Socialista Morena
Vídeos

#QuemEstavaNaCasa58: Reaça & Comuna comenta caso Marielle e vídeo de Bolsonaro

Para apoiar seu ídolo Bolsonaro, o reaça Mario Rosa veio vestido de leão

Foto: Hanna Yahya/Poder360
Da Redação
31 de outubro de 2019, 14h51

O Reaça & Comuna da semana vem quentíssimo, com os jornalistas Cynara Menezes e Mario Rosa comentando as revelações do Jornal Nacional sobre o caso Marielle Franco: o registro de entrada do condomínio onde mora Jair Bolsonaro mostra que os suspeitos de assassinar a vereadora teriam dito que iriam para a “casa 58”, número da casa do presidente, no dia do crime.

A dupla também comenta a reação descontrolada do presidente, que ameaçou não renovar a concessão da Rede Globo. Para apoiar seu ídolo Bolsonaro, o reaça Mario veio vestido de leão, como no vídeo postado pelo presidente no twitter e depois retirado do ar. Ainda na pauta, as eleições que levaram a esquerda de volta ao poder na Argentina.

Confira. Para assistir a todos os episódios, clique aqui.


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Vídeos

Reaça & Comuna comentam o “aeropó” e a audiência de Glenn Greenwald na Câmara


"Aécio, sorte sua que você não ganhou a presidência. Imagina se isso fosse no seu governo?", disse Mario Rosa

Vídeos

O Rebanho: e se fôssemos nós e não eles?


Um curta chocante que aborda, sob o ponto de vista feminista e vegano, como seria estar no lugar dos animais que criamos para comer.