Aos meus leitores

(Greta Garbo em Ninotchka, de 1939)

(Greta Garbo em Ninotchka, de 1939)

Há quase dois anos, anunciei a independência do blog e, desde então, tenho conseguido realizar o sonho de fazer jornalismo honesto e progressista, tendo como único patrão os leitores. Neste ano que passou, foi possível concretizar o primeiro e maior dos objetivos: garantir que o blog se sustente a si próprio e a mim, ainda que modestamente, graças às assinaturas.

Em 2017, o blog irá avançar para uma segunda etapa, e se transformará num pequeno site de notícias com viés de esquerda. Para que isso se concretize, o Socialista Morena passará a republicar matérias de blogs afins, além de traduções de conteúdos estrangeiros com copyright livre (creative commons). Como não é possível continuar fazendo tudo sozinha, pretendo contar com o apoio de um estagiário. Logo, logo, anuncio a seleção para os estágios, que terão certificado e remuneração específica.

Com as novidades, o visual do blog também será modificado para dar uma cara de “portal” ao conteúdo, com novas editorias somadas às atuais. O site continuará a privilegiar ideias em vez dos fatos do dia a dia, mas as notícias cotidianas terão mais espaço neste novo formato, com um olhar progressista sobre os acontecimentos do momento: o Socialista Morena irá “explicar” a notícia para que o leitor possa “entendê-la” do ponto de vista da esquerda, não apenas lê-la.

Ao contrário da mídia comercial, todos os conteúdos continuarão abertos aos leitores, independentemente de serem assinantes ou não. Como a premissa máxima do Socialista Morena é compartilhar conhecimento, função social do jornalismo esquecida por nossos jornais, o futuro site não colocará empecilhos financeiros para acessar os textos. Nada de paywall, este blog é para todos. Assina quem pode, porque acha importante e deseja que continue existindo. Subverte-se, assim, a lógica capitalista do jornalismo onde só pode ler quem compra/assina.

Ninguém sabe como as novas mídias sobreviverão com a internet –nem mesmo a velha mídia sabe se irá sobreviver… A fórmula de financiamento pelos leitores foi a que escolhi e tem dado certo. Como antes se assinavam jornais e revistas, agora assinam-se mídias digitais. É mera mudança de hábito, mas com uma diferença fundamental: com tanta oferta, tenho certeza que as pessoas só assinarão veículos com os quais se sintam representados. E isto a velha mídia brasileira já não tem a oferecer a uma parte substanciosa da sociedade que não é de direita, como se posicionam todos os jornais, TVs e revistas.

O “modelo de negócio” das mídias progressistas não se inspira em empresas familiares cujos herdeiros exploram jornalistas e apoiam golpes de Estado no país há 100 anos, mas nas experiências horizontais que vêm surgindo pelo mundo, onde todos os jornalistas são de fato colegas, remunerados de forma igualitária. Estou convencida de que, juntos, podemos construir estas novas mídias e fazer por nós mesmos a democratização dos meios de comunicação que os coronéis midiáticos nunca permitiram que acontecesse no Brasil.

Se você acredita, curte e quer apostar no futuro do Socialista Morena, assine o blog.

 

 

Leia também  Fake news: mais do que mau jornalismo, uma máquina antiética de fazer dinheiro

O Socialista Morena é um blog de jornalismo independente. Se você quiser contribuir financeiramente, doe ou assine. Quanto mais colaborações, mais reportagens exclusivas. Obrigada!!

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Ou, você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência 3310
Conta Corrente 23023-7

Publicado em 9 de janeiro de 2017