Socialista Morena

Cultura


26 de novembro de 2016, 15h06

Morre Fidel, o penúltimo de uma geração que ensinou ao mundo que era possível se rebelar

Não sou fã incondicional de Fidel Castro. Consigo ver seus erros e admirá-lo pelos seus acertos. Fidel foi uma das figuras históricas mais importantes de todos os tempos. Com ele, se vai o penúltimo de uma geração que ensinou ao mundo que era possível se rebelar contra o sistema, que era possível não ficar calado, […]

14 de novembro de 2016, 15h40

Ode ao burguês: parece PSTU, mas é Mário de Andrade

Quando, na Semana de Arte Moderna de 1922, Mário de Andrade (1893-1945) declamou o poema Ode ao Burguês, os industriais e cafeicultores da época se sentiram insultados. O poeta chegou a ser vaiado pelos convidados, alguns dos quais tinham contribuído financeiramente para a realização da semana e não engoliram a crítica. Reparem que as palavras […]

06 de novembro de 2016, 12h50

Trotsky: a revolução começa na escola

Vocês acreditam em sincronicidade? Eu acredito muito. E eis que estava pesquisando no youtube uns filminhos para a seção Cine Morena do blog, quando me deparo com esta comédia canadense de 2009, cujo título parece incrivelmente profético no Brasil atual. É a hilária vida do garoto Leon Bronstein, de 17 anos, no último ano do […]

17 de outubro de 2016, 16h30

O que a esquerda, esquerda de verdade, faria contra a crise? Por José Carlos Peliano

Criticamos a PEC 241 e o modelo de austeridade adotado pelo governo ilegítimo de Michel Temer. Em nossa opinião, este modelo é ultrapassado, não funcionou na Europa e prejudica justamente as camadas mais pobres da população. Mas o que faríamos em vez disso, se um projeto de esquerda, esquerda mesmo, estivesse no poder, com apoio […]

14 de outubro de 2016, 18h23

Os pais dos desenhos animados são quase todos idiotas –mas os homens nem ligam

Se tem uma coisa que me intriga é como não incomoda os homens que praticamente todos os pais dos desenhos animados sejam completos imbecis. Imaginem se fizessem isso com as mulheres: se todas as mães dos desenhos que nossos filhos assistem fossem burras, preguiçosas, desastradas e inúteis. Ia ser uma gritaria danada das feministas, com […]

11 de outubro de 2016, 16h49

Viagem à Transnistria, o país que não existe –mas é a última “província soviética”

No livro O Púcaro Búlgaro, o romancista mineiro Campos de Carvalho (1916-1998) conta a história de uma cômica expedição à Bulgária –como tentativa de “provar” que o país, na verdade, não existe. A narrativa surreal, publicada pela primeira vez em 1964 e considerada um clássico da literatura brasileira, só errou de lugar. Existe um país que […]

14 de setembro de 2016, 11h27

Assistam Aquarius: boicotar obras de arte em função de ideologia é atestado de burrice

É uma atitude covarde propor que as pessoas deixem de assistir a um filme apenas por não concordar com o que seu diretor pensa

21 de julho de 2016, 20h14

Mulheres invadem um dos últimos clubes do Bolinha: o mundo das histórias em quadrinhos

Quando a francesa Chantal Montellier começou a se dedicar profissionalmente às histórias em quadrinhos, lá pelos idos de 1972, foi como se colocasse os pés na porta de um dos últimos “clubes do Bolinha” do mundo da arte. Entre as raras exceções naquele ambiente predominantemente masculino estava sua contemporânea Claire Bretécher, que desenhava, na revista […]

16 de julho de 2016, 16h13

A escritora e o assassino

Cinco anos atrás, a escritora britânica Helen Bailey estava na praia em Barbados, de férias com o marido John Sinfield, quando ele foi pego pela correnteza e se afogou diante dos olhos dela. Milionária autora de livros infanto-juvenis no Reino Unido, ela se relacionava com Sinfield havia 22 anos, 15 deles casados, e ficou devastada. Para […]

14 de julho de 2016, 12h33

Cine Morena especial: 6 filmes de Hector Babenco para assistir no youtube

O Rei da Noite (1975) Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia (1977) Pixote, a Lei do Mais Fraco (1981) O Beijo da Mulher Aranha (1985) Brincando nos Campos do Senhor (1991) Carandiru (2003)    

14 de julho de 2016, 11h17

Hector Babenco (1946-2016): “Sou mais o cinema brasileiro, com suas imperfeições, do que o argentino, com seu aburguesamento”

Em homenagem ao grande cineasta argentino naturalizado brasileiro Hector Babenco, falecido hoje aos 70 anos, republico a íntegra da entrevista que saiu menor, editada, na revista VIP em 2007, na época do lançamento de seu filme O Passado, com Gael García Bernal como protagonista. Eu tinha um trauma de haver falado com Babeco ao telefone […]

06 de julho de 2016, 21h08

Novos Baianos: a arte de viver em comunidade – e fazer música genial

Se tem um grupo que realizou o sonho hippie de morar em comunidade foram os Novos Baianos. Moraes Moreira, Baby Consuelo (hoje Baby do Brasil), Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor, Dadi, o letrista Luiz Galvão e alguns agregados viveram juntos num apartamento no Rio de Janeiro, num sítio em Jacarepaguá (o lendário Cantinho do […]

04 de julho de 2016, 17h03

Modelo esnobe da Flip não serve a um país que lê tão pouco como o Brasil

Conheci de perto a primeira edição da Flip (Festa Literária de Paraty), em 2003, que teve entre os convidados ninguém menos que Eric Hobsbawm. Eu havia sido repórter de Literatura da Folha até o ano anterior, mas não fui como repórter, e sim fazendo um frila na assessoria de imprensa da organização. Achei incrível estar […]

01 de julho de 2016, 12h11

Pedagogia da ignorância: reaça usa rede do governo federal para atacar Paulo Freire

Apenas um mês atrás, um levantamento feito com base na ferramenta de busca Google Scholar apontou a Pedagogia do Oprimido, do educador brasileiro Paulo Freire (1921-1997), em terceiro lugar entre os livros mais citados por pesquisadores em Ciências Sociais de todo o mundo. O pernambucano Freire é reconhecidamente uma sumidade internacional na área da educação e […]

06 de junho de 2016, 18h31

Menos Olavo de Carvalho, mais Vargas Llosa: dicas de leitura para jovens de direita

Uma mini-lista de livros para o jovem liberal (no sentido brasileiro do termo) não perder tempo com autores insignificantes