Socialista Morena
Politik

A revolução (armada) datou

Tem muita gente jovem interessada no socialismo. Por favor, velhos camaradas, não os espantem com dogmatismo

Detalhe da obra "A Revolução Está Chegando" (1917), de N. Kravchenko. Fonte: Wikimedia Commons
Cynara Menezes
24 de setembro de 2020, 12h05

No início dos anos 1980, Darcy Ribeiro e Leonel Brizola, recém-chegados do exílio com a anistia, se atreveram a falar em um “socialismo moreno”, nosso, à brasileira. Um socialismo que não seguisse modelo de nenhum outro país –Darcy tinha críticas a Cuba e à URSS. Socialismo brasileiro, por isso moreno, mestiço. Foram ridicularizados pela imprensa, alvo de chacota, apenas por defender o socialismo em nosso país e, pior, moreno, “com um pé na cozinha”, como diria o nosso ex-presidente sociólogo e filho de general.

Senti isso na pele, mais de 30 anos depois, em 2012, quando criei meu blog com este nome, Socialista Morena, em homenagem aos dois. Desde o começo, os maiores ataques que sofri e sofro são justamente em relação ao uso deste nome, “socialista”. Ataques da direita, que confunde socialismo com caridade e franciscanismo, e de parte da esquerda, que só aceita que alguém se diga assim se concordar com tudo que Marx e Lenin escreveram, revolução armada inclusive.

Assim como Darcy ou Allende, não aceito a idéia de pegar em armas para chegar ao socialismo. Me parece uma contradição que matar gente seja condição sine qua non para se chegar ao paraíso. Só admito o uso da violência contra a tirania

Será que o assassinato de Leon Trotski em 1940 não serviu para fazer parte da esquerda perceber que a divergência é indissociável do socialismo? E que nem mesmo existe uma só maneira de vê-lo? Não há socialismo, mas socialismoS. É tudo palpite, ninguém tem certeza. De minha parte (assim como Darcy ou Salvador Allende), não aceito a idéia de pegar em armas para chegar ao socialismo. Me parece uma contradição em si mesma que matar gente seja condição sine qua non para se chegar ao paraíso. Só admito o uso da violência contra a tirania.

Também me parece um erro de estratégia ditar um exato tipo de socialismo em que a pessoa tem de acreditar, sendo que abraço a formulação de José Saramago, para quem o socialismo é um estado de espírito. É uma forma de ver o mundo que quero compartilhar com os jovens, independentemente de eles terem lido Marx e Lenin ou não. Aliás, está cheio de jovens simpatizantes do socialismo por aí que não querem ler Marx e Lenin. Querem ler e ouvir outras vozes, novas vozes.

Quando Bernie Sanders, o pré-candidato à presidência dos Estados Unidos, se diz “socialista democrático”, aludindo ao fato de que infelizmente as experiências de socialismo real descambaram para o totalitarismo, essa esquerda de que falo torce o nariz. “Ah, mas isso daí é social-democracia”. Imaginem, alguém ousa se autodefinir como “socialista” na pátria do capitalismo, com sérias chances de vitória, e ainda tem gente reclamando!

Quantos políticos brasileiros, depois de Brizola e Darcy, e principalmente depois da queda do muro de Berlim, ousaram se autodenominar socialistas, socialistas de fato? Nem Lula o fez. Lula e o PT nunca fizeram questão de se dizerem socialistas, ao contrário de Hugo Chávez (e talvez até por isso, porque algum marqueteiro mandou evitar o termo para evitar comparações com o venezuelano).

Já lamentei muito isso, acho um equívoco histórico. (Diante das atuais circunstâncias, por outro lado, é até um alívio.) Mas que o PT perdeu o barco da história em não se assumir socialista, perdeu. O socialismo volta a estar em alta no mundo, volta a fazer parte do jogo político. Com todas as letras. Por isso Bernie Sanders não pára de repeti-la.

Bernie é social-democrata? E qual o problema com a social democracia, afinal, além de ter sido falsamente usada pelo PSDB todos estes anos? Os países mais igualitários do mundo são sociais democratas. Nem lá o Brasil chegou ainda e já estão depreciando, eternamente esperando pelo momento ideal, em que, pelas armas, acabaremos com o capitalismo de uma vez, pimba! Desculpem, senhores, mas não acredito nisso, acho que este conceito claramente datou. A revolução datou. Pelo menos nos próximos séculos. Sem contar que este discurso bélico se identifica muito mais com a direita hoje em dia.

Parte da esquerda parece estar eternamente esperando pelo momento em que, pelas armas, acabaremos com o capitalismo de uma vez, pimba! Desculpem, senhores, mas acho que a revolução datou. Pelo menos nos próximos séculos. Sem contar que este discurso bélico se identifica muito mais com a direita hoje

E se a social-democracia for uma etapa para o socialismo? Em vez de armas, convencimento? Em vez de reeducar posteriormente, reeducar antes? Não prego a ausência de confronto, o confronto também é intrínseco ao socialismo. É com confronto, sim, mas de idéias. Tendo o povo ao lado, apoiando. Para isso é necessário conquistar corações e mentes, como os socialistas democráticos norte-americanos estão fazendo. Nunca houve tantos jovens que se autointitulam socialistas nos EUA como agora. Temos muita sorte de ser socialistas numa época em que as informações circulam tão rapidamente e de forma tão… socializada. Ironias do capitalismo.

Quando se fala em socialismo, obviamente que queremos ir além da social-democracia. Não dá para abrir mão da reforma agrária. Não dá para não sangrar o capital financeiro. Mas uma coisa de cada vez. Antes disso, precisamos conscientizar o povo da importância deste destino. Ainda estamos nesta etapa. A desigualdade social é uma das maiores mazelas do capitalismo. E o fosso entre ricos e pobres aumenta a cada dia. A luta primordial contra a desigualdade emparelha o socialismo à social-democracia. Por enquanto, eles ainda estão juntos.

O avanço do discurso fascista entre os jovens brasileiros assusta e se espalha pelas redes sociais. Podemos estar caminhando para o emburrecimento de toda uma geração, para o emburrecimento do Brasil. A irresponsabilidade da mídia e da oposição alimenta a Hidra. Enxergo no horizonte o momento em que um fanfarrão misógino, racista, xenófobo e homofóbico como Donald Trump apareça querendo se tornar presidente. Ou será que já temos um? (Este artigo é de 2016; em 2018 o fanfarrão misógino, racista, xenófobo e homofóbico Jair Bolsonaro foi eleito.)

A esquerda precisa ser sábia. Não é ao redor do PT que gravitamos. Estamos à esquerda do PT. A esquerda irá sobreviver, iremos sobreviver. Mas nossa força ou nossa fraqueza futura se definirá pela quantidade de gente que estiver do nosso lado contra os fascistas. Tem muita gente jovem interessada no socialismo. Por favor, velhos camaradas, não os espantem com dogmatismo.

Texto originalmente publicado na revista Caros Amigos em março de 2016

 


Apoie o site

Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para assinar, você pode usar apenas qualquer cartão de crédito ou débito

Ou você pode ser um patrocinador com uma única contribuição:

Para quem prefere fazer depósito em conta:

Cynara Moreira Menezes
Caixa Econômica Federal
Agência: 3310
Conta Corrente: 23023-7
(13) comentários Escrever comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Socialista Morena. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Mariana em 24/09/2020 - 12h21 comentou:

O PT se definiu desde sempre: é um partido trabalhista. Para usar a palavra ‘socialista’, teria que optar por alguma corrente e superar as muitas divisões internas. Vejo o Socialismo (no singular ou plural) como algo em (re)construção permanente, tanto teoricamente quanto no mundo concreto.

Responder

PAULO ROBERTO MARTINS em 24/09/2020 - 12h40 comentou:

Belo texto,apenas uma correção: não estamos mais caminhando para o “emburrecimento”. Os brasileiros já provaram que “emburreceram” quando 57 milhões de alienados e imbecis votaram num psicopata para comandar nosso país.Abriram as portas do inferno,agora ficamos aqui,tentando passar a mão na cabecinha desta tropa de zumbis! Para o Brasil de hoje defendo sim a luta,em todos os sentidos e graus,para livrar meus filhos e netos de um futuro de destruição,ignorância e obscurantismo.

Responder

    Cynara Menezes em 25/09/2020 - 16h17 comentou:

    o texto é de 2016… infelizmente o que previmos ocorreu

L em 24/09/2020 - 17h26 comentou:

Só não se sabe é quem estaria disposto a efetivamente pegar em armas. Também pouco se sabe sobre o efetivo poder bélico revolucionário em uma época da (contra)revolução via internet. Nem os fascistas apelam para o quebra pau. Eles fazem as deles pela rede, via Cambridge Analitica e congêneres. Não sei por que diabos há quem ache palatável – e factível -, a essas alturas do campeonato, tiros e sangue à esquerda.

Responder

RICARDO SIMÕES em 25/09/2020 - 07h25 comentou:

Impressionantemente atual!!!

Ainda que muitos façam do limão uma limonada, o twitter é uma plataforma desqualificada por excelência.
Parabéns pela resiliência e pelo trabalho!!!!!

Responder

marco em 26/09/2020 - 17h09 comentou:

Em toda a história,as SOCIEDADES DE CLASSES,tem por traz DELAS,AS MÃOS ARMADAS.PROPOR SALAMALEQUES DE TODO O TIPO,NÃO CUSTA NADA.MAS AS FORÇAS QUE DOMINAM A SOCIEDADE DE CLASSES,ESTÃO “ARMADOS,ATE OS DENTES.ENTÃO,DAR CONSELHOS PASSIFISTAS,É UM TIPO DE CUMPLICIDADE COM O QUE ASSISTIMOS.

Responder

isa em 27/09/2020 - 10h07 comentou:

Morena magna, morena sagaz,
moOrena esperta e lúcida,
desde sempre.
Por este, e por outros
nunca passo batida
dos seus textos e comentários.
Atemporais ou não.

Responder

Duilio em 27/09/2020 - 15h51 comentou:

Concordo com o socialismo moreno. Significa levar em consideração nossas particularidades históricas, sem contudo perder a dimensão das lutas sociais de caráter global. A defesa do meio ambiente e contra o aquecimento global é plataforma mundial, devemos está juntos com as organizações que defendem tais bandeiras. No entanto, somos um país de dimensões continentais, onde grande parte da população é excluída de serviços essenciais, principalmente os negros. A idéia do socialismo moreno é correta, ainda vamos construir um grande civilização com ênfase na educação.

Responder

Bernardo Santos Melo em 28/09/2020 - 07h18 comentou:

Para revertermos o Caos BOZAL :
Unidade em SAMPA desde JÁ com
Boulos & Erundina !

Responder

Bernardo Santos Melo em 28/09/2020 - 15h41 comentou:

Cynara vc tem todos os predicados para votar Boulos & Erundina , será que não contaremos com a socialista morena na campanha da vitória contra o FACISMO ?

Responder

    Cynara Menezes em 28/09/2020 - 20h14 comentou:

    eu apoio boulos e erundina

salete de copacabana em 09/10/2020 - 22h10 comentou:

a “esquerda” brasileira e sua forte doutrinação política sempre sucumbe numa latinha de itaipava… não conseguem união nem para prefeito, quiçá “retomar o poder”. saudades dos tempos ingênuos de minha militância de esquerda. kkkkkkk

Responder

camarada em 16/10/2020 - 00h00 comentou:

o que de tao grandioso representa sua “militância”?

Responder

Deixe uma resposta

 


Mais publicações

Politik

Entrevistas históricas – Hitler em 1923: “Nenhum homem saudável é marxista”


Parece um bolsominion ou o ministro da Educação de Bolsonaro falando, mas é o führer em pessoa: "O bolchevismo é nossa maior ameaça"

Politik

Cosmarxpolitan, a revista do marxista fútil


O que aconteceria se a revista Cosmopolitan (Nova, no Brasil), símbolo da mulher fútil e que só pensa em agradar o homem, fosse adaptada ao mundo do marxismo? É o que parecem se perguntar os…