Socialista Morena
Politik

56% dos homens dos EUA acham que o machismo acabou; 63% das mulheres discordam —inclusive Hillary Clinton

Há alguns dados sobre as diferenças de gênero que são impossíveis de contestar: os homens ganham mais que as mulheres, ocupando cargo idêntico, sem nenhuma justificativa; as mulheres são o principal alvo da violência doméstica e do estupro; as mulheres têm dupla jornada (dentro e fora de casa) e trabalham, em média, cinco horas a […]

Cynara Menezes
22 de agosto de 2016, 19h41

trumpbitch

Há alguns dados sobre as diferenças de gênero que são impossíveis de contestar: os homens ganham mais que as mulheres, ocupando cargo idêntico, sem nenhuma justificativa; as mulheres são o principal alvo da violência doméstica e do estupro; as mulheres têm dupla jornada (dentro e fora de casa) e trabalham, em média, cinco horas a mais que os homens. No entanto, uma pesquisa revela que a maioria dos homens nos EUA acha que o machismo acabou. Alguém acredita que no Brasil seja diferente?

clinton

Nada menos que 56% dos homens norte-americanos disseram que os obstáculos que tornavam mais difícil para uma mulher vencer na vida são coisa do passado. 63% das mulheres do país, é claro, discordaram.

Os números são resultado de uma pesquisa do conceituado instituto Pew, que ouviu 4702 adultos nos EUA sobre o machismo, num momento em que a candidata democrata Hillary Clinton vivencia uma enxurrada de insultos associados à condição feminina: é chamada de “puta”, “vadia”, “galinha”…

trumptweet

(A “piadinha” de um seguidor de Trump retuitada por ele: “Se hillary não consegue satisfazer seu marido, o que faz ela pensar que pode satisfazer a América?”)

Sem mencionar que vários jornais norte-americanos, ao darem a notícia de que uma mulher se tornou candidata por um partido majoritário pela primeira vez na história dos EUA, publicaram na primeira página a foto… do marido dela, o ex-presidente Bill Clinton. E isso porque o machismo acabou por lá. Imaginem se não tivesse acabado!

Confira nas fotos deste post algumas das pérolas, similares ao que viveu Dilma Rousseff desde que se candidatou à presidência, em 2010.

hillarysucks

Além do machismo latente na sociedade norte-americana, a pesquisa feita pelo Pew Research Institute evidencia as diferenças entre democratas (progressistas) e republicanos (conservadores) em relação ao tema. Enquanto 68% dos homens que votam no partido Democrata opinaram que as diferenças entre os gêneros persiste, 63% dos republicanos disseram que o machismo não existe mais.

pewmachismo2

Entre os republicanos que votam em Donald Trump, é ainda maior o número dos que consideram que os obstáculos que tornavam a ascensão da mulher mais difícil ficaram para trás: 91%. Entre os eleitores em geral que dizem que os obstáculos não existem mais, 67% votam em Trump, contra 29% que apoiam Clinton.

Os homens mais jovens, mesmo entre os democratas, são mais propensos a acreditar que o machismo acabou: 47% dos democratas entre 18 e 34 anos disseram acreditar que os obstáculos que impedem a ascensão da mulher na sociedade continuam ali; mas a maior parte deles acha que não existem mais. Os homens maduros, principalmente os idosos, se mostraram mais conscientes das diferenças entre os sexos.

pewmachismo

E aqui? Quando teremos uma pesquisa similar?

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Feminismo

MC Reaça e Brilhante Ustra, os “arianos” do bolsonarismo: misóginos e sádicos


O homem "ideal" de Adolf Hitler era branco "puro", sem mestiçagem; o "ariano" do bolsonarismo é torturador e agressor de mulheres

Feminismo

Por que mulher “adora” novela? Masoquismo?


Dizem que mulher adora novela. Eu não sei, porque não assisto. Não tenho paciência de ver uma coisa seriada, que tem de ver todo dia. Mas não tenho preconceito com o gênero em si. Já…