Socialista Morena
Maconha

Enquanto nos EUA dão beck a quem se vacina, Bolsonaro criminaliza cannabis medicinal

Governo de Washington, a capital do país, autorizou que lojas de maconha deem um baseado a quem se vacinar contra Covid-19

Logo da iniciativa que troca vacina por baseados nos EUA
Da Redação
09 de junho de 2021, 22h21

Uma das maiores lorotas do bolsonarismo é dizer que se espelha nos Estados Unidos e em Israel. Esse “alinhamento” é coisa para enganar trouxa, já que o Brasil de Bolsonaro é o suprassumo do atraso em temas que os norte-americanos e os israelenses já superaram. Cito dois: a legalização do aborto e da maconha.

Nos EUA, o aborto é permitido desde 1973; em Israel, é permitido interromper a gravidez desde 1977. Já o uso medicinal da maconha é permitido em 36 estados norte-americanos e 15 deles também permitem o uso recreativo; em 2017, Israel se tornou o primeiro país do Oriente Médio a legalizar o uso recreativo da maconha e desde 2019 autorizou também o plantio caseiro para consumo próprio e para fins medicinais.

O “alinhamento” aos EUA e Israel é coisa para enganar trouxa, já que o Brasil de Bolsonaro é o suprassumo do atraso em temas que os norte-americanos e os israelenses já superaram. Cito dois: a legalização do aborto e da maconha

Pergunte ao bolsonarista que anda com a bandeira dos EUA e de Israel em seu perfil nas redes sociais o que acha disso. Ele ainda vai ficar mais chocado ao descobrir que em Washington, a capital do país que tanto admiram e até prestam continência, estão dando baseados de graça para estimular as pessoas a se vacinar contra a Covid-19.

A iniciativa “Joints for Jabs” (“Becks por injeções”, em tradução livre) do grupo DCMJ (DC Marijuana Justice) está sendo apoiada em Washington pelo próprio governo, que autorizou as lojas que vendem maconha a dar um baseado de graça a qualquer um acima de 21 anos que tenha tomado a primeira ou a segunda dose da vacina até 12 de julho. Detalhe: durante a pandemia os dispensários de maconha medicinal foram considerados “serviços essenciais” por lá, ou seja, não fecharam.

Em outros Estados, como o Arizona, lojas de maconha também estão dando baseados e comestíveis à base de cannabis a quem se vacina contra a Covid-19. Como a vacinação não é obrigatória, o beck grátis serve como um incentivo.

Nada mais diferente do Brasil, onde até mesmo o uso medicinal da cannabis continua a ser criminalizado pelo presidente da República. Esta semana, uma comissão especial da Câmara aprovou um parecer favorável à legalização do cultivo, exclusivamente para fins medicinais, veterinários, científicos e industriais, da Cannabis sativa, planta também usada para produzir a maconha.

Pergunte ao bolsonarista que usa a bandeira dos EUA em seu perfil nas redes sociais o que acha disso: na capital do país que tanto admiram e até prestam continência, estão dando baseados de graça para estimular as pessoas a se vacinar contra a Covid-19

E qual foi a reação de Bolsonaro, o grande fã dos EUA? Dizer que isso vai gerar riqueza, empregos, como acontece lá na gringa? Que nada. Atacou a iniciativa e ainda aproveitou para, como sempre, inventar uma fake news contra o PT. “Tem a canabidiol sintética. Não precisa deixar o pessoal plantar maconha em casa, não… Já imaginou se o PT um dia voltar ao governo? Vai ter plantação de maconha ali, ó”, disse, apontando para o gramado do Palácio da Alvorada.

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(4) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

twa em 10/06/2021 - 19h06 comentou:

legalização do aborto e maconha. Desde quando isso é avanço ? Tanta coisa ruim e triste no mundo acontecendo, você só quer curtir sexo e maconha ?
1) Kurt Cobain começou com maconha e sabemos como terminou !
2) Aborto, existem inúmeros métodos anti contraceptivos, e ainda querem matar bebês ?

Responder

    Cynara Menezes em 10/06/2021 - 19h15 comentou:

    a questão é: vocês são a favor de o brasil se espelhar nos EUA e em israel ou é lorota? porque nestes dois países que vocês tanto dizem admirar, estas questões estão superadas. e outra coisa: embrião não é bebê. se vocês se preocupam tanto com a vida, por que estão se lixando para os 480 mil mortos por covid-19?

twa em 10/06/2021 - 23h42 comentou:

Eu sim sou um grande admirador dos EUA !
Mas tem muita coisa ruim lá também como maconha e aborto… Me espelho no que têm de melhor e não de pior.
1) Maconha e aborto não estão superadas nos EUA. A divergência é contínua, inclusive com leis estaduais
2) “Embrião não é bebê “! Pode não ser, mas é VIDA !

Responder

    Cynara Menezes em 11/06/2021 - 14h59 comentou:

    estão superadas. a indústria da maconha é uma realidade tão forte que nem seu ídolo, o idiota trump, foi capaz de pregar contra. e o aborto tampouco deixou de existir. o resto é mimimi de gente com cabeça pequena como bolsonarista. adeus!

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Cultura

“Não necessitamos que o império nos dê nada de presente”, escreve Fidel Castro


Como não republicar este texto de Fidel Castro sobre Obama? É genial. Saiu segunda-feira no Granma e repercutiu em vários jornais do mundo. Traduzi para vocês. Ansiosa para ver o que ele vai escrever sobre…

Maconha

Uruguai começa a vender nas farmácias em julho a maconha legal mais barata do…


Na semana passada, os uruguaios começaram a se registrar nas agências de correio para se habilitar a comprar maconha nas 30 farmácias que serão autorizadas a vender a erva oficialmente no país. Trata-se de uma…