Socialista Morena
Politik

Juiz proíbe Universidade do Recôncavo de dar título de “doutor honoris causa” a Lula

Mais um capítulo da perseguição judicial a Lula: acionado pelo DEM, juiz da Bahia tenta impedir o ex-presidente de receber título em universidade que ele mesmo inaugurou

"Busão" de Lula chegando em Salvador. Foto: Ricardo Stuckert
Da Redação
17 de agosto de 2017, 18h41

Um juiz da 10ª Vara Federal Cível de Salvador deferiu liminar, em ação protocolada pelo vereador Alexandre Aleluia, do DEM, impedindo que a Universidade Federal do Recôncavo Baiano entregue ao ex-presidente Lula um título de “doutor honoris causa”, honraria que ele já recebeu em várias universidades do mundo. Aleluia, mais um meritocrata hereditário da política (é filho do deputado federal José Carlos Aleluia), alega na petição que o ex-presidente, que inaugurou a universidade, a única federal do interior baiano, “não merecia” a homenagem.

Um dos argumentos do Conselho Universitário da UFRB para a concessão do título a Lula foi “a relação do ex-presidente com a expansão e a interiorização do ensino público superior”. A proposta foi aprovada em sessão ordinária do Conselho na última sexta-feira, 11 de agosto, com 18 votos favoráveis, um contra e três abstenções.

A cerimônia de entrega está prevista para esta sexta-feira, 18 de agosto, em Cruz das Almas, como parte da caravana “Lula pelo Brasil”, que percorrerá de ônibus nove estados do Nordeste entre os dias 17 de agosto e 5 de setembro. O juiz Evandro Reimão dos Reis não só determinou o cancelamento da solenidade, como pediu à Polícia Federal que “esteja presente na data e local anunciados da entrega da honraria e, em caso de descumprimento desta decisão, adote as medidas cabíveis”.

 

♥♥♥ Clique para apoiar o site Socialista Morena ♥♥♥

 

A decisão causou indignação nas redes sociais. O pesquisador baiano Felipe Freitas, da Universidade Estadual de Feira de Santana, criticou que a sentença “viola o princípio da autonomia universitária” e “interfere na liberdade de cátedra dos conselheiros”. Ele advertiu que o precedente é perigoso e remete ao autoritarismo.

A UFRB foi a primeira universidade federal completamente implantada no interior da Bahia, em 2005. Lula esteve pessoalmente na inauguração. Após 12 anos, se tornou uma das universidades mais inclusivas do país, com 83,4% de estudantes negros e 82% oriundos de famílias com renda total de até um salário mínimo e meio.

O deputado estadual Marcelino Galo, do PT, condenou a ação popular interposta na Justiça pelo vereador Aleluia, da base do prefeito ACM Neto. “Este é mais um atentado contra a autonomia universitária e contra a UFRB perpetrado pelo DEM. É inconcebível que os aliados do prefeito e o DEM se achem no direito de substituir a autonomia das universidades por suas preferências políticas. Essa ação é um precedente gravíssimo. A UFRB não precisa da autorização de ninguém para fazer a homenagem que quiser, exceto de sua própria comunidade acadêmica e de sua direção”, disse Galo.

UPDATE: Nesta sexta-feira, a Universidade emitiu comunicado anunciando que a solenidade de entrega do título foi de fato suspensa porque não houve resposta ao recurso na AGU (Advocacia Geral da União). Depois dizem que não é perseguição.

 

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(5) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

marcia Eloy em 17/08/2017 - 21h54 comentou:

Concordo.Nenhum juiz tem o direito de censurar uma decisão da Reitoria de uma Universidade

Responder

Rogério Christofoletti em 17/08/2017 - 21h56 comentou:

Amiga, apenas um reparo no texto. No trecho, “Ele advertiu que o presidente é perigoso e remete ao autoritarismo”, o correto é “precedente perigoso”… heheheh… embora o juiz e Aleluia pensem que Lula é mesmo perigoso…

Responder

    Cynara Menezes em 18/08/2017 - 15h34 comentou:

    sim, corrigido!

cidadao em 18/08/2017 - 04h33 comentou:

Ja conhece o canal do esquerdista “Clayson tv”?

SUPREMACIA BRANCA???…FAKE NEWS!!! – NANDO MOURA ATACA OUTRA VEZ

https://www.youtube.com/watch?v=xV9BVSf_5po

Bolsonaro CONDENADO!!! E as olavetes que só desinformam

https://www.youtube.com/watch?v=CpRXNJIsRKg

Responder

Rodrigo Dias em 19/08/2017 - 13h49 comentou:

A universidade de Cambridge dá um título honorário para o pseudo-esquerda Jacques Derrida. O grosso da esquerda ocidental (brasileira inclusive) acredita que o posmodernismo veio para nos ajudar. Vários intelectuais, claro, veem o engodo e protestam (http://ontology.buffalo.edu/smith/varia/Derrida_Letter.htm), onde se pode ler frases como “Muitos filósofos franceses veem em M. Derrida apenas razão para um embaraço silencioso, seus absurdos contribuindo de forma significativa para a impressão geral de que a filosofia francesa contemporânea é pouco mais que um objeto de ridículo” e “quando buscamos compreendê-lo, fica claro, ao menos para nós, que, onde declarações coerentes estão finalmente sendo feitas, essas são falsas ou triviais”.

Ainda assim, um bufão como Derrida ganhou o tal título honorário. Agora Lula, que mudou a vida de dezenas de milhões de pessoas para melhor, “não tem esse direito”, pensa o tal juiz. É assim mesmo, os poderosos fazem tudo para favorecer tanto a direita como os tipos pseudo-esquerda que só vieram confundir, dividir e enfraquecer a esquerda de verdade.

Mais pensamentos sobre o assunto: http://socialismonatural.blogspot.com.br/2017/08/os-defensores-do-posmodernismo-sao-de.html

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Fatos irônicos: Gilmar Mendes diz que tribunal não é lugar para fazer política


O ministro Gilmar Mendes, que volta e meia se utiliza da visibilidade de detentor de um alto cargo no Judiciário do país para atacar o PT (e apenas o PT), disse hoje em Recife que…

Politik

Em vez de ostentar coerência, PT devia cobrar coerência do PSDB


Bancada do PT no Senado anunciou que irá votar contra a decisão do STF de afastar o tucano Aécio Neves do mandato. Deveria se abster