Socialista Morena
Politik

Só esta semana, Doria já esteve fora de SP duas vezes em pleno expediente

Como o historiador reaça Marco Antonio Villa não fiscaliza mais a agenda do prefeito como fazia com o petista Fernando Haddad, o site foi verificar se o "João Trabalhador" está de fato pegando no batente

Doria, que não está em campanha, é recebido em Palmas, no Tocantins. Foto: reprodução facebook
Cynara Menezes
16 de agosto de 2017, 21h12

Já que o historiador reaça Marco Antonio Villa não fiscaliza mais a agenda do prefeito como fazia com o petista Fernando Haddad, o site foi verificar se o “João Trabalhador”, como o atual “gestor” da capital paulista se autodenomina, está de fato pegando no batente.

Surpresa: entre segunda-feira e hoje, quarta-feira, o tucano João Doria deixou São Paulo nas mãos sabe-se lá de quem (do vice Bruno Covas? Da primeira-dama Bia Doria? Da sorte?) e passou o dia inteiro em duas outras capitais do país. Na segunda, esteve em Palmas, no Tocantins. Lá, teve intensa programação e inclusive atividade político-partidária em pleno expediente, o que é no mínimo imoral. E olha que Doria diz que “não é político”. Imagina se fosse…

Hoje, quarta-feira, João Doria passou o dia bem longe dos semáforos pifados e do aumento das mortes por atropelamento em São Paulo: estava em Natal, no Rio Grande do Norte, recebendo o título de “cidadão natalense”, a contragosto da população da capital.

Após receber ovadas em Salvador, onde também esteve na semana passada, a organização do evento tentou esconder Doria em um teatro dentro de um shopping, mas o prefeito não conseguiu fugir de protestos contra a sua presença.

Na sexta-feira, 18, o prefeito de São Paulo vai estar não na Praça da Sé, ou na Lapa, ou na Mooca, mas em Recife. Oficialmente, vai à capital pernambucana receber homenagem do LIDE-Pernambuco, empresa que ele mesmo fundou. Já está previsto que o prefeito itinerante também estará em Vila Velha (ES), Campina Grande (PB), Aracaju (SE), Fortaleza (CE) e Belém (PA).

Quem será que está bancando as viagens de Doria pelo Brasil? Se ele fosse do PT, certamente o Ministério Público de São Paulo estaria mais interessado em obter respostas. E o Villa, então?

 

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(13) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

carlos jorge martins em 16/08/2017 - 22h18 comentou:

O novo Embaixador de São Paulo.

Responder

Carlos Alberto Barbosa França em 17/08/2017 - 10h37 comentou:

Qual a opção além do João Dória?
Lula está solado em denuncias de corrupção.
O Dória é a melhor opção atualmente, seu perfil é de centro.

Responder

    Fábio P. R. em 17/08/2017 - 18h18 comentou:

    Centro?????? Centro é o PT.

    Rafael Naravan em 18/08/2017 - 08h38 comentou:

    Logo o Dória que é um marketeiro que não sabe nada da vida do povo; Pra mim, parto do princípio que se o cara nao sabe coisas simples como : (como é andar de coletivo, como fazer calculos pra fechar a contas no final do mes) não adianta, porque senão capaz de querer fazer turismo com a fome no sertão, criar bolsa pullovers pra deixar a cidade mais bonita haha.

BRENO DOS REIS em 17/08/2017 - 10h59 comentou:

E o fato do cara chegar antes de todo mundo pra trabalhar, sair mais tarde que todos, trabalhar de final de semana… Desculpa, mas o desespero aqui para tentar denegrir ele é patético. Doria trabalhou mais em 6 meses que o Haddad em 4 anos.

Responder

    Fábio P. R. em 17/08/2017 - 18h15 comentou:

    Diga o que ele fez de útil até aqui.

    zazul em 22/08/2017 - 03h26 comentou:

    O que ele fez mesmo?

João em 17/08/2017 - 11h36 comentou:

João Doria para Presidente!

Responder

Willian Guidelli em 17/08/2017 - 14h30 comentou:

O prefeito trabalhou vários sábados domingos e feriados e pelo que ele falou está bancando suas próprias viagens, não entendi o problema em receber homenagens fora da cidade, creio que existe um gestão compartilhada. Achei tendenciosa a reportagem.

Responder

    Fábio P. R. em 17/08/2017 - 18h17 comentou:

    Se ele é tão bom, você está satisfeito que, como o Serra, ele vá largar a prefeitura para concorrer à presidência? Porque é exatamente isso que ele está fazendo. Campanha presidencial. Depois vem dizer que não é político… poupe meus neurônios, né?

    Rafael Naravan em 18/08/2017 - 08h39 comentou:

    não sacou que as homenagens são fakes, só pra fazer campanha eleitoral. O que dória fez por essas cidades?

zazul em 22/08/2017 - 03h25 comentou:

O “gestor” que não é “político”, deixa de gerir a cidade pra fazer campanha política.
Mas para os pato-coxas tá tudo “serto”.

Responder

Ney Brumassio em 26/10/2017 - 15h24 comentou:

Os pato-coxas precisam de um salvador da pátria, não aprenderam ainda a lição ao votar no Collor e no Aécio, o que sobra agora é o bozonaro, jão trabailador ou luciano huck. Quem é trabalhador de verdade, vê no congresso os partidos que realmente nos defende e por isso sabe que não dá pra votar em ninguém do DEM, PSDB, PSC ou qualquer um do condomínio Golpista, porque do contrário perderá seus direitos e aposentadoria!

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Os melhores memes e fotos da manifescoxa


HORS CONCOURS: acho que todos concordamos que esta foi a imagem mais emblemática da manifestação de direita hoje. A foto é do jornalista João Valadares. VENCEDOR: o leitor Rafael Vieira, de Volta Redonda-RJ. Acho que…

Mídia

Não esqueçam: a mídia queria que o presidente do Brasil fosse Aécio Neves


Ao ganhar a eleição, Dilma derrotou ao mesmo tempo o tucano e a mídia. Daí a fúria dos jornais contra ela desde o começo de seu segundo mandato