Socialista Morena
Cultura, Politik

As tatoos anti-soviéticas dos criminosos nas prisões russas

Entre os anos 1948 e 2000, o guarda prisional russo Danzig Baldaev (1925-2005) fotografou e desenhou mais de 3 mil tatuagens de criminosos encarcerados em seu país, mas as imagens só ficaram conhecidas em 2004, com a publicação do livro Russian Criminal Tattoo Encyclopaedia pela editora londrina Fuel. Os desenhos causaram impacto imediato e se tornaram […]

Cynara Menezes
18 de janeiro de 2013, 18h18

(Danzig Baldaev com alguns dos criminosos que retratou)

Entre os anos 1948 e 2000, o guarda prisional russo Danzig Baldaev (1925-2005) fotografou e desenhou mais de 3 mil tatuagens de criminosos encarcerados em seu país, mas as imagens só ficaram conhecidas em 2004, com a publicação do livro Russian Criminal Tattoo Encyclopaedia pela editora londrina Fuel. Os desenhos causaram impacto imediato e se tornaram um fenômeno editorial que resultou em mais dois volumes.

Se você encontrá-los em uma livraria, não irá resistir. Mulheres nuas, demônios, imagens religiosas: tem de tudo um pouco nas incríveis tatuagens que inspiraram o diretor David Cronenberg em seu filme Senhores do Crime, sobre a máfia russa, de 2007. As que mais me impressionaram foram as tatoos de crítica ao regime soviético. Ladrões, assassinos e arruaceiros revelam, nos desenhos que imprimiram em seu corpo, um grau de politização surpreendente, e também um desprezo completo –ódio, melhor dizendo–, pelo comunismo praticado na extinta União Soviética após a chegada de Josef Stalin ao poder.

A história de Baldaev é tocante: criança, foi colocado em um orfanato porque seu pai, um “inimigo do regime”, havia sido enviado ao exílio por Stalin. Depois de servir o Exército, Baldaev foi obrigado pelo NKVD (Comissariado do Povo para Assuntos Internos) a trabalhar como carcereiro em uma prisão de Leningrado. Durante os mais de 50 anos em que trabalhou no sistema prisional russo, ele foi desenhando e arquivando as tatoos. Baldaev chegou a ser denunciado à KGB, que enxergou, no entanto, alguma utilidade naquele bizarro catálogo e deixou-o prosseguir.

Além das tatuagens, a mesma editora publicou outro livro chocante de Danzig Baldaev sobre as atrocidades do Gulag, os campos de trabalhos forçados para criminosos na União Soviética. Escolhi estas imagens para colocar no blog, mas tem muitas outras no site da Fuel.

(Com Marx ao centro, as letras desta tatuagem significam: “Os judeus transformaram os russos em suas cobaias”. Anti-comunismo e anti-semitismo)

(Lenin caracterizado como a besta do Apocalipse com O Capital em mãos. Abaixo está escrito: “O chefe do Partido Comunista Soviético”. Na foice, “Avante Comunismo!”)

(Tatuagem no peito de um ladrão cujos pais foram mortos pelo regime: “O agente de Satã e do Demônio na Rússia”

(“A economia deve ser econômica!” Nos chifres de Brejnev está escrito “Glória ao Comitê Central do Partido Comunista!”)

(Acima: “Boris, você está certo!”. Abaixo: “Eu sempre agarrei e agarro meu copo com as mãos firmes. Não sou um bobo como Misha Gorbachev que só bebe ryazhenka (tipo de iogurte)”. Na testa de Gorbachev: “Inimigo do alcoolismo”)

As capas dos livros:

 

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(8) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Trevisolli em 19/01/2013 - 22h33 comentou:

Olá Cynara, eu adoro os significados das tatuagens russas, e queria saber aonde conseguiu comprar?
O estilo desse cara era foda.

Responder

    morenasol em 19/01/2013 - 23h21 comentou:

    eu vi os livros à venda na livraria cultura

    Trevisolli em 20/01/2013 - 16h33 comentou:

    entendi, quando procurei nao tinha ainda, vou comprar, obrigado!

Juka em 02/11/2013 - 15h31 comentou:

..os preso era todos religioso, chega ser infantil associar comunismos com diabo y outras coisa do gênero..interessante saber que é assim.. um dose de fanatismo religiosos..uma vez que quase todos são direitista e conservador.

Responder

Stálin Junior em 02/11/2013 - 17h44 comentou:

Esses bostas deveriam morrer e não serem tatuados,ora bolas,ser contra Stálin!

Responder

André em 02/11/2013 - 23h38 comentou:

"Esmague os vermelhos, judeus e putas"

Putas provavelmente se refere aos que colaboram com o governo, pois assim era chamados dentro das prisões. Virou o apelido daqueles prisioneiros que, por exemplo, aceitaram servir na grande guerra.

É importante ressaltar também, que a suástica era muito usada na URSS no fim da década de '30 como um símbolo (idiota) de rebeldia, de "foda-se o sistema". Isso inclusive é observado numa obra de Larry E. Holmes sobre a governança regional da educação de uma determinada província, que estudou uma série de documentos da administração escolar, explicando que muitos jovens e crianças desenham suásticas pra assumir uma postura rebelde, desafiante. Acho que isso fica confirmado em algumas das tatuagens.

Responder

Lucas em 03/11/2013 - 13h34 comentou:

Eu acho,só acho , que não é bem contra o regime"stalinista"(que alias , eu acho um termo idiota) que esses criminosos são contra. Eu acho,só acho, que esses criminosos são contra o comunismo como um TODO.E mesmo se fosse o Lênin, o Trotsky(se é que seria possível o socialismo continuar com ele no poder) ou qualquer pessoa as tatuagens não seriam muito diferentes.

Responder

Marcelo Ribeiro em 04/11/2013 - 13h51 comentou:

O Comunismo não presta mesmo! Todo mundo sabe disso. Depois de tantos cadáveres, eu me pergunto porque o comunismo/socialismo não é crime e o Nazismo é, sendo que este, em comparação com o primeiro, é mera imitação e resultado derivante.

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Manifesto comunista também é arte


Ilustrações do  espanhol Fernando Vicente para a nova edição do Manifesto Comunista (1848), de Karl Marx e Friedrich Engels, lançado pela editora Nordica, infelizmente ainda sem similar por aqui. De tão belo, o livro acabou se tornando,…

Politik

O baú de roupas de Frida Kahlo


A Vogue mexicana traz uma modelo diferente em sua capa de novembro: a pintora Frida Kahlo (1907-1954), no icônico retrato feito pelo fotógrafo norte-americano de origem húngara Nickolas Muray em 1939. É a primeira vez…