Socialista Morena

literatura


16 de dezembro de 2013, 21h14

Dicas literárias para um Natal vermelho II

Epa, mais uma vez esta data que eu “adoro”! Como não dá para remar contra a maré do consumismo, só me resta indicar livros. A lista de livrinhos do Socialista Morena já está se tornando tradição (veja aqui a do ano passado). E é bom favoritar para voltar a conferir até o Natal, porque a qualquer momento ela poderá […]

05 de dezembro de 2013, 12h19

O bolinho de maconha de Alice B.Toklas

As norte-americanas Gertrude Stein (1874-1946) e Alice B. Toklas (1877-1967) formavam o casal mais querido da Paris dos anos 1930. Os jantares de sábado à noite em sua casa na rue de Fleurus 27 tinham convidados como Pablo Picasso (que pintou um célebre quadro de Gertrude), Ernest Hemingway, Jean Cocteau, Ezra Pound, Paul Bowles, Apollinaire… […]

07 de novembro de 2013, 19h01

Albert Camus, 100 anos

20 de outubro de 2013, 14h13

O homem que Vinicius amou

Louco pelas mulheres, Vinicius de Moraes também amou um homem e a ele dedicou sonetos e canções: o chileno Pablo Neruda. Os dois poetas se conheceram em julho de 1945, quando Neruda veio ao Brasil e fez contato com vários de nossos escritores. Segundo os especialistas na obra de Neruda, foi uma viagem importante na […]

19 de outubro de 2013, 13h32

Vinicius de Moraes e o golpe militar

Nos 100 anos de Vinicius de Moraes, republico a investigação do jornalista Marcelo Bortoloti sobre um episódio até hoje nebuloso: a demissão do poeta, diplomata de carreira, do Itamaraty durante a ditadura militar. O texto foi originalmente publicado em maio deste ano no blog do Instituto Moreira Salles (link aqui). Para reparar a injustiça, em […]

06 de outubro de 2013, 16h16

A noite em que Jean-Paul Sartre fumou um charuto com Che Guevara

Entre fevereiro e março de 1960, pouco mais de um ano após a revolução, o casal de filósofos franceses passou um mês em Cuba e se encantou com a juventude do novo governo

17 de agosto de 2013, 14h35

Grandes primeiros parágrafos da não-ficção

Propus aos leitores do blog enviarem para mim seu primeiro parágrafo favorito de livros de não-ficção. Já vi muitas listas com o começo inesquecível de romances, mas não de ensaios e livros de reportagem. E há obras não-ficcionais tão impossíveis de apagar da memória quanto a mais envolvente aventura ou história de amor. O bacana […]

15 de agosto de 2013, 21h32

Pedro Juan Gutiérrez: contra a depilação e o sexo “limpinho”

Evoco um dos meus autores contemporâneos favoritos, o cubano Pedro Juan Gutiérrez, para jogar a pá de cal na “polêmica” em torno da depilação da atriz Nanda Costa nas páginas da Playboy. Vivemos tempos coxinhas, em que a beleza desnuda de uma moça vira coadjuvante diante da moda, exportada pelo Brasil, de arrancar a cera […]

01 de julho de 2013, 14h14

Revolucionários em cordel

A tradição da literatura de cordel remonta ao século 15. Foi trazida ao Brasil pelos portugueses e, no Nordeste, acabou virando a mais autêntica forma de literatura sertaneja, com suas capas impressas em xilogravura. À venda nas feiras, nos livrinhos de cordel se encontram praticamente todos os personagens da história do Brasil e do mundo. […]

16 de maio de 2013, 21h53

Mãe Stella de Oxóssi, a imortal do candomblé

Aos 88 anos, a ialorixá do do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá se torna a primeira mãe de santo acadêmica do país

13 de abril de 2013, 16h30

Maggie e eu, por Christopher Hitchens

Este é o mais engraçado e surpreendente texto que já li sobre Margaret Thatcher. O escritor britânico Christopher Hitchens (1949-2011) conta como foi seu primeiro encontro com a dama-de-ferro em 1975. O causo está em suas memórias, Hitch-22, publicadas em português no Brasil pela Nova Fronteira. E, aqui, no site da Vanity Fair, em inglês. […]

13 de fevereiro de 2013, 13h21

Semana de Arte Moderna, 91 anos: Os Sapos, de Manuel Bandeira

Ao ridicularizar os parnasianos por seu apego à métrica, a leitura do poema representou uma espécie de declaração de princípios dos modernistas

08 de fevereiro de 2013, 11h59

Bandeira Branca, por Luis Fernando Verissimo

Não sei quanto a vocês, mas eu adorava carnaval de clube. E adoro o Verissimo. *** Bandeira Branca* Por Luis Fernando Verissimo Ele: tirolês. Ela: odalisca. Eram de culturas muito diferentes, não podia dar certo. Mas tinham só quatro anos e se entenderam. No mundo dos quatro anos todos se entendem, de um jeito ou […]

02 de fevereiro de 2013, 12h12

Perdido numa noite suja (com Pedro Juan Gutiérrez)

Me orgulho de ter sido a primeira jornalista no Brasil a “descobrir” o escritor cubano Pedro Juan Gutiérrez. Em 1999, tinha lido sobre ele na imprensa espanhola, que o descrevia como “o Bukovski caribenho”. Isso atiçou a minha curiosidade, e pedi à sua editora em Madri que me mandasse o livro que o tornaria famoso, […]

24 de janeiro de 2013, 22h31

Bentinho, o primeiro coxinha da história

Fraco e mimado, Bentinho foi incapaz de um único gesto de dúvida para com a única mulher que amou além da mãe