda manter o cargo.

Responder

Bernardo Santos Melo em 26/04/2021 - 21h43 comentou:

Hora de partir para jugular , estancar a verborrágica política genocida , propalada sem quaisquer predicados científicos e destinada ao negacionismo publicitário com viés neofascitoide .

Responder

William em 28/04/2021 - 22h46 comentou:

Quantos CPF’s cancelados na Argentina? Como está a pobreza para os hermanos? E a Venezuela como vai?

Responder

    Cynara Menezes em 30/04/2021 - 15h34 comentou:

    você mora na Argentina ou na Venezuela? olha pro seu próprio rabo antes de falar do país dos outros!

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Direitos Humanos

2021 começa com a pergunta: cadê os meninos desaparecidos em Belford Roxo?


Lucas, 8, Alexandre, 10, e Fernando, 11, saíram para jogar bola do lado de casa no final de 2020 e ainda não foram encontrados

Feminismo

Ana Amélia sai em defesa do ex-colega de RBS Lasier Martins, acusado de agredir…


Por Katia Guimarães* Na contramão do combate à violência contra a mulher travado diariamente no país, a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) saiu hoje em defesa do conterrâneo e ex-colega de RBS, senador Lasier Martins…