Socialista Morena
Politik

Duvivier deixou Ciro nu –o lado bom é que ele está há 5 dias sem falar de Lula

É como se o humorista tivesse virado o novo "adversário" do pedetista e de sua claque no twitter; até para debate ele foi desafiado

Montagem Maneco Magnésio
Cynara Menezes
19 de maio de 2022, 18h44

No sábado, 14 de maio, o humorista Gregório Duvivier publicou a peça mais demolidora sobre Ciro Gomes que já se viu na história desse país. Não sobrou pedra sobre pedra: o Greg News, seu programa na HBO, deixou Ciro nu, pelado com a mão no bolso –e a reação do candidato do PDT, como de praxe virulenta e infantil, comprovou que ele adora fazer críticas, mas não aceita recebê-las. O lado bom é que há cinco dias Ciro não fala sobre Lula: não parou mais de soltar vídeos contra Duvivier no twitter. É como se o humorista tivesse virado o novo “adversário” do pedetista e de sua claque; até para debate ele foi desafiado.

Mas, afinal, o que fez o Greg News? Zoar o Ciro, como o programa zoa qualquer um que merece ser zoado. E Ciro está merecendo ser zoado. Duvivier não esconde de ninguém sua decepção com os rumos que tomou a campanha do candidato, a quem declarou voto no primeiro turno de 2018. Em entrevista que me concedeu em dezembro, ele qualificou de “lamentável, horrorosa” a campanha cirista, focada em atacar Lula como estratégia para colher as sobras do bolsonarismo. “Ciro tomou o veneno do rancor”, disse Gregório, declarando voto no petista no primeiro turno.

Os quatro principais pontos de zoeira do GregNews foram: mostrar que Ciro não possui a “superioridade moral” que alardeia sobre si mesmo, e a passagem por sete legendas, a começar pelo partido da ditadura, o PDS, demonstra isso; mostrar que Ciro tem muito gogó na hora de falar sobre o tal “projeto nacional de desenvolvimento”, mas não está construindo uma aliança que permita pensar que terá condições de executá-lo se for eleito; que Ciro adora questionar as alianças de Lula e de qualquer um, mas até agora os apoios que reuniu se resumem ao cabo Daciolo e Luciano Bivar, presidente do PSL, o ex-partido de Bolsonaro; e que, embora rejeite o epíteto de “coronel”, é legítimo filho da oligarquia.

O trecho sobre o cabo Daciolo é particularmente hilário. Duvivier pinça a frase surreal com que Daciolo justificou a adesão ao candidato do PDT (“O Espírito Santo começou a me incomodar pra ir orar com Ciro”) para encenar um diálogo entre a entidade e o cabo. “Eu gosto da ideia do Espírito Santo incomodando o Daciolo”, disparou o comediante, mimetizando a pregação cirista nas redes com a “terceira via” que completa a santíssima trindade: “Ô, ô, ô, Daciolo, tu conhece o projeto nacional de desenvolvimento, Daciolo? Já ouviu falar do PND, Daciolo?”

Ciro claramente ficou mordido. Sua primeira reação foi aparentar fairplay, dizendo que “riu bastante” com as “piadas”, para em seguida dar bandeira do incômodo, desafiando-o a um debate “com total paridade de armas”, como se Duvivier candidato fosse e não comediante. Gregório aceitou o convite, mas não disse, a princípio, quando se dará o encontro (foi confirmado para a próxima sexta-feira, 20 de maio, às 19h, no canal de Ciro Gomes). Foi o suficiente para o pedetista voltar ao ataque, provocando-o como se o humorista tivesse fugido ao desafio. Duvivier retrucou: “Acho legal o convite do Ciro, mas eu trabalho”.

Àquela altura, atiçada pelo candidato, a agressiva militância cirista no twitter já tinha partido com tudo para cima de Duvivier, chamando-o de “Lulapet” e “terrorista eleitoral”. Houve até um perfil conhecido que sugeriu a Ciro uma “queixa-crime por calúnia” porque o programa debochou do emprego do pedetista no Beach Park, parque aquático de Fortaleza, após voltar de uma temporada de estudos em Harvard. O editor-chefe do Greg News, o jornalista Bruno Torturra, foi acusado de “receber pix” do PT, atitude bem similar ao que fazem os bolsominions com influenciadores de esquerda em geral.

Os “reacts” (ou overreacts, melhor dizendo) postados pelo candidato do PDT foram no mesmo tom minion da “turma boa”, acusando Gregório de “fake news”, pintando-o como “burguês do Leblon”, “arrogante”, chamando-o de “baixinho” e até de “racista” pelas piadas com Daciolo, apesar de não haver qualquer menção a raça nelas. Só faltou xingar o humorista de “jagunço de Lula”. “Essa ofensa é claramente racista, o deboche que vocês da esquerda caviar gostam de fazer contra a cristandade do nosso povo”, disse Ciro, que pelo visto esqueceu o quanto ele mesmo zombou, em 2018, dos delírios do atual aliado.

O vídeo do Greg News tem 33 minutos e até agora mais de 1,1 milhão de visualizações; a íntegra dos “reacts” de Ciro Gomes tem 50 minutos e 190 mil visualizações. Em quase o dobro do tempo, Ciro não rebate os pontos principais do programa, até porque não teria como negar que passou por tantos partidos e que começou na política pelas mãos do pai, prefeito de Sobral. O único erro factual apontado por Ciro no programa foi em relação à sua permanência no ministério da Fazenda de Itamar Franco (ficou até o fim, não quatro meses, como disse o Greg News), que Duvivier reconheceu e prometeu corrigir na próxima edição.

Em vários momentos, Ciro recorre à estratégia “E o PT? E o Lula?” para “responder” às zoações de Duvivier. Quando vai falar do seu emprego no Beach Park, o pedetista fala de… Antonio Palocci e sua delação premiada, rejeitada pelo Ministério Público e pela Polícia Federal. Sobre o isolamento de sua candidatura e a dificuldade que terá para concretizar o projeto nacional de desenvolvimento, além das questionáveis alianças, Ciro voltou ao clichê: “E o PT? E o Lula?” E termina o vídeo com as palavras de Gregório no passado… sobre o Lula, como se o humorista não tivesse o direito de mudar de opinião, só ele quando era do PDS e dizia que “lutava contra a ditadura”.

A desproporcional resposta de um político a um comediante só corroborou a impressão de “destemperado” que acompanha o candidato do PDT desde o início da carreira –e olha que o Greg News nem mostrou Ciro xingando a mãe de um bolsonarista outro dia. Mas o “destempero” também faz parte da estratégia: o “Cirão pistola” ajuda a manter o “engajamento” nas redes, que parece ser a preocupação central dos candidatos hoje em dia. Não à toa, Ciro não pára de soltar trechos dos “reacts” em seu perfil no twitter nos últimos dias. Pelo menos esqueceu Lula: desde 14 de maio não posta um vídeo contra o petista, como tem feito quase todo dia há meses. Ufa!

Resta saber agora como será o primeiro debate presidencial entre o humorista e a piada. Imperdível.

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
PIX: [email protected]
(4) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Luciane de Campos Silva em 19/05/2022 - 19h28 comentou:

Grande Cynara!
É o triste fim de ciroquaresma.

Responder

Cezar em 20/05/2022 - 11h18 comentou:

Passar pano pra Lula, mesmo diante da aliança com Alckmin, complicado. Muito parcial sua reportagem, e com viés petista. Você podia escrever sobre o movimento feito para anular a Rita Von. Antes de ser esquerda ou direita, de forma cega. É preciso ser oposição e ter um mínimo de postura crítica.

Responder

Bernardo Santos Melo em 20/05/2022 - 18h43 comentou:

Este assunto , face genialidades de ambos sujeitos , merece aguardar cenas dos próximos capítulos … adesão no segundo turno … Genô fora do 2º turno … Golpe Milical …ESSE MUNDO é MUNDÃO .

Responder

alehpaes em 21/05/2022 - 23h00 comentou:

Chora mais Cirominions (Bolsominions enrustidos)

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

As tranqueiras de Lula


Sabe aquele monte de coisas “valiosíssimas” que diziam estar no “acervo” que o ex-presidente Lula levou ao sair do Palácio do Planalto, insinuando até que ele havia “surrupiado” alguns? Tudo tranqueira. Dado com o maior…

Politik

Caiado comemora criação de universidades… e é atacado pelos fãs


O senador ruralista, que volta e meia critica a "doutrinação" supostamente promovida pelo PT nas escolas, foi vítima do próprio veneno