Socialista Morena
Politik

Tchau, querido: Moro faz “live das lives” elogiando Lula e Dilma e detonando Bolsonaro

Sobram razões para o impeachment. Ou prevaricar e interferir em investigação são menos graves do que pedaladas fiscais?

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Cynara Menezes
24 de abril de 2020, 15h22

Caetano Veloso que se cuide. A “live das lives” da quarentena já aconteceu, e estrelada por um cara cuja voz desafina mais do que sertanejo bêbado: Sergio Moro. O ex-juiz, ex-ministro da Justiça e ex-quase-futuro-ministro do STF protagonizou uma saída épica do governo. Ao vivo, detonando o presidente e, o que é pior, elogiando a não-interferência de Dilma Rousseff e de Lula na atuação da Polícia Federal. “Grande dia”, diria Bolsonaro em outros tempos.

“É certo que o governo da época tinha inúmeros defeitos, aqueles crimes gigantescos gigantescos de corrupção que aconteceram naquela época, mas foi fundamental a manutenção da autonomia da PF para que fosse possível realizar esse trabalho. Seja de bom grado, seja por pressão da sociedade, essa autonomia foi mantida e isso permitiu que estes resultados fossem alcançados”, disse Moro.

“O presidente me disse mais de uma vez expressamente que ele queria ter uma pessoa do contato pessoal dele, que ele pudesse ligar, que ele pudesse colher informações, que ele pudesse colher relatórios de inteligência, seja o diretor, seja o superintendente, e realmente não é o papel da Polícia Federal prestar esse tipo de informação. As investigações têm que ser preservadas. Imaginem se durante a própria Lava-Jato ministro, diretor-geral, a então presidente Dilma, ou o ex-presidente Luiz (sic) ficassem ligando para o superintendente em Curitiba para colher informações sobre as investigações em andamento.”

Imaginem se durante a própria Lava-Jato, a então presidente Dilma, ou o ex-presidente Luiz (sic) ficassem ligando para o superintendente em Curitiba para colher informações sobre as investigações em andamento

A fala de Moro explicitou, em primeiro lugar, o republicanismo extremo dos governos petistas comparado à total falta de republicanismo de Bolsonaro. Os que acusavam o PT de “aparelhar” o Estado colocaram no poder a turma que realmente aparelha, manipula e intervém em investigações da Polícia Federal e do Ministério Público. Criminosos sob qualquer ponto de vista, não há o que discutir. Razões para o impeachment de Bolsonaro, se já havia, agora sobram. Ou prevaricar e tentar interferir em investigação são menos graves do que pedaladas fiscais?

Mas o ex-juiz foi além. Afirmou que o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, foi demitido pelo presidente e não deixou o cargo “a pedido”, como afirmou o próprio perfil oficial da Secom no twitter, com imagem do Diário Oficial. Ou seja, Moro acusou o governo de fraudar o Diário Oficial. Só uma pessoa que sofreu lavagem cerebral do bolso-olavismo seria capaz de negar que isso seja gravíssimo.

Na “live das lives”, Moro tentou lavar a jato sua imagem diante da opinião pública, fingindo não saber quem era Bolsonaro ao assumir o cargo. “Me prometeram carta branca para nomear”, choramingou. Sai, no entanto, com a aura de “herói contra a corrupção” que a mídia corporativa ajudou a lhe dar arranhada, não só por ter participado de um governo incompetente e sombrio: confessou que recebeu a promessa de “pensão” caso aceitasse o cargo de ministro da Justiça, renunciando ao posto de juiz. Que pensão é essa, não se sabe até agora.

A questão que fica é: se, segundo ele mesmo, a PF está sob intervenção direta do presidente, quem vai investigar as denúncias que Sergio Moro fez e –mais preocupante ainda– as que fará?

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(8) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Dan em 24/04/2020 - 19h36 comentou:

Se a PF está sob intervenção do presidente e o presidente sob intervenção dos generais, o impeachment do presidente serve para que?

Responder

Otavio Demasi jornalista Mtb 32548 e consultor de turismo em 24/04/2020 - 21h34 comentou:

Ensaboa, ensaboa, ensaboa que os dois estão ensaboando. QUEBRARAM A DEMOCRACIA, JUNTO COM O VAMPIRAO, O STF E TUDO.
POR QUE CONGRESSO, O STF, NÇAO FIZERAM NADA ATÉ AGORA PARA DEVOLVVVEREM O MANDATO DE DILMA DADO PELO POVO BRASILEIRO.
NEM MORO.NEM O FAKE NEWS BOLSONARO, ALIÁS OS DOIS SÃO FAKE NEWS, POIS O QUE TEVVE DE MENTIRA DESCOBERTAPELA VAZA JATO E QUE TAMBÉM NENHUM POEER CONSTITUIDO FEZ NADA, MOSTRA QUE DEMOCRACIA PARA AS NOSSAS ELITES PE ELES NO PODER SEMPRE. E O CVVID 19 MATANDO OPOVO.OS JUROS QUENTES COMOO FOGO DOS INFERNOS E A MWAMICE INSTALADA NO BLÁ-BLÁ=BLÁ. ATÉ FHC, QUE ENTREGOU TUDO COM SUA PRIVVATARIA TUCCANA, DÁ OS SEUS PITACOS.
SÓ A REVOLUÇÃO POPULAR DOPOVO, VVAI REVERTER A POLÍTICA NACIONAL

Responder

Leo Augusto em 25/04/2020 - 01h09 comentou:

Agora se inicia outro capítulo da novela animada: o justiçamento. Se segue a tese de que o cavaleiro MOR do justiçamento, sabedor que é, já que conta com o auxilio do olho do grande brother, aceitou a capanga ministerial para combater o grande combate. Final? Também não se sabe. Sob a proteção do seu escudo “made in América”, o país será libertado das garras e das presas dos corruptores. Bem vindos a saga das séries animadas – cavaleiros da justiça 2022, cavaleiros do zodíaco de cu-ritiba, cavaleiros da távola quadrada do reino verde-amarelo. Impuseram um herói colorido, um herói pistoleiro e, agora, em um futuro não muito distante, um herói justiceiro. É o Brasil de mãos dadas com o Sebastianismo. O gado segue mugindo embalado pela cantilena moralista do justiçamento ante o brilho do punhal do seu herói justiceiro. Não se sabe se dor ou prazer. Hoje, Sérgio Moro viveu a sua Nacht der langen Messer.

Responder

Audi em 25/04/2020 - 22h10 comentou:

Nao diga uma besteira destas:
A questão que fica é: se, segundo ele mesmo, a PF está sob intervenção direta do presidente, quem vai investigar as denúncias que Sergio Moro fez e –mais preocupante ainda– as que fará?

Resp: O Presidente vai continuar querendo! Lula e Dilma, nao ousaram se complicar! Tinha que ser o BOZO…rs””)))

Responder

Audi em 25/04/2020 - 22h16 comentou:

Só uma pessoa que sofreu lavagem cerebral do BOLSO-OLAVISMO-LULISMO seria capaz de negar a HOMBRIDADE de Sergio MORO…)))

Responder

Aristides Bartolomeu Novaes em 28/04/2020 - 15h52 comentou:

Só o fato de o “ex tudo” ter perdido a sua pretensão maior, o STF, já é suficiente para comemorarmos. Foi o maior responsável pelo fracasso em que o Brasil se encontra hoje. Violou e manipulou a lei, se vendeu aos EUA e, com desculpa de acabar com a corrupção, se embrenhou no meio dela.
Talvez por isso não aceitou a delação do Tacla Duran que jogaria por terra toda safadeza da Operação Lava Jato. É cria da Globo, também golpista!

Responder

yared em 01/05/2020 - 12h09 comentou:

de crise em crise, de mentiras e mentiras, de criar inimigos a cada dia, das milhares de mortes pelo covi19, e afirmações de que é “só uma gripezinha”,esse (des)governo genocida e sem rumo vai conseguindo seu objetivo, que é terminar seu “mandato” sem nunca tê-lo exercido, e tentar a reeleição,apoiado por seu gado ensandecido e odioso.

Responder

yared em 16/05/2020 - 18h58 comentou:

o celerado com faixa de presidente, esse escroto sub-ditador, está fazendo tudo aquilo e muito pior, aquilo que criticava na esquerda e no governo do PT(LULA- DILMA).

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Quem envergonha o Brasil aos olhos do mundo é Moro, não Lula


Com Lula no poder, viramos protagonistas; com Lula preso, viramos o cocô do cavalo do bandido

Politik

Em vez de ostentar coerência, PT devia cobrar coerência do PSDB


Bancada do PT no Senado anunciou que irá votar contra a decisão do STF de afastar o tucano Aécio Neves do mandato. Deveria se abster