Para não esquecer: a história das Mães da Plaza de Mayo, na Argentina

Há 42 anos elas se dedicam a encontrar filhos e netos de militantes sequestrados pelo Estado e dados em adoção a seus algozes