Socialista Morena
Politik

Jorge Amado, as mulheres e as flores da Chapada Diamantina

Em homenagem ao escritor baiano que amava as mulheres, algumas flores bem sugestivas...

Centrosema sp, conhecida como "xoxota de freira"
Cynara Menezes
10 de agosto de 2016, 11h44

Esta semana completaram-se 15 anos da partida de Jorge Amado, que faria 104 anos hoje. Ex-stalinista, sempre socialista, ateu que “simpatizava” com o candomblé, o baiano Jorge era um grande admirador das mulheres, em sua vida e em sua obra. Mulheres fortes, mestiças, bem brasileiras: Tieta, que vai embora puta e volta rica e poderosa; Dona Flor, dona-de-casa independente que tem dois maridos; Tereza Batista, que enfrenta a polícia para defender suas colegas prostitutas; e Gabriela, a sensual sertaneja que tem cheiro de cravo e canela…

Na vida real, Jorge foi casado com Matilde, seu primeiro amor, e com Zélia Gattai, companheira de caminhada até o fim, sua eterna namorada, “cúmplice da aventura” durante mais de 50 anos.

flor4

Paepalanthus pulvinatus

Em seu “rascunho de autobiografia”, o delicioso Navegação de Cabotagem, publicado em 1992, Jorge Amado expõe o último desejo: morrer com as mãos repousadas em cima do órgão sexual feminino, sobre quem reproduz nomes populares e inventa alcunhas poéticas. Acho linda sua devoção ao “xibiu”. Reproduzo para vocês este trecho do capítulo final do livro, acompanhado por fotos que fiz de flores da Chapada Diamantina, na Bahia, algumas bastante sugestivas…

Me falaram que no final do ano a variedade é ainda maior, principalmente de orquídeas. As flores foram identificadas com a ajuda dos leitores André Benedito e Rodrigo Penati, de São Paulo. Boa leitura.

***

“Como dizer para nomeá-la? Não direi vulva, vagina, boceta, babaca, não direi, como então designá-la? Ai falta-me o dom da poesia para criar a imagem justa, encontrar comparação para a incomparável. Queria coroá-la com as flores do poema, falta-me a inspiração do bardo, a frágua mágica do vate, prosador terra-a-terra não sei como denominá-la, não a mereço.

flor3

Mandevilla bahiensis, a Rainha-da-Serra

Flor de cactos, trago de aguardente, cratera de vulcão, a engole-pau, a feita de cravo e de canela, poço sem fundo, porta-do-oriente, mansão de árabe, mesquita, precipício, a xoxota em fogo de Gabriela.

flor2

Periandra coccinea, flor conhecida como “bocetinha”

La chatte de madame, pasto de miosótis, campo de papoulas, chão dos prazeres, mapa do refinamento, mestra de meninos, gata em cio, matriz do ipsilone, o xibiu doutor honoris causa de Tieta.

flor5

Os três vinténs, a vendida, a comprada, a violada, a conspurcada, fonte de mel, barra da manhã, luz de candeeiro, labareda, nascente d’água, foz de rio, concha do mar, ai a boca do mundo de Tereza.

flor6

Zornia flemmingioides

Não direi rosa chá, marulho, fogo do inferno, bálsamo da estrovenga, o altar-mor, a gruta escura, a aurora, a noite, a estrela, a colina do deleite, o ostíolo, a buça de chupeta, a madona, a contadina, a pazza, a louca de albano, la mamma, a prova dos nove, os nove-fora, lar da pudicícia, porta de devassidão, apocalipse, não direi abismo onde faleço e ressuscito, não direi mãe de Deus, mulher do cão.

flor7

Stachytarpheta sp, popularmente “Gervão”

Irei buscá-la onde um dia a coloquei para resguardá-la, a escondi lá onde sabes, no xis de dona Flor, e direi a peladinha de Euá. Direi a peladinha e tu entenderás que a ela me refiro, tomarás da chave da adivinha e abrirás a porta do tabernáculo, cavaleiro e montaria, amazona bravia e árdego ginete percorreremos os caminhos. Minha égua se chama a peladinha, teu cavalo se nomeia o bom de trote e de galope.

flor8

Begonia sp, conhecida como “Azedinha”

Na hora derradeira quero nela pousar a mão, tocar-lhe a penugem, a pétala do grelo, sentir-lhe a doce consistência, a maciez, nela depositar meu último suspiro…”

(Jorge Amado, em Navegação de Cabotagem)

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
Nenhum comentário Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Voltamos à época do “almoço das primeiras-damas” –e da bajulação vergonha alheia


E pensar que até outro dia tínhamos uma mulher na presidência da República, hein?

Feminismo

Multiplicando Marielle: fundo dará bolsa de 40 mil reais a lideranças femininas negras


Prazo foi estendido até o dia 18 de outubro e 25 de outubro; o resultado sairá no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra