Socialista Morena
Direitos Humanos

Lula preso: “Não se preocupem que não vou ficar doido. Cuidem do Brasil”

Ex-presidente se mantém "sereno", segundo senadores que o visitaram, reclama da solidão e conclama seus apoiadores a "não desanimar"

Ilustração: Cristiano Siqueira
Cynara Menezes
19 de abril de 2018, 19h24

Ilustra Cristiano Siqueira

Os senadores da Comissão de Direitos Humanos que visitaram Lula em sua cela na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba usam duas palavras para definir o estado de espírito do ex-presidente: “sereno” e “indignado”. A serenidade transparece nos reiterados pedidos para que os petistas não se preocupem com ele, mas com a situação do país; a indignação e a raiva vêm à tona quando Lula comenta a perseguição jurídico-midiática que o levou a ser privado de sua liberdade aos 72 anos.

“Primeiro decreto: não vale chorar, hein?”, disse o ex-presidente ao abraçar a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) na entrada do cubículo que ocupa. Emotiva, Fátima não resistiu e caiu no choro ao ver o ex-presidente ali. “Um homem com uma biografia dessas estar preso é muito chocante”, disse. As outras senadoras disseram ter sentido “a garganta travar”, mas contiveram as lágrimas. Lula estava com boa aparência, a barba grisalha aparada como de costume, vestido com uma camiseta branca, calça escura e havaianas. Alguns senadores disseram que a calça tinha o emblema da Polícia Federal; outros, que tinha a bandeira do Brasil. Não foi permitido ao grupo entrar com celulares, nem Lula queria fotos.

Antes de subir para ver o ex-presidente, no quarto andar do edifício, os 11 senadores (Fátima, Vanessa Grazziotin, Gleisi Hoffmann, Regina Sousa, Lídice da Matta, Lindbergh Farias, José Pimentel, Humberto Costa, João Capiberibe, Paulo Paim e Paulo Rocha), divididos em dois grupos, vistoriaram as celas onde se encontram os outros detidos na carceragem. São quatro celas de um lado, para os presos da Lava-Jato, e quatro do outro, para os presos comuns, por delitos como tráfico de drogas ou falsificação. Os senadores chegaram a ver o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, e souberam que o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e Leo Pinheiro, da OAS, também estavam no local, mas eles aparentemente se esconderam dos visitantes.

“90% dos brasileiros não têm um quarto desses para dormir”, disse o ex-presidente, tentando tranquilizar os senadores. Lula tampouco reclamou da alimentação que recebe, segundo ele “razoável”

As celas ficam em uma espécie de porão na Superintendência, com quase nenhuma passagem de luz. Eram 15h30 quando a comissão de DH esteve por lá e estava tudo escuro, como se fosse noite. O banho de sol dos detentos acontece num pátio no fundo do corredor, com uma abertura no teto, estilo clarabóia, com uma rede de proteção. Os raios de sol entram pelas frestas. “É horrível, horrível, um ambiente tétrico. Aquilo ali é para o cara vender até a mãe para poder salvar o pescoço”, disse um dos senadores ao site. “Não é tão ruim quanto um presídio comum, mas não pode se dizer que as condições são boas. Tem uma estrutura de madeira que serve de sofá ou cama e dois ou três presos por cela”, contou a senadora Lídice.

Comparada a estas masmorras, a cela onde Lula está preso deixou os senadores um pouco menos apreensivos. Eles pediram para ir todos de uma vez para aproveitar melhor o tempo. Com 15 metros quadrados, a cela tem grades na porta, mas há duas janelas, protegidas por telas, por onde entra luz e ar fresco. Há um armário, uma mesa com quatro cadeiras, um aparelho de TV e a cama de solteiro onde dorme o ex-presidente. O banheiro do lugar foi considerado “organizado” e “limpo” pelos senadores. “90% dos brasileiros não têm um quarto desses para dormir”, disse o petista, tentando tranquilizá-los. Lula tampouco reclamou da alimentação que recebe, segundo ele “razoável”.

Dois policiais armados permanecem na porta da cela o tempo inteiro. Perguntaram a Lula na chegada se queria deixar a porta aberta como os demais, mas ele preferiu manter fechada, pois se sente vigiado. “Tudo que a gente fala aqui se ouve na sala ao lado. A parede tem ouvidos”, comentou. O ex-presidente também mantém as cortinas das janelas semicerradas, porque percebeu um movimento de drones do lado de fora, provavelmente da imprensa comercial querendo imagens suas encarcerado. Mas é bem difícil obter imagens do local, mesmo com drones ou teleobjetivas potentes. Se aparecerem fotos de Lula na mídia, é porque vieram de dentro da carceragem.

Todos os dias Lula recebe os advogados, que lhe trazem notícias do seu processo e do país. Eles também têm levado as cartas que brasileiros de todo país estão escrevendo ao ex-presidente. O petista prefere assistir apenas a jogos de futebol na televisão, até porque na prisão só chega o sinal dos canais abertos. “Não quero me viciar em TV”, afirmou Lula. Imaginem ser obrigado a assistir ao noticiário da Globo e da Bandeirantes? Aí seria tortura.

Eu estou preocupado é com lá fora. Não permitam que essa situação se naturalize, que convençam o povo e os outros países que estamos vivendo uma situação de normalidade, que as instituições estão funcionando

O ex-presidente tem preferido os livros. Atualmente, está lendo Homo Deus: Uma Breve História do Amanhã, considerado um dos dez melhores livros de não-ficção de 2017 pela revista Time, do israelense Yuval Harari, autor do best-seller Sapiens: Uma Breve História da Humanidade. A série de livros trata de história da nossa espécie e da evolução tecnológica sob um ponto de vista filosófico e, alerta sobre os riscos do “datocentrismo” para a democracia e o futuro do mundo. “Não se preocupem que não vou ficar doido”, brincou Lula. “Só se for por causa desse livro aqui.”

O líder petista disse que era possível trazer mais cadeiras para o grupo se sentar durante o encontro, mas os senadores optaram por ficar de pé em torno de Lula, numa tentativa de manter a conversa mais reservada das paredes com ouvidos. Os senadores mais escutaram do que falaram. Lula repetiu o tempo todo que não se preocupassem com ele, mas com o país. “Cuidem do Brasil. Eu estou preocupado é com lá fora. Não permitam que essa situação se naturalize, que convençam o povo e os outros países que estamos vivendo uma situação de normalidade, que as instituições estão funcionando. Não desanimem.”

Foto: Ricardo Stuckert

O momento mais descontraído da conversa foi quando Lula soube da invasão do “triplec” pelo MTST no dia anterior. O petista gargalhou ao ouvir a notícia. “Por que pediram a reintegração de posse se dizem que o triplex é meu?”, provocou. A única queixa foi quanto à solidão e a falta de interlocutores com quem conversar. Lula tenta falar só o essencial com os carcereiros. Mas ele ponderou que sua solidão já vem de longo tempo, desde a morte da mulher, Marisa, em fevereiro do ano passado. “Minha vida já era confinado em casa”, lamentou.

Lula caminha pelo cubículo para lá e para cá durante 40 minutos e depois cumpre a rotina de levantar pesos. Seus advogados solicitaram a liberação de uma esteira e o pedido foi atendido, mas ela ainda não chegou

Os senadores entrevistados para esta reportagem disseram ter ficado positivamente surpresos com o estado de espírito do ex-presidente. “Eu achei que ele estaria mais cabisbaixo, mais deprimido. Ficar naquele lugar e com aquele pique… Foi ele quem deu força pra gente”, contou Regina. “Ninguém fica feliz num negócio daqueles, mas ele só se queixou da falta de conversas”, disse Humberto. “Fisicamente ele está OK, mas ninguém confinado numa solitária pode estar extraordinariamente bem”, comentou Lídice. “Ainda mais sob fiscalização constante.”

Todos as manhãs, quando seus apoiadores no acampamento lá fora gritam o “bom dia, presidente Lula!” –que ele ouve com satisfação–, o petista já tomou o café da manhã (café com leite, pão com manteiga e ovo) e está fazendo seus exercícios físicos dentro da cela. Caminha pelo cubículo para lá e para cá durante 40 minutos e depois cumpre a rotina de levantar pesos. Seus advogados solicitaram a liberação de uma esteira e o pedido foi atendido, mas ela ainda não chegou. Lula tem à disposição um espaço para tomar banhos de sol, que não tem usado, já que os dias estão nublados e faz frio em Curitiba. No único dia em que o sol brilhou, ele não quis ir ao pátio porque estava sem protetor solar.

Lula ganhou frutas dos familiares e barras de cereais dos advogados, que mandou devolver, puto da vida, porque estavam com prazo de validade vencido. Ele mesmo faz a cama e brincou com os senadores que “vistoriassem” para ver se estava bem forrada. O senador Capiberibe reclamou que não estava ouvindo direito o papo e contou ser meio surdo de um dos ouvidos por ter levado “telefones” quando foi preso e torturado, durante a ditadura militar. “Olha, Capi, bota no seu relatório que não estou passando nada perto do que você passou”, pediu Lula.

O momento mais descontraído foi quando Lula soube da invasão do “triplec” pelo MTST. O petista gargalhou ao ouvir a notícia. “Por que pediram a reintegração de posse se dizem que o triplex é meu?”

Mesmo chateado com a solidão, o ex-presidente ainda não cogita mudar para o Complexo de Pinhais, onde estão os demais presos da Lava-Jato e onde teria possibilidade de conviver e bater papo com outras pessoas que não policiais ou advogados. Lula mantém a esperança de ver sua situação revertida. Nesta quarta-feira, porém, os desembargadores do TRF-4 rejeitaram, mais uma vez por unanimidade, os derradeiros recursos na segunda instância apresentados por sua defesa, os chamados “embargos dos embargos”. Na verdade, nem chegaram a ler os recursos argumentando que já foram analisados.

Enquanto isso, a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal em Curitiba, continua negando visitas de personalidades ao ex-presidente. Prêmio Nobel da Paz de 1980, o argentino Adolfo Perez Esquivel já teve dois pedidos negados, assim como o frei Leonardo Boff.

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(18) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

eva em 19/04/2018 - 19h45 comentou:

Obrigada, Cynara. <3

Responder

Geraldo Fonseca em 19/04/2018 - 22h36 comentou:

Agradeço pelas notícias do nosso querido presidente Lula. Estamos todos (quem tem cabeça) indignados. Mas temos confiança de que as coisas vão chegar a bom termo. A luta sempre continua. Um forte abraço.

Responder

    Sergio em 20/04/2018 - 11h03 comentou:

    De que forma as coisas irão a chegar a um bom termo? Sim! Estamos indignados, mas… Ele continua preso! Nos próximos dias ou a qualquer momento, voltará à prisão José Dirceu! Continuaremos indignados!

    Aliás, em entrevista à FOLHA, o próprio José Dirceu coloca como hipótese nunca mais sair da cadeia.

    Lula está condenado! E vem mais dois ou três processos para cima dele. Hoje são 12 anos! Amanhã mais 20! Depois mais 10! Isso na primeira instância! Quando for para a segunda instância, isso vira brincando 60 anos de cadeia e continuaremos indignados: “Puxa vida! Que absurdo! Coitadinho do Lula! É Lula livre! Vamos para a internet xingar os bolsominions!” E ele continuará preso! E paramos na indignação!

    O erro foi Lula ter se entregado! Acreditar nessa justiça?

    Triste isso! O que está havendo com a esquerda? Estamos como cordeirinhos, marchando para as eleições que a grande mídia e o poder econômico desejam! Sem Lula e os candidatos que eles querem!

Telma em 20/04/2018 - 00h33 comentou:

não tem como a gente não se emocionar. Lula é mesmo um ser humano muito especial. na minha opinião não deveria ter se deixado prender. tenho muito medo de pensar no futuro do ex-presidente. Gratidão por esta reportagem. Apesar de tudo deixa a gente um pouco menos aflita.

Responder

Marília Gava em 20/04/2018 - 02h32 comentou:

Cynara, agradeço muito. Esses detalhes confortam um pouco a gente, embora não nos deixe menos triste nem conformados com a situação. Como pode o presidente tão querido pelo povo brasileiro passar por esse isolamento, quando a maioria de nós sonhamos em estar com ele um pouquinho que seja para uma foto, para um cheiro… como gostaríamos de abraca-lo e acolhe-lo em agradecimento por tudo de bem e de melhor que fez pelo Brasil! A esperança não tem fim, teremos #LulaLivre mais cedo do que a injustiça de sua condenação deseja. Os cruéis que o colocaram ai sentirão na pele a lei do retorno. Nossa indignação é a motivação para traze-lo de volta, para salvar o país do caos em que se encontra. #LulaLivre ♥️

Responder

Saaghs em 20/04/2018 - 05h24 comentou:

Parabéns e obrigado,Cynara! Fico feliz por sua matéria nos revelar um Lula forte e sereno, pois isso é sinal de vitalidade física e saúde espiritual para o nosso querido presidente Lula, o político mais popular do planeta terra.

Responder

Eduardo Vasconcellos em 20/04/2018 - 07h01 comentou:

Quando Temer, Aécio, Serra e o Santo Alckmin estiverem na mesma situação do Lula, aí eu vou crer que há igualdade de justiça.

Responder

    Sergio em 23/04/2018 - 09h57 comentou:

    Já ouviu falar em tucanos de piranha? Eles serão presos! Você a partir disso vai passar a crer na justiça? Eles serão presos para “calar” a boca daqueles que dizem que “só acredito na justiça quando eu ver Aécio e cia presos”, justamente para encobrir aqueles que são presos injustamente! A ideia é nivelar Lula a eles!

    Quando formos reclamar da prisão de Lula, eles dirão: “A justiça é para todos, vejam como ela funciona! Há políticos do PT presos, mas há também do PMDB, PP e PSDB”. Do que vamos reclamar?

    Não caiamos nessa armadilha não!

Gustavo Horta em 20/04/2018 - 07h39 comentou:

O Símbolo é Mais Forte que o Fato – TEXTO FORTE DO FERNANDO. MUITO FORTE
> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/04/20/o-simbolo-e-mais-forte-que-o-fato-texto-forte-do-fernando-muito-forte/

… …Nós – para usar a expressão de Graciliano Ramos – , desgraçados materialistas, frequentemente temos a tendência, no final da vida, de sermos pragmáticos e indulgentes com nossos pecados, tanto quanto intolerantes com pecados alheios.

Há os que, por terem sido remadores contra as marés de dias, anos, meses, anos e até décadas, se vêem agora como sócios remidos da existência, que deram a sua parte de sacrifícios e, agora, … …

Responder

jose carlos lima em 20/04/2018 - 11h28 comentou:

mas da loucura construida não podemos evitar se ela se da a partir do isolamento do individuo….e outros metodos, o que fizeram com Geraldo Vandre nao se sabe….

Esse golpe de 2016 não é novo …..

Senão vejamos:

no século passado tivemos 1 golpe na década de 30, que implabtou o Estado Novo…

na sequência, tivemos outro golpe na de 40 quando uma junta de 5 iluminados chamado TSE extinguiu o PCB.. ..dos 5, três votaram pela proscrição, o que provocou protestos, inclusive por parte da imprensa e opinião pública…e o STF, sob pressão das Forças Armadas e rasgando a Constituição, resolveu entregar Olga Benário ao inimigo, que a matou numa Câmara de gás….qualquer semelhança com o que fazem com Lula não é mera coincidência.

..decada de 50 novo golpe, tendo sido este verbalizado pela Globo que inoculou veneneno na opinião publica contra Vargas, que terminou se suicidando..

…..na década de 60 novo golpe, que se prolongou até perto do final do século…e mal começou este século, já tivemos um golpe que, se não se prolongar até próximo do final deste século, teremos 1 por década…

..moral da história: os golpes neste pais são apenas um, que continua no tempo e com breves intervalos de democracia…a nossa elite do atraso é eternamente regressista, colonial, escravista e avessa a democracia e a inclusão dos do andar de baixo: e ai daquele lider que ousar alterar esta lógica: serão devudamente silenciados sendo mortos, como ocorreu com Marielle, ou presos, como se sucede com Lula.

Ha um ano escrevi isso:

Coisas do mundo ordinário: a degradação do exército… a destruição de um pais pelo Poder Verbalizador, no caso a Globo como dona da voz, o monopolio da informação e da fala….
V=
Como ficar alheio a esta realidade ordinária….como variar viajar sem perdermos isso de vista….ou será que devemos incluir cada coisa do mundo ordinário no nosso personagem….talvez…

o mundo a vida é uma sequencia de acontecimentos: uma coisa puxa a outra….

Responder

Gleyse em 20/04/2018 - 12h39 comentou:

Obrigada querida por nos deixar informados.

Pergunto: vc saberia qual o endereço para enviar cartas p o presidente Lula?

Muito obrigada, parabéns pelo excelente trabalho.

Responder

    Cynara Menezes em 20/04/2018 - 15h33 comentou:

    Para Luiz Inácio Lula da Silva
    R. Profa. Sandália Monzon, 210
    Santa Cândida, Curitiba/PR
    CEP: 82640-040

Madge Porto em 20/04/2018 - 12h58 comentou:

Obrigada. Gostei da forma que vc escreveu a matéria. Parabéns!

Responder

Mauricio c freitas em 20/04/2018 - 15h26 comentou:

Obrigado cynara é bom saber como está o nosso presdidente. Valeu #lulalivre

Responder

Ulysses em 20/04/2018 - 17h04 comentou:

“No único dia em que o sol brilhou, ele não quis ir ao pátio porque estava sem protetor solar”. Isso não corresponde à realidade. Desde que Lula chegou houveram muitos dias de Sol aqui em Curitiba.

Responder

Diomaris em 21/04/2018 - 03h15 comentou:

Cynara, gratos estamos pelas notícias do Presidente Lula. Chorei ao ler o seu relato, triste saber desse isolamento de uma pessoa que sempre argumentou os fatos, agora se encontra silenciado! Confesso que eu, particularmente, não concordei com Lula se entregar. Mais digno seria pedir asilo político. Nossas prisões são masmorras e sabe-se lá o que pode acontecer com o Presidente naquele lugar infestado de homens cruéis e injustos . Fico no meu lamento. Abraço e obrigada

Responder

João Junior em 24/04/2018 - 23h43 comentou:

Lula é uma ideia, e é livre desse jeito. Mas Lula também é de carne e osso, precisa da liberdade. Temos que lutar por Lula livre! Por mim, uma revolução já teria começado. Grande abraço.

Responder

Roberto em 26/04/2018 - 23h38 comentou:

Lamento que Lula não tenha se refugiado em alguma embaixada estrangeira para, do exílio, comandar uma resistência ao golpe, mas isso não seria o Lula. Entregar-se foi coerente com o seu republicanismo, com essa confiança de que as instituições voltarão, eventualmente, a funcionar com algum apego às leis. Pessoalmente, não compartilho dessa esperança. Creio que se faz necessária a luta armada. Chega de “bom mocismo”! Essa obediência canina aos ditames de um poder judiciário totalmente subvertido e prostituído não nos levará, senão, à ruína e à irrelevância. Que Lula cumpra o seu papel de eterno conciliador, mas que a perspectiva de uma legítima sublevação popular paire sempre sobre as cabeças de quem ousar governar sem voto, sem povo. Lula livre, sim, Lula presidente, ainda que tenhamos de tomar a cadeia de assalto e de lá tirá-lo na marra.

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Mídia

Juíza diz que não proibiu DCM de escrever “helicoca” e sim Zezé “Helicoca” Perrella


Juíza que concedeu liminar proibindo site de usar termo "helicoca" afirma que a restrição diz respeito apenas a associar o termo ao sobrenome do senador. Será que vai virar meme?

Politik

Advogados pela Democracia pedem a faculdade canadense que não dê prêmio à Lava-Jato


Força-tarefa da operação é uma das três finalistas ao prêmio Allard. Em carta aberta, grupo também pede ao jornalista Glenn Greenwald, que fará o discurso de abertura, que desista de participar